TOTAL DE ACESSOS

ESTRELARTE COMUNICAÇÃO E EVENTOS

ESTRELARTE COMUNICAÇÃO E EVENTOS
Leva estas atrações para abrilhantar o teu evento. Para contratar: (51) 995.498.483.

AGENDA NATIVISTA 2024

AGENDA NATIVISTA 2024
Clica na imagem e confere os prazos para inscrições e as datas de realização dos festivais de música e de poesia previstos para o ano de 2024.

terça-feira, 12 de março de 2024

ALBINO MANIQUE - 80 ANOS DE AMOR À MÚSICA

Neste dia 12 de março, o músico Albino Maniqueum dos mais talentosos e respeitados acordeonistas do sul do Brasil, chega aos 80 anos de idade. Mestre para muitos e referência para outros tantos, Albino tem boa saúde e demonstra lucidez e disposição para dedilhar sua gaita, de vez em quando. 
Que Deus continue abençoando sua caminhada e lhe conceda muitos anos de vida. 
Parabéns, grande Albino Manique. 

Breve Biografia:
Em 12 de março de 1944, nascia em São Francisco de Paula, no Bairro do Rincão, o acordeonista e compositor Albino Batista Manique.  
Dotado de uma musicalidade muito forte e de uma invejável habilidade com a sua gaita, Albino Manique, desde cedo já se destacava por sua técnica muito peculiar e pela criação de arranjos complexos e muito bem elaborados.   
Na adolescência, aos 12 anos de idade, formou, juntamente com seu amigo Francisco Castilhos, o Xico, então com 14 anos, a Dupla Mirim, que animava festas e bailes na região serrana do estado.
Em 1969, Albino lançou seu primeiro disco solo, intitulado Alma de Acordeon, cujo repertorio tinha sucessos como Taquito Militar e Bugio da Serra.
Em 1970, Albino e Xico fundam o renomado conjunto Os Mirins
Ambos deixam de lado suas carreiras individuais para dedicarem-se ao grupo.
Albino só volta a gravar um disco solo, em 1978, com o título de Baile de Candeeiro, no qual estavam registrados os sucessos Baile de Candeeiro e Madrugada.  
Muito requisitado para participar tocando seu acordeon em discos de outros artistas, Albino Manique foi consolidando sua trajetória artística e passou a ser considerado como uns dos melhores acordeonistas do Brasil. 
Discografia de Albino Manique:
1969: Alma de Acordeon
1978: Baile de Candeeiro 
1981: No Compasso da Cordeona
1983: A Gaita do Rio Grande
1984: Dançando Com Albino Manique
1985: Entrevero no Teclado
1986: O Gaiteiro
1989: Eu e a Cordeona 
1994: A Gaita de Albino Manique
1998: O Som de Albino Manique

2 comentários:

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica.
Grato e um baita abraço.