TOTAL DE ACESSOS

ESTRELARTE COMUNICAÇÃO E EVENTOS

ESTRELARTE COMUNICAÇÃO E EVENTOS
Leva estas atrações para abrilhantar o teu evento. Para contratar: (51) 995.498.483.

AGENDA NATIVISTA 2024

AGENDA NATIVISTA 2024
Clica na imagem e confere os prazos para inscrições e as datas de realização dos festivais de música e de poesia previstos para o ano de 2024.

domingo, 26 de maio de 2024

RS MÚSICA URGENTE: A CLASSE PRECISA DE AJUDA

Profissionais do setor musical do Rio Grande do Sul lançam o coletivo  RS Música Urgente.

O Rio Grande do Sul vive um estado de calamidade. Mais de 90% do estado vem sofrendo os efeitos da catástrofe climática ocorrida entre abril e maio de 2024. Neste momento, muitas iniciativas estão sendo realizadas em prol dos atingidos pelas enchentes, com várias frentes de trabalho voltadas às diferentes áreas da economia.
Em meio às inundações, um grande movimento vem sendo realizado no setor cultural do Rio Grande do Sul e o setor da música está se reunindo e propondo ações, tendo como foco o amparo da classe.
Assim nasce o RS Música Urgente, que tem como primeira ação uma campanha de doações através da chave pix emergenciamusicars@gmail.com visando atender demandas urgentes de profissionais diretamente atingidos pelas cheias.
A cadeia produtiva da música vive um cenário de perdas materiais, cancelamentos e adiamento de trabalho. O coletivo é, portanto, uma reunião com mais de mil profissionais, entre músicos, técnicos e produtores, divididos em Grupos de Trabalho que fazem frente às discussões e planejamentos em torno dos seguintes temas:
- Comunicação;
- Legislação/Impostos e Direitos Autorais;
- ⁠Mapeamento/Cadastramento;
- ⁠Projetos;
- ⁠Carta/Documento ao Brasil e Mundo;
- ⁠Associação – AMEM RS;
- ⁠Redes Sociais/Design;
- ⁠Auxílios Emergências/Donativos;
- ⁠Circulação outros Estados/Países;
- ⁠Pubs/Bares de Música;
- ⁠Embaixadas/Consulados;
- ⁠Interlocução política;
- ⁠Organização Geral.

Muitos profissionais da música perderam instrumentos e outros equipamentos de trabalho, além de terem suas moradias e estabelecimentos comerciais invadidos pelas águas. Mas grande parte do setor foi prejudicado nas oportunidades de atuação e receitas devido ao cancelamento de inúmeros festivais, shows e demais eventos.
A circulação de espetáculos também foi diretamente atingida, uma vez que as estradas interrompidas não permitem os deslocamentos. Muitas cidades foram completamente “arrasadas”, sem condições de receber atividades de qualquer tipo. Desta forma, estão suspensas praticamente todos eventos culturais do Estado por tempo indeterminado, impossibilitando que milhares de profissionais da cultura exerçam seu trabalho, sem garantia de renda ou perspectivas de retorno.
O objetivo do coletivo é diagnosticar, planejar e elaborar propostas e estratégias de ações, em constante diálogo com o poder público nas instâncias municipais, estadual e federal, bem como com a sociedade civil e também com agentes internacionais, embaixadas e consulados com representação no Brasil.


O RS Música Urgente, preparou uma CARTA ABERTA de apresentação explicando os objetivos e as ações nas quais vai se dedicar.   Confere:


CARTA ABERTA
DO SETOR DA MÚSICA DO RIO GRANDE DO SUL
"RS MÚSICA URGENTE"
Maio de 2024

O QUADRO:
O Estado do Rio Grande do Sul foi severamente afetado por uma catástrofe climática ocorrida entre abril e maio de 2024. Diante da situação de calamidade pública em que 93% do Estado se encontra, são imensos os problemas enfrentados pela população e pelas autoridades. Muitos cientistas têm afirmado que a tragédia no RS é a primeira grande tragédia mundial com origem nas mudanças climáticas. Todos têm sido afetados de alguma forma por esse evento, que representa uma verdadeira “divisão de eras”. Além das perdas materiais e imateriais, os prejuízos em hospitais, clínicas, escolas, fábricas, comércios e plantações paralisaram ou prejudicaram muitas frentes de trabalho, inclusive da arte e da cultura. E por muito tempo.

O SETOR DA MÚSICA NO RS NESTE DESASTRE CLIMÁTICO
A atividade da Música possui o maior número de CNPJs da Indústria Cultural no RS. Muitos perderam também seus instrumentos, equipamentos, estúdios, escolas de música, locais de shows, veículos e moradias. Em decorrência destes fatos, a maior parte do setor perdeu oportunidades de trabalho e receitas devido ao cancelamento de inúmeros eventos culturais, shows e demais trabalhos. Soma-se a isto as dificuldades de circulação, devido às estradas interrompidas que dificultam o acesso às cidades, a maioria delas sem condições de receber atividades culturais de qualquer tipo. Desta forma, estão suspensas praticamente todas as atividades e eventos culturais do Estado por tempo indeterminado, impossibilitando que milhares de profissionais da cultura exerçam seu trabalho, sem garantia de renda ou perspectivas de retorno.

A ECONOMIA DA CULTURA
É reconhecida a importância da atividade cultural para a sensibilidade e pensamento crítico de um povo. Porém, só recentemente a sociedade brasileira tem reconhecido a importância do Setor Cultural e das Indústrias Criativas na economia, no desenvolvimento social e na geração de renda do país.
Estes setores representam 4,1% do PIB do Estado do RS e 3,11% do PIB do país, empregando 7,5 milhões de trabalhadores, e tem crescido. No RS gera mais de 400 mil empregos diretos. Tais números superam os da indústria automobilística, calçadista e aproximam-se do segmento da construção civil. Indiretamente, o setor emprega vários profissionais relacionados aos eventos, como por exemplo, na limpeza, alimentação, segurança, transporte e hospedagem entre outros. Segundo a FGV, para cada real empregado em renúncia fiscal volta R$1,60 para o caixa dos governos.
Sendo assim, reivindicamos medidas de incentivo e proteção à cultura, fundamentais para o sustento de trabalhadores e empresas, especialmente num momento como o que estamos vivendo. A cadeia produtiva da cultura precisa ser vista como uma atividade econômica significativa, que contribui com valores relevantes em impostos para o Estado.
A paralisação devido a esta catástrofe ambiental não impacta apenas a vida dos profissionais do setor musical, mas irá repercutir no âmbito sociocultural e econômico das cidades como um todo, já que a música é um elemento fundamental na vida cotidiana, presente nos momentos de socialização, educação, saúde mental e física, e no entretenimento.

QUEM SOMOS & QUEM REPRESENTAMOS
Diante deste quadro, surgiu a iniciativa de um amplo grupo de trabalhadores do setor da música do Rio Grande do Sul, de criar um coletivo de enfrentamento de crise em âmbito estadual, nacional e internacional, denominado RS Música Urgente. Assim, o coletivo está empenhado em diagnosticar, planejar e elaborar propostas e estratégias de ações, em constante diálogo com o poder público nas instâncias municipais, estaduais e federal, com a sociedade civil, bem como agentes internacionais, embaixadas e consulados com representação no Brasil.
Para essa finalidade, foram criados grupos de trabalho específicos, que operam em conjunto. Buscamos viabilizar propostas emergenciais de políticas públicas para a cadeia produtiva da música, enquanto durar o estado de calamidade, através de medidas urgentes, eficazes e concretas. Desta forma, podemos em conjunto propor e realizar ações estruturantes deste setor duramente atingido, visando a reconstrução a curto, médio e longo prazo. Simultaneamente, como forma de embasar ações e projetos, o movimento realiza um mapeamento abrangente do setor da música, buscando reunir e condensar os diversos mapeamentos, em curso ou já realizados. Além disso, buscamos arrecadar e distribuir donativos para os colegas mais necessitados.

MENSAGEM FINAL
Diante do cenário de um estado devastado pela tragédia ambiental, além de agradecermos ao povo brasileiro e a todas as mobilizações internacionais vindas para nosso Estado, queremos que os partidos, os políticos eleitos e os gestores públicos em todas as esferas comprometam-se fielmente não só em enxergar o nosso setor da cultura como uma área vital à sociedade e à economia, mas também em estabelecer compromissos reais em relação ao meio ambiente, para que tragédias como esta não voltem a ocorrer.

Parar não é uma opção. Confiança e Fé.

sexta-feira, 24 de maio de 2024

TEM PROSA BUENA NO PROGRAMA GENTE GAÚCHA

Depois de um breve hiato por conta das consequências da enchente, está de volta o Programa Gente Gaúcha, com uma edição "loca de especial". 
Com 120 minutos de duração, o PGG é constituído de quatro invernadas (blocos), com pelo menos um tema em destaque em cada uma delas. 

Na primeira invernada, como de costume, tem o espaço para as vozes femininas do nativismo gaúcho. 

A segunda invernada marca o retorno do Quadro Prosa Buena, cujo entrevistado é o cantor e compositor Cristiano Quevedo que falará sobre o videoclipe com a nova versão em língua espanhola para a música Contraponto, de sua autoria.

A terceira invernada é dedicada totalmente ao Quadro Ronda dos Festivais, que traz as informações mais recentes sobre o nativismo gaúcho e seus personagens, bem como uma atualizadíssima Agenda Nativista.

E na quarta e derradeira invernada, o programa repercute o 1º Balseiros da Canção Nativa, informando o resultado e rodando as músicas premiadas.     
A trilha sonora desta edição do Programa Gente Gaúcha é emoldurada pelo talento dos seguintes artistas:
ZEZINHO E GRUPO FLOREIO
SU PAZ
MARINÊS SIQUEIRA
LEONARDO
GRUPO RENASCENÇA
CRISTIANO QUEVEDO
LUCÍA CHAPPE
DUO COPLA ALTA
OS TIRANOS
JOCA MARTINS
LUIZ MARENCO
MARCELO OLIVEIRA
ITACIR VIEIRA DA SILVA
RICARDO OLIVEIRA
CÍCERO FONTOURA
PIRISCA GRECCO

A partir desta edição o Programa Gente Gaúcha, passa a ser veiculado também na Rádio Som da Serra, da cidade de Campestre da Serra/RS. 
Ao novo parceiro Lusa Maidana, administrador da Rádio Som da Serra, enviamos nosso sincero muito obrigado por disponibilizar um espaço na sua emissora para que possamos divulgar e valorizar a arte e a cultura do garrão do Brasil.
Dito isso, anunciamos que a edição para o período de 25 a 31 de maio, já pode ser conferida pelos ouvintes das emissoras parcerias e também no canal Chasque Gaúcho, no Youtube.

A seguir, informamos a relação das rádios parceiras com seus respectivos links, dias e horários de veiculação do Programa Gente Gaúcha.  É só clicar numa delas e "se palanqueá na escutância"!  
Bom divertimento e obrigado pela audiência.

Amizade FM 87.9 - Foz do Iguaçu/PR - Domingo: 8h
https://www.radioamizadefoz.com.br/
Ampére AM 1460 - Ampére/PR - Domingo:14h15m
https://www.radioampere.com.br
Araucária FM 104.9 - São José Ouro - Sábado:6h     
https://www.araucaria.radio.br/
Aragana Web - Porto Alegre - Domingo: 7h - Segunda-feira: 20h
Bagual.com - Blumenau/SC - Sábado:14h
https://www.radiobagual.com
Cadeira Cativa - Santo Ângelo - Domingo: 5h
https://www.radios.com.br/aovivo/radio-web-cadeira-cativa/186227#google_vignette
Campeiro FM - Cruzeiro do Sul - Sexta:19h
https://www.campeirofm.com
Campereada do Sul - Rodeio Bonito - Domingo:20h
https://www.radios.com.br/aovivo/radio-campereada-do-sul/205594
Campo Afora – Santo Antônio da Patrulha - Domingo: 15h
Campos Neutrais - Santa Vitória Palmar - Terça:20h -Quinta:10h - Sábado:6h
https://www.radios.com.br/aovivo/radio-campos-neutrais/64557#google_vignette
Canal 8 FM 104,9 - Mariópolis/PR - Sábado: 17h
Chasque Gaúcho - Guaramirim/SC - Sempre no Youtube
Chimarrão - Caxias do Sul - Domingo:8h
Cidade Web - Tangará da Serra/MT - Domingo:8h e 14h
https://www.cidadetangarafm.webradios.net
De Pátria Querência - Parobé - Sábado - 17h - Terça-feira - 19h30
https://www.radiodepatriaequerencia.com.br
Dumassa FM 98,5 - São Borja - Segunda:11h
https://radiosaovivo.online/play/web-radio-dumassa
Embalo Jovem - Goioxim/PR - Terça:17h
https://radioembalojovem.com.br/
Fidelidade FM 104,9 - Cambará do Sul - Domingo:10h - Segunda:14h
https://www.fidelidadefm.com.br
Fronteira Sonora - Passo Fundo - Terça: 20h - Quinta: 20h
https://www.fronteirasonora.com.br
Fronteira.Web - Jaguarão - Sábado 18h - Terça: 18h
https://www.radiofronteiraweb.minharadio.fm
Fundo da Grota - Camboriú/SC - Sábado:8h
https://www.fundodagrota.com
Gaudéria – Palhoça/SC - Terça:12h e 22h
https://www.radiogauderia.com.br/
Genuína - Cruz Alta - Domingo - 8h30m e 17h - Quarta:20h
https://www.radiogenuina.com.br
Itapuã FM 87.9 – Viamão - Domingo:12h
http://www.radioitapuaviamao.com
M'Ysa – Ijuí - Sábado:12h
https://mysa.webradiosite.com
Maria Rosa FM 104.9 - Curitibanos/SC - Segunda: 20h
http://www.mariarosa.fm.br/
Nossa Web Radio - Santo Augusto - Domingo:11h
https://www.nossawebradiosantoaugusto.com
Pampa Nativo - São Miguel do Oeste/SC - Domingo:8h
https://radiopampanativo.online/app/index.html
Pampeana - Chapecó/SC - Segunda:15h - Sexta:11h
https://www.radiopampeana.com.br
Papareia – Balneário Cassino – Rio Grande/RS - Sábado:8h30
https://papareia.radio.br/
Pátria Gaúcha - Itajubá/MG - Segunda:22h
https://www.radiopatriagaucha.com.br
Periquitos Web - Carazinho - Domingo:18h - Quarta-feira - 17h
https://www.radioperiquitos.com.br
Portal da Tradição - Passo Fundo - Domingo:18h
https://www.portaldatradicaopf.com/
Querência Farrapa – Viamão - Domingo: 6h
https://www.radioquerenciafarrapa.com.br/inicial#
Rio Grande Digital - Sapiranga -  Sábado:7h30 - Terça:19h30min
https://www.radioriograndedigital.com/
Seminário Web - Chapecó/SC - Sábado: 18h - Domingo: 10h
Som da Serra - Campestre da Serra
Terra Gaúcha - Santa Cruz do Sul - Sexta: 10h
https://www.radioterragaucha.com.br
Terra Nova Digital - São Francisco de Assis - Domingo: 10h
https://www.radioterranovadigital.com.br/ 
Tio Prenda - Florianópolis/SC - Sábado:10h
https://www.tioprenda.net
Tropeiros - Curitibanos - Domingo:15h
https://www.radiotropeiros.com/
Upacaraí AM 1330 - Dom Pedrito - Sábado:13h
https://www.radioupacarai.com.br
Voz da Querência - Canoas - Domingo:15h
https://www.vozdaquerencia.com.br
Vozes do Sul - Canoas - Sábado - 10h - Domingo:10h
https://www.radiowebfmvozesdosul.com.br
WWG - Jaraguá do Sul/SC - Sábado: 20h - Domingo:20h
https://www.radiowwg.com 

LEVANTA MEU GALPÃO - SHOW-BAILE BENEFICENTE


Todos convidados para prestigiarem o Show-Baile Levanta Meu Galpão, que acontecerá na quarta-feira, 29 de maio, véspera de feriado, a partir das 21 horas, no CTG Pousada da Figueira, situado no bairro Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre.
Os ingressos estão sendo comercializados a R$ 50,00 por pessoa.
O valor arrecadado reverterá em favor da reconstrução das entidades tradicionalistas prejudicadas pelas enchentes do mês de maio.
Grandes nomes da música gaúcha já tem participações confirmadas:
GAÚCHO DA FRONTEIRA
LUIZ MARENCO
LUIZA BARBOSA
THOMAS MACHADO
TCHÊ GURI
MUSICAL JM

Informações: (51) 993.723.061.

quinta-feira, 23 de maio de 2024

30ª SAPECADA - DOMINGO, SEGUNDA E TERÇA, EM LAGES/SC

30ª Sapecada da Canção Nativa
acontecerá nos dias 26, 27 e 28 de maio, no Parque de Exposições Conta Dinheiro, durante a realização da 34ª Festa Nacional do Pinhão, na cidade de Lages/SC.

No domingo, 26, apresentam-se as 16 músicas classificadas na 22ª Sapecada da Serra Catarinense, equivalente a uma etapa regional, exclusiva para letristas e melodistas  catarinenses.    
As composições premiadas em 1º, 2º e 3º lugares e a Mais Popular nesta fase, estarão classificadas para a grande final, programada para a noite de terça-feira, 28 de maio.  

Comissão Avaliadora da 30ª Sapecada
Antes disso, na segunda-feira, 27, subirão ao palco as 16 canções concorrentes na 30ª Sapecada da Canção Nativa. 
Deste universo a comissão avaliadora, formada por Adriano Alves, Anomar Danúbio Vieira, Gabriel Maculan, Gustavo Teixeira, Loma Pereira, Luciano Maia e Ricardo Oliveira, elegerão 12 músicas para retornarem ao palco do festival, na terça-feira, 28, na condição de finalistas da 30ª Sapecada.     
 
A grande final contará com 16 canções concorrendo em igualdade de condições à premiação do festival, sendo 12 da 30ª Sapecada da Canção Nativa e 04 oriundas da 22ª Sapecada da Serra Catarinense.   

Confiram a seguir, as ordens de apresentação, os autores e os intérpretes da músicas concorrentes nas duas etapas classificatórias:

22ª SAPECADA DA SERRA CATARINENSE
Domingo - 26 de maio - 20h30min
1. PRA QUEM SE CRIOU FORQUILHA
Ritmo: Chamamé
Letra: Leandro Sutil
Melodia: Leandro Pereira Sutil
Interpretação: Leandro Marques
2. O QUE SOMOS NÓS
Ritmo: Milonga
Letra: Osmar Ransolin
Melodia: Arthur Mattos
Interpretação: Arthur Mattos
3. PIXURUM DE ESQUILA
Ritmo: Chamamé
Letra: Aldo Martins Neto
Melodia: Adilson Oliveira
Interpretação: Beto Ventura
4. PRA ROUBAR-TE O BEIJO
Ritmo: Chamamé
Letra: Lucas Cassiano de Oliveira
Melodia:  Lucas Cassiano de Oliveira
Interpretação: Lucas Soares
5. TROPEANDO PRO MERCADO VELHO
Ritmo: Toada
Letra: Iradi Rodrigues
Melodia: Daniel Silva
Interpretação: Daniel Silva
6. O VELHO CARRO DE BOI
Ritmo: Moda de Viola
Letra: Rafael Puerta
Melodia: Arthur Boscato
Interpretação: Rafel Puerta e Arthur Boscatto
7. SILVANO
Ritmo: Chamarra
Letra: Arthur Almeida/Fabrício Costa
Melodia: Arthur Almeida
Interpretação: Artur Almeida e Charlinho Sartore
8. ASSIM SE FAZ O ENTREVERO
Ritmo: Vaneira
Letra: Sandoval Machado/Isadora Martini
Melodia: Sandoval Machado/Itacir Vieira da Silva
Interpretação: Itacir Vieira da Silva
9. RANCHITO
Ritmo: Milonga
Letra: Ygor Borges
Melodia: Ygor Borges
Interpretação: Marlus Pereira
10. NO PESQUEIRO DAS TRAÍRAS
Ritmo: Zamba
Letra: Aldo Martins
Melodia: Ingrid Dors
Interpretação: Ricardo Bergha e Artur Almeida
11. CAMINITOS DO MEU TEMPO
Ritmo: Chamamé
Letra: Juan Daniel Isernhagen
Melodia: Sérgio Boscato
Interpretação: Índio Ribeiro
12. BAILE DE CAPELA
Ritmo: Vaneira
Letra: Clodoaldo Pereira
Melodia: Leandro Sutil
Interpretação: Leandro Marques
13. ARAUCÁRIA
Ritmo: Milonga
Letra: Rafael Puerta/Arthur Boscato/José Luiz Amorim
Melodia: Rafael Puerta/Arthur Boscato
Interpretação: Trio Rédea Solta
14. SEU ANTUNES
Ritmo: Chamarrita
Letra: Arthur Mattos
Melodia: Arthur Mattos
Interpretação: Arthur Mattos
15. AROMAS DE SAUDADE
Ritmo: Milonga
Letra: Arthur Almeida/Dudu Marafigo
Melodia: Ingrid Dors
Interpretação: Ricardo Bergha
16. DE QUEM TEM CHÃO PRA CANTAR
Ritmo: Xote
Letra: Ramiro Amorim
Melodia:  Daniel Silva
Interpretação: Beto Ventura e Daniel Silva

30ª SAPECADA DA CANÇÃO NATIVA
Segunda-feira, 27 de maio - 20h30min
1. CORDEONA
Ritmo: Chamarra
Letra: Vitor Lopes Ribeiro
Melodia: Kayke Mello
Interpretação: Kayke Mello
2. O NÃO DE DENTRO DO SIM
Ritmo: Milonga
Letra: Matheus Bauer
Melodia: Lucas Gross
Interpretação: Joca Martins

3. MILONGA MARCADA PELAS FRONTEIRAS
Ritmo: Milonga Arrabalera
Letra: Martim César 
Melodia: Maykell Paiva

Interpretação: Dante Ledesma e Pirisca Grecco

4. RETALHO
Ritmo: Milonga
Letra: Otávio Lisboa
Melodia: Marcelo Oliveira

Interpretação: Marcelo Oliveira

5. TERRA NOS OLHOS
Ritmo: Milonga
Letra: Matheus Bauer/Gujo Teixeira 
Melodia: Ricardo Bergha
Interpretação: Ricardo Bergha

6. CORTANDO OS MARCOS DA LINHA
Ritmo: Chacarera
Letra: Diego Muller
Melodia: Érlon Péricles

Interpretação: Maria Alice

7. PÁGINA VIRADA – A RELEITURA
Ritmo: Milonga
Letra: Osmar Proença
Melodia: Osvaldo Vieira
Interpretação: Jorge Borges, Fabiano Bacchieri e Rogério Melo

8. AMARO, NORICO E LÉCO
Ritmo: Chamarra
Letra: Francisco Brasil
Melodia: André Teixeira

Interpretação: André Teixeira

9. QUANDO AMANHECE NA ESTÂNCIA
Ritmo: Chamarra
Letra: Henrique Fernandes
Melodia: Felipe Goulart

Interpretação: Juliano Moreno e Pirisca Grecco

10. CHAMARRITA DE POUCA PROSA
Ritmo: Chamarrita
Letra: Otavio Lisboa/Jari Terres
Melodia: Jari Terres

Interpretação: Jari Terres

11. VERSO DE BARRO
Ritmo: Chamarra

Letra: Rafael Ferreira/Marcelo Mendes
Melodia: Mauro Silva
Interpretação: Lucas Gross e Mauro Silva
12. BAIO KILERO

Ritmo: Milonga
Letra: Evair Gomez
Melodia: Juliano Gomes

Interpretação: Fabiano Bacchieri e Joca Martins

13. DAS COPAS
Ritmo: Milonga
Letra: Fabio Maciel
Melodia: Jorge Dias

Interpretação: Marcelo Oliveira, Rogério Melo e Jorge Borges

14. A LUZ DO HOMEM
Ritmo: Valsa
Letra: Lisandro Amaral
Melodia: Odair Teixeira 
Interpretação: Lisandro Amaral e Quarteto Coração de Potro

15. TROPILHA DE CORREDOR
Ritmo: Milonga
Letra: José Mauricio Rigon
Melodia: Lucas Gross

Interpretação: Mauro Silva e Lucas Gross

16. CORDIONITA
Ritmo: Chamarra
Letra: Rogério Villagran
Melodia: Mauro Silva/Ricardo Comassetto

Interpretação: André Teixeira e Ricardo Bergha

MAIS DUAS IMPORTANTES AÇÕES SOLIDÁRIAS

Prosseguindo com a divulgação das ações beneficentes que estão sendo realizadas no Rio Grande do Sul, destacamos mais duas iniciativas que merecem nossa atenção e engajamento.

A primeira atividade é o AJUDA ENCRUZILHADA, espetáculo que promete uma noite de música e solidariedade.


Com participações confirmadas de diversos artistas (confere no banner), o evento acontecerá nesta sexta-feira, 24 de maio, a partir das 20 horas, no Salão de Festas do Clube do Comércio, em Encruzilhada do Sul. O ingresso custa somente R$ 15,00 + 1kg de alimento não perecível.  As entidades organizadoras disponibilizaram um Código QR para aquele que puderem realizar doações via PIX.  Todo o valor arrecadado na portaria, na copa e pelo PIX será revertido em prol das famílias atingidas pelas enchentes no RS. 
Haverá transmissões ao vivo pelo Youtube e pelo Facebook.  

A outra promoção que enfatizamos é o evento intitulado ACORDES DE ESPERANÇA, que acontecerá na segunda-feira, dia 03 de junho, a partir das 19 horas.  
Trata-se de um LEILÃO SOLIDÁRIO com transmissão ao vivo pela internet, através do Youtube, pelos canais da Boqueirão Remates e do cantor Joca Martins, e também pelo perfil do Repórter Farroupilha Giovani Grizotti no Facebook. 
Todos os lances do leilão serão revertidos em favor dos profissionais da música que foram afetados pela terrível enchente que dizimou grande parte do RS.  

Reforçamos o convite para que vocês participem destas duas atividades.

Caso não seja possível, pelo menos compartilhem essa postagem com amigos e familiares.  
Antecipadamente agradecemos a parceria.  

quarta-feira, 22 de maio de 2024

MORRE O MÚSICO OSMAR CARVALHO

O universo da música regional gaúcha perdeu um de seus mais destacados integrantes.  Faleceu na noite de terça-feira, 21 de maio, o músico e compositor Osmar Carvalho. Ele tinha 78 anos de idade.
Exímio violonista, Osmar Carvalho granjeou reconhecimento e prestígio no cenário rio-grandense, notadamente nos festivais nativistas, nos quais obteve inúmeras premiações como instrumentista. Na função de compositor, igualmente respeitado, tem canções registradas em disco nas vozes de grandes intérpretes gaúchos, dentre os quais José Cláudio Machado, João de Almeida Neto, Flávio Hansen entre outros. No festivais nativistas, conquistou troféus de Primeiro Lugar em mais de 60 mostras competitivas, dentre as quais a Califórnia de Uruguaiana, Carijo de Palmeira das Missões, Reponte de São Lourenço do Sul, Coxilha de Cruz Alta, Tertúlia de Santa Maria, e outras tantos. 
Professor de Violão Clássico e Popular, lecionou por mais de 35 anos, período durante o qual teve o privilégio de ter grandes alunos, dentre os quais Yamandu Costa, consagrado atualmente como um dos maiores violonistas do mundo.
Ao lado de talentosos colegas, Osmar foi um dos precursores do Dueto de Violões em festivais nativistas.
Violonista profissional há 40 anos, Osmar Carvalho nasceu em 24 de abril de 1946, na cidade de Bagé.

Nossas condolências e um fraterno abraço a seus familiares. 

terça-feira, 21 de maio de 2024

CONTRAPUNTO: VERSÃO EM ESPANHOL DE UM SUCESSO GAÚCHO

Em meados do mês de maio, todas as plataformas digitais passaram a rodar a mais recente versão, em língua espanhola, da música Contraponto, uma das composições mais conhecidas do público consumidor de música regional gaúcha.
  Com letra de Paulo de Freitas Mendonça e melodia de Cristiano Quevedo e Fabiano Bacchieri, a milonga, intitulada Contrapunto no videoclipe, tem a interpretação de um de seus autores, o cantor gaúcho Cristiano Quevedo, acompanhado de nomes de projeção no cenário da música folclórica uruguaia: a jovem cantora Lucía Chappe e o Duo Copla Alta, formado pelos músicos Néstor Moreno e Alejandro Silvera.

Quevedo, Duo e Lucía no set de filmagem.
O convite para Quevedo participar do clipe, partiu da produtora dos artistas uruguaios, a igualmente uruguaia Andrea Navas, que numa de suas andanças pelo Rio Grande do Sul, conheceu e passou a admirar o trabalho de Cristiano, especialmente a música Contraponto.
 Quando Andrea projetou a gravação de um vídeoclipe com seus representados, a música Contraponto e o nome de Cristiano Quevedo emergiram como componentes indispensáveis.   

A oportuna junção destes brilhantes artistas em favor da música, simboliza uma reafirmação do folclore, mas acima de tudo, a união de dois países muito semelhantes, culturalmente falando.

Artistas em um dos cenários do clipe.
Além da notória qualidade musical e do inegável talento dos intérpretes, o clipe oferece lindas imagens captadas no deslumbrante parque temático Pueblo Gaucho, situado em Punta Del Este, e também na bonita Cabanha Renascer, de Maldonado.

Com grande aceitação pelos internautas, o vídeo clipe de Contrapunto já alcançou a esplêndida chancela de 30 mil visualizações em apenas 5 (cinco) dias de exibição no Youtube.
Parabéns a todos os envolvidos na produção deste magnífico trabalho, em especial aos intérpretes Cristiano Quevedo, Lucía Chappe e Duo Copla Alta.

Pra conferir o excelente videoclipe de Contrapunto, basta clicar no link abaixo:
 

As estrelas do videoclipe:

DUO COPLA ALTA:
 
Dupla folclórica formada por Néstor Moreno e Alejandro Silvera, ambos nascidos em Santa Clara del Olimar/UY.
Desde que iniciaram sua carreira musical, há 20 anos, eles têm se destacado e conquistado o público por seu estilo autêntico e sua paixão pela música.
Com sua habilidade de misturar gêneros tradicionais com ritmos modernos, o Duo conseguiu criar sua própria marca no cenário do folclore uruguaio.
 


LUCÍA CHAPPE:  
Cantora e compositora de raiz folclórica. Natural de  Sarandí Grande, Flórida/UY.
Ainda muito jovem, integrou diversos grupos musicais, até iniciar sua carreira solo, em 2020.
Aos poucos a mídia abriu as portas para divulgar seu trabalho, que acabou  chegando ao povo através das festas populares do país. Nos seus espetáculos Lucía apresenta diferentes ritmos folclóricos, alegres, dinâmicos e para toda a família. Além disso, tem participado em festivais de folclore, nos quais frequentemente conquista premiações.
Já se apresentou na europa, em diversas penhas no Uruguai e do importante Festival Folclórico de Cosquin, na Argentina, no ano de 2023.
Trabalhando bastante e ganhando experiência de palco, a jovem cantora dedica-se atualmente à divulgação de seu primeiro disco e ao preparo de uma turnê internacional por Espanha e Portugal, ainda em 2024.
Lucía Chappe se mostra como uma promessa do folclore uruguaio. 

CRISTIANO QUEVEDO:
  
Cantor e compositor, natural de Piratini/RS. Personagem de destaque no cenário da música regional gaúcha, Cristiano Quevedo é um dos mais populares e conceituados artistas do Rio Grande do Sul. Participante ativo dos festivais nativistas, já foi premiado na maioria deles. Com 30 anos de uma bem sucedida carreira e 16 discos gravados, Quevedo entrega uma significativa contribuição à cultura sulina. É autor e intérprete de diversas canções famosas, notadamente Gaúcho Coração e a própria Contraponto.  Além de cantor ele é ator, comunicador de rádio e apresentador de TV.
Dotado de grande caráter e de indiscutível competência, Cristiano Quevedo tornou-se uma referência no ambiente artístico-musical rio-grandense.


CONTRAPONTO: A ORIGEM
A música Contraponto foi gerada no festival temático Manancial da Canção, realizado em Piratini, em 1º de maio de 1995, há 29 anos, portanto.
A partir de um tema proposto pela organização do evento, o poeta Paulo de Freitas Mendonça escreveu a letra e a entregou para o compositor Cristiano Quevedo que, por sua vez, convidou seu amigo, também músico, Fabiano Bacchieri, para ser parceiro na melodia. 
Em pouco tempo a obra estava pronta para ser apresentada no palco do festival. Acabou conquistando o primeiro lugar.
Três anos depois, Contraponto foi inscrita e classificada no 5º Cirio – Canto Interuniversitário Rio-grandense, realizado em Pelotas no ano de 1998. Naquele palco, ela conquistou o troféu de Mais Popular, tendo na interpretação a trinca de cantores formada por Cristiano Quevedo, Jari Terres e Fabiano Bacchieri.  Está registrada na faixa 4 do CD. 
Após o festival, Contraponto foi regravada pela primeira vez pelo próprio Quevedo no seu disco solo intitulado Destinos, lançado em 1998. Com o transcorrer do tempo, outros artistas e grupos musicais importantes no universo da música gaúcha e sul americana, igualmente registraram a bonita milonga em seus trabalhos. Casos de: Pepe Guerra, Grupo Querência, Buenas e M’Espalho, Os Mateadores, Grupo Estação Fandangueira, Tchê Barbaridade, entre outros. 
Contraponto já pode ser considerada como um clássico da música nativista do RS. 
Cristiano Quevedo jamais deixou de interpretar Contraponto em seus espetáculos musicais, pois ela representa uma espécie de cartão de visitas que ele entrega com carinho para seu público.  



Fotos: Divulgação/Andrea Navas