TOTAL DE ACESSOS

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

CONCORRENTES: POESIA DO ANO E MÚSICA DO ANO

Dando seguimento às nossas postagens inerentes ao Troféu Destaques dos Festivais 2020, apresentamos aos nossos leitores, a relação das músicas e das poesias que concorrem aos troféus de Música do Ano e de Poesia do Ano.
As vencedoras dessas duas modalidades serão definidas por uma comissão avaliadora, cujos integrantes já foram anunciados aqui no blog. 

POESIA DO ANO e a MÚSICA DO ANO serão conhecidas nos primeiros dias de janeiro/2021, tão logo sejam definidas pelos avaliadores. 
Ao todo são 07 poemas e 22 canções, que conquistaram a premiação de Primeiro Lugar  nos festivais realizados no ano de 2020.

Troféu Destaques dos Festivais 2020
Categoria: POESIA DO ANO:
Poemas Concorrentes: 

1. O LENÇO DESBOTADO DO GINETE         
Festival:  Rodeio de Poesias 2020 – Vacaria
Autor: Rodrigo Bauer
Declamador: Pedro Junior da Fontoura
Amadrinhadores:   Maykel Paiva/Pedro Kaltbach
2. SEXTINAS DE NOITE ADENTRO                
Festival: 6º Esteio da Poesia Gaúcha                        
Autor: Moisés Silveira de Menezes
Declamador:   Romeu Weber      
Amadrinhador: Mario Tressoldi
3. LOUCO DE ATAR
Festival: 6ª Tertúlia da Poesia
Autor:  Carlos Omar Villela Gomes
Declamador:  Pedro Junior da Fontoura
Amadrinhador:  Djonata Faquini
4. CAMPO ABERTO
Festival:  1º Adelante do Verso – Alvorada
Autor:  Cândido Brasil
Declamador: Cândido Brasil
Amadrinhador: Matheus de Souza              
5. O SACRIFÍCIO
Festival:  3º Sinos do Verso Gaúcho
Autor: Maximiliano Alves de Moraes
Declamador: Vitor Lopes Ribeiro
Amadrinhador: Alexandre Souza                 
 6. VERSEJADORES
Festival: 1ª Florada de Versos – Blumenau/SC
Autor:  Vitor Lopes Ribeiro
Declamadora: Paula Stringhi
Amadrinhador: Kayke Mello                        
7. ENTRE O ABAJUR E O ESPELHO              
Festival: 1º Unidos Pela Tradição – Tapejara
Autor: Paulo Ricardo Costa
Declamadora: Bibiana Baraboza Alves    
Amadrinhadores: Chalise Bandeira/Pedro Patron

Categoria MÚSICA DO ANO:
Canções Concorrentes:

1. O PRIMEIRO ROMANCE                                             
Festival: 12º Cante uma Canção em Vacaria - Vacaria
Autores: Sérgio Carvalho Pereira/Cristian Camargo
Interpretação:  Luiza Barbosa
2. DÉCIMA PARA UM PALANQUE                                  
Festival: 1º Cordeiraço da Canção Nativa – Santa Margarida do Sul      
Autores: Osmar Proença/Odvaldo Vieira/Arthur Leal  
Interpretação:  Gabriel Jardim
3. AH! MEU RIO                                                              
Festival: 1º Canto Estancieiro – Santo Augusto
Autores: Rômulo Chaves/Vani Veira/João Quintana Vieira
Interpretação: João Quintana Vieira
4. PITANDO                                                                     
Festival:  18º Acampamento da Canção Nativa – Campo Bom
Autores: Francisco Brasil/André Teixeira
Interpretação: André Teixeira
5. NESTES TEMPOS DE SILÊNCIO
Festival: 1ª Ronda Virtual da Canção – Porto Alegre
Autores: Juliano Santos/Kayke Mello
Interpretação: Kayke Mello 
6. CINCERRO DA MINHA TROPILHA
Festival: 2º Saleiro da Canção Virtual - Alegrete
Autores: Marcelo Mendes/Mauro Silva
Interpretação: Marcelo Mendes e Mauro Silva                                                      
7. DAQUELE ABRAÇO
Festival: 1ª Redomona da Canção Virtual – Candelária
Autores: Matheus Costa/Alex Har
Interpretação:  Alex Har 
8. RECANTO DO SABIÁ
Festival: Cantos de Nossa Terra – Santo Antônio da Patrulha
Autor: Leandro Viola
Interpretação: Leandro Viola 
9. LIBERDADE                                                                 
Festival: 1º Canto Tropeiro - Canguçu                           
Autores: Otávio Severo/Raineri Spohr
Interpretação:  Raineri Spohr 
10. ALMA ESTANCIEIRA                                                  
Festival: Cante e Encante Seu CTG 2020 - Porto Alegre
Autores: Flávia Nogueira/Leandro Berlesi
Interpretação: Leandro Berlesi 
11. PALAVRA DO VELHO BLAU
Festival: 27ª Tertúlia Nativista - Santa Maria
Autores: Carlos Omar Villela Gomes/ Arison Martins  
Interpretação: Ângelo Franco 
12. DE FREIOS E REBENQUES                                         
Festival: 5ª Monta da Canção Nativa - Santa Vitória do Palmar
Autores: Mario Amaral/Vani Vieira
Interpretação: João Quintana 
13. PEALADOR                                                                
Festival: 12º Canto Farroupilha - Alegrete                    
Autores: Leandro Benedetti/Gabriel Jardim                  
Interpretação: Gabriel Jardim e André Teixeira 
14. NUM DOMINGO DE ESPERA                                    
Festival: Expocanto 2020 – Arroio Grande
Autores: Matheus Ávila/Sandro Campelo
Interpretação: Sandro Campelo 
15. DO AMOR                                                                 
Festival: 34ª Moenda da Canção – Santo Antônio da Patrulha
Autores: Edilberto Teixeira/André Teixeira
Interpretação: André Teixeira e Fernanda Lopes 
16. A VIDA EM MINHAS MÃOS
Festival: 9º Canto de Luz – Ijuí
Autores: Alessandra Souza/Tulio Souza/Diogo Matos
Interpretação: Analise Severo 
17. ARMADURAS
Festival: 16º Canto da Lagoa - Encantado
Autores: Diego Muller/Rodrigo Maia
Interpretação: Pirisca Grecco 
18. SEBASTIANA
Festival: 35º Ponche Verde da Canção Gaúcha – Dom Pedrito
Autores:  Gujo Teixeira/André Teixeira
Interpretação: André Teixeira 
19. NO OLHAR DE OUTRAS JANELAS
Festival: 28º Musicanto Latino Americano – Santa Rosa
Autores:  Martin Cesar/Diego Muller/Carlos Madruga
Interpretação: Grupo Mas Bah 
20. A ESPERAR NA JANELA
Festival: 18º Joãozinho da Ponte – São Gabriel
Autores:  Diego Muller/Felipe Corso/Eron Carvalho/Cristiano Cesarino
Interpretação: Cristiano Cesarino 
21. MILONGA DO AMOR PERFEITO
Festival:  42ª Califórnia da Canção Nativa – Uruguaiana
Autores:  Jaime Vaz Brasil/Zé Alexandre
Interpretação: Zé Alexandre e Grupo Mas Bah
22. AS CASAS FALAM EM PIRATINI
Festival: 8ª Vertente da Canção Nativa
Autores:  Rodrigo Bauer/Juarez Machado de Farias/Marco Aurélio Vasconcellos
Interpretação: Maurício Barcellos

DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2020 - AVALIADORES


A exemplo do que ocorreu em nas edições de 2017, 2018 e 2019,  além diversas  modalidades individuais, Troféu Destaques dos Festivais 2020 elegerá também a POESIA DO ANO e a MÚSICA DO ANO.  

Para esta importante tarefa, foi constituída uma comissão avaliadora, formada por 11 (onze) pessoas dotadas de capacidade, credibilidade e notório conhecimento sobre o cenário cultural e nativista do sul do Brasil. 
Os integrantes da referida comissão, já estão incumbidos de ouvir e analisar criteriosamente cada uma das 22 músicas e das 07 poesias vencedoras dos festivais de 2020.  
A partir da apreciação desse material, os 11 avaliadores apontarão, por ordem de preferência, os 05 melhores poemas e as 05 melhores músicas. 
A comissão organizadora, por sua vez, atribuirá uma pontuação para cada uma das cinco obras destacadas pelos jurados.  O somatório dos pontos definirá a Poesia do Ano e a Música do Ano.
O anúncio das vencedoras ocorrerá aqui mesmo no blog Ronda dos Festivais, em janeiro/2021, tão logo recebamos o resultado das escolhas dos avaliadores. 

A repercussão também acontecerá numa das próximas edições do no programa Ronda dos Festivais,veiculado semanalmente na programação de 53 emissoras de 5 estados brasileiros.  Na oportunidade, serão apresentadas as obras vencedoras, bem como as manifestações de seus autores e intérpretes.
A comissão avaliadora que elegerá a Poesia do Ano e a Música do Ano, está constituída pelos seguintes parceiros:


ADELAR SARAIVA:
Cantor, compositor e ativista cultural no município de Viamão.




CÉSAR OLIVEIRA:
 
Músico, cantor, compositor, comunicador, Adido Cultural do RS, vice-presidente do MTG.












GABRIEL MORAES:
Compositor, cantor e comunicador de rádio e TV, atuando em Cruz Alta/RS.        


                              
IBALDO PEDRA: 
Comunicador e produtor de eventos, de Passo Fundo/RS.



JAIME RIBEIRO: 
Músico, cantor, compositor e comunicador, aquerenciado em Uruguaiana/RS. 

JOSÉ ALBERTO ANDRADE:   
Jornalista e comunicador, atuando na Rádio Gaúcha, de Porto Alegre/RS.

                                 

LÉO RIBEIRO:
Poeta, escritor, blogueiro e conselheiro estadual de cultural.                  


LUIZ MARENCO:                     
Cantor, compositor e deputado estadual.

ODILON RAMOS: 
Poeta, escritor e comunicador de rádio e TV.    Patrulhense de Santo Antônio da Patrulha/RS.


ORISTELA ALVES:    Cantora, musicista e assessora da Secretaria de Cultura de Santa Maria. Uma das vozes marcantes do nativismo gaúcho.


VALTER PORTALETE: 
Poeta, escritor, trovador, acordeonista e comunicador
missioneiro. 



domingo, 27 de dezembro de 2020

ESTES SÃO OS "DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2020"

Buenos dias, gauchada festivaleira.  
Anualmente, nos derradeiros dias do mês de dezembro, o blogue Ronda dos Festivais apresenta aos seus leitores o elenco de agraciados com o TROFÉU DESTAQUES DOS FESTIVAIS. 
Há 22 anos, a tradicional e tão esperada premiação, revela os nomes daqueles poetas, compositores, intérpretes, instrumentistas, declamadores e amadrinhadores que brilham nos palcos do sul do Brasil durante cada temporada de festivais de música e de poesia.   E faremos isso novamente em 2020, apesar das circunstância que marcaram esse ano atípico, com características esperadas para todos nós. Razão pela qual, faz-se necessária uma pequena narrativa sobre o que aconteceu nos últimos 12 meses no cenário do nativismo gaúcho.
Lá no início do ano, aqui mesmo no blogue, projetamos a realização de 50 festivais de janeiro até dezembro. Tal expectativa acabou frustrada, a partir da confirmação oficial de que havia uma pandemia de coronavírus instalada entre nós. Era metade do mês de março, quando a assustadora novidade, obrigou a gauchada a se entocar nos ranchos, assim, de vereda.  As aglomerações de pessoas passaram a ser proibidas, o uso de máscara tornou-se obrigatório e o álcool 70 virou nosso parceiro inseparável.
Estas medidas (necessárias) acabaram por inviabilizar a realização dos festivais nos moldes tradicionais, com presenças físicas de participantes e de plateias.
Diante da impossibilidade de promover eventos presenciais, alguns produtores vislumbraram uma alternativa para a retomada das atividades, qual seja, de promover festivais no formato virtual, transmitidos pelas plataformas que a internet nos oferece.  
A primeira iniciativa neste novo modelo, foi a Ronda Virtual da Canção, lançada no início do mês de abril e realizada na noite de 22 de maio. A transmissão da Ronda, via Facebook, registrou inacreditáveis 140 mil visualizações, um recorde de público, não alcançado por nenhum dos demais certames realizados durante o período pandêmico, de março a dezembro.
Nos meses seguintes, aconteceram mais 18 festivais de música e 05 de poesia, todos no método virtual ou parcialmente virtual.
Os concorrentes adaptaram-se bem ao novo formato que, igualmente, foi muito bem aceito pelo público internauta.
Ao final deste necessário relato, concluímos que, apesar de tudo, no insólito ano de 2020 foram realizados 29 festivais, seis deles no formato tradicional. 
É obvio que iremos, mais uma vez, propagar a relevância dessa “usina de criação poético-musical” formada pelos festivais nativistas, bem como os benefícios que dela resultam.  Este é o principal objetivo do Troféu Destaques dos Festivais, cujos agraciados de 2020 passamos a divulgar a partir de agora.
Antes, porém, é importante deixarmos claros os parâmetros que norteiam desde sempre a nossa iniciativa:
1. Foram considerados 22 (vinte e nove) festivais de Música e 07 (sete) de Poesia em cujos regulamentos estão previstas mostras competitivas, nativistas ou entendidas como tal, com as obras concorrentes determinadas por triagem prévia, apresentadas em placo ou através de transmissões ao vivo;  
2. Não integram esta estatística os festivais de tema, também chamados de “costeiros” ou “de barranca” e as mostras reconhecidas como "etapa local". 
3.  Além dos eventos promovidos no Rio Grande do Sul, foi inserido no levantamento o festival de poemas Florada de Versos, realizado na cidade de Blumenau/SC, em virtude de ter disso um certame com características idênticas aos que ocorrem no RS e por contarem com significativa participação de poetas, declamadores e amadrinhadores gaúchos.
4. Em 2020, foram contempladas duas categorias:  MÚSICA e POESIA;
5. O critério para definição dos Destaques, desde a sua primeira edição, é a cumulatividade, ou seja, a soma dos prêmios conquistados em cada modalidade;
6. As modalidades do TDF foram definidas pelo autor do levantamento, o comunicador e produtor nativista Jairo Reis, num formato de fácil compreensão.
7. Eventuais empates serão resolvidos considerando-se outras premiações que os indicados eventualmente tenham obtido, respeitando-se a representatividade hierárquica do prêmio (Primeiro lugar, segundo, terceiro, e assim, sucessivamente).
8. Os vencedores de cada modalidade receberão um exemplar do Troféu Destaques dos Festivais, oferecido pelo comunicador Jairo Reis e pelo blog Ronda dos Festivais.
9. O ato de entrega dos troféus aos vencedores será realizado num evento para este fim, programado para a cidade de Santo Antônio da Patrulha, em data e local a serem definidos e divulgados oportunamente.

Feitos estes esclarecimentos iniciais, passamos a divulgação dos Destaques, iniciando pela Categoria FESTIVAIS DE POESIA.

Os festivais considerados neste levantamento foram:  
Rodeio de Poesias – Vacaria;
6º Esteio da Poesia Gaúcha – Esteio;
6ª Tertúlia da Poesia - Santa Maria;
1º Adelante do Verso - Alvorada;
3ª Sinos do Verso Gaúcho – São Leopoldo;
1ª Florada de Versos – Blumenau/SC
1º Festival Unidos Pela Tradição - Tapejara

Os DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2020, na categoria POESIA, são os seguintes:

POETA COM MAIS VITÓRIAS:
Nesta modalidade tivemos 07 autores com um troféu de primeiro lugar cada um: Cândido Brasil, Carlos Omar Villela Gomes, Maximiliano Alves de Moraes, Moisés Silveira de Menezes, Paulo Ricardo Costa, Rodrigo Bauer, Vitor Lopes Ribeiro.
Para desempatar esta disputa, levamos em consideração o fato de que apenas um deles conquistou a premiação de terceiro lugar em mais um festival.  
Diante disso, proclamamos que o Troféu Destaque dos Festivais 2020, na modalidade POETA COM MAIS VITÓRIAS, é o jovem VÍTOR LOPES RIBEIRO.
Ele venceu a 1ª Florada de Versos, com o poema “Versejadores”, interpretado pela declamadora Paula Stringhi e pelo amadrinhador Kayke Mello.


MELHOR DECLAMADORA: 
Para elegermos a vencedora desta modalidade, consideramos as duas premiações de Primeiro Lugar Intérprete, obtidas por ela no 6º Esteio da Poesia Gaúcha, com o poema “O Silêncio” (Adão Bernardes/Jadir Oliveira) e na Tertúlia da Poesia, defendendo “Disseram que era Feitiço” (Moisés Menezes).  
Sendo assim, o Troféu Destaques dos Festivais 2020 da modalidade MELHOR DECLAMADORA vai para LILIANA CARDOSO.


MELHOR DECLAMADOR:
Neste quesito, destacou-se aquele que igualmente conquistou duas premiações  de Primeiro Lugar Intérprete  nos seguintws festivais:
- Rodeio de Poesias, defendendo “O Lenço Desbotado do Ginete” (Rodrigo Bauer) 
- 1º Adelante do Verso, com o poema “Um Outro Dia” (Matheus Bauer).  

Dito isto, anunciamos que o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade MELHOR DECLAMADOR vai para PEDRO JUNIOR DA FONTOURA.

 

 




MELHOR AMADRINHADOR:
Neste cenário, 11 (onze) músicos, individualmente ou de forma coletiva, conquistaram o troféu de Primeiro Lugar Amadrinhador. Mas apenas um deles participou também de um poema vencedor.
Sendo assim, podemos anunciar que o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade MELHOR AMADRINHADOR será entregue ao músico ALEXANDRE SOUZA, por sua atuação na poesia “O Sacrifício” (Maxoel Alves de Moraes), classificada em primeiro lugar no 3º Sinos do Verso Gaúcho.

 





DECLAMADOR ou DECLAMADORA COM MAIS PREMIAÇÕES:
Esta modalidade tem como vencedor aquele que além de conquistar dois (2) troféus de Melhor Intérprete e um de 2º lugar Intérprete, ainda defendeu dois poemas classificados em 1º Lugar, um poema premiado em 2º Lugar, uma poesia classificada em 3º Lugar e um poema consagrado como Melhor Conjunto da Obra.
A partir destes indicadores, é justo anunciar que o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade DECLAMADOR COM MAIS PREMIAÇÕES, vai para PEDRO JUNIOR DA FONTOURA.
 






AMADRINHADOR COM MAIS PREMIAÇÕES:
Para apontar o vencedor da modalidade, levamos em conta as premiações obtidas pelo instrumentista, tanto as individuais, quanto as que resultaram de atuações em poemas igualmente premiados.  
Ao final, 18 (dezoito) amadrinhadores credenciaram-se à premiação, mas apenas uma dupla de instrumentistas conquistou o troféu de Melhor Amadrinhador e, ao mesmo tempo, atuou num poema premiado em mais duas modalidades:  2º Lugar Poesia e Melhor Conjunto da Obra.
Isso posto, é correto anunciar que receberá o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade MELHOR AMADRINHADOR, a dupla de músicos formada pelo violonista JOÃO BOSCO AYALA e pelo tecladista NILTON JUNIOR.
Bosco e Junior atuaram no poema “O Silêncio”, de autoria de Adão Bernardes e Jadir Oliveira, no 6º Esteio da Poesia Gaúcha.

POETA COM MAIS PREMIAÇÕES: 
Para definir o agraciado desta modalidade, consideramos, exclusivamente, as conquistas relativas a primeiro, segundo e terceiro lugares nas modalidade Poesia e Conjunto da Obra
Obedecendo esta norma, apuramos que um dos autores conquistou um 1º Lugar Poesia, no 6º Esteio; um 1º Lugar Conjunto da Obra, na 6ª Tertúlia; e um 3º Lugar Conjunto da Obra, no 6º Esteio.
Considerando essas premiações é possível dizer que o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade POETA COM MAIS PREMIAÇÕES vai para MOISÉS SILVEIRA DE MENEZES.



Categoria FESTIVAIS DE MÚSICA:
Eis que chega o momento de revelarmos o elenco de agraciados como Troféu Destaques dos Festivais 2020 na categoria MÚSICA.


AUTOR COM MAIS VITÓRIAS:
Considerando os 3 (três) troféus de 1º Lugar, conquistados no 18º Acampamento
da Canção Nativa
34ª Moenda da Canção e 35º Ponche Verde da Canção Gaúcha, e mais 1 (um) de 2º Lugar na 8ª Vertente da Canção Nativa, é possível anunciar que o Troféus Destaques dos Festivais 2020 na modalidade AUTOR COM MAIS VITÓRIAS vai para as mãos do compositor ANDRÉ TEIXEIRA



 

MELHOR INTÉRPRETE MASCULINO:
Nesta modalidade 17 (dezessete) cantores conquistaram a premiação de Melhor Intérprete, no entanto apenas dois deles atuaram em mais de uma música vencedora:
Gabriel Jardim (12º Canto Farroupilha e 1º Cordeiraço da Canção Nativa) e João Quintana Vieira (1º Canto Estancieiro e 5º Monta da Canção Nativa).
Esgotados os processos de desempate, optamos por considerar o fator longevidade como critério adequado para a definição do vencedor.

Sendo assim, concluímos que o agraciado com o Troféu Destaques dos Festivais 2020 na modalidade MELHOR INTÉRPRETE MASCULINO é o cantor JOÃO QUINTANA VIEIRA.


MELHOR INTÉRPRETE FEMININA:
Nos festivais de 2020, três cantoras foram premiadas como Melhor Intérprete:  
- Luiza Barbosa (12º Cante uma Canção em Vacaria);
- Lú Schiavo (42ª Califórnia da Canção Nativa);
- Marina Dornelles (18º Joãozinho da Ponte).
No entanto apenas uma delas conduziu a canção que defendia ao prêmio máximo do festival.
Seguindo este critério, podemos anunciar que a agraciada com o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade MELHOR INTÉRPRETE FEMININA é a jovem cantora LUIZA BARBOSA.
Ela atuou na música “O Primeiro Romance” (Sérgio Carvalho Pereira/Cristian Camargo).


MELHOR INSTRUMENTISTA:
Pode-se dizer que o vencedor desta modalidade ganhou “de relho abanando”.
Com 4 (quatro) premiações de Melhor Instrumentista obtidas no 1º Canto Tropeiro, 16º Canto da Lagoa, 35º Ponche Verde e na 42ª Califórnia, é legítimo anunciar que o vencedor do Troféu Destaques dos Festivais 2020 na modalidade MELHOR INSTRUMENTISTA é o contrabaixista CARLOS DE CÉSARO.   

 

MELHOR LETRISTA:
Nesta importante modalidade, 22 (vinte e dois) autores foram premiados ao longo
de 2020. No entanto, apenas um destes vates conquistou a premiação em duas oportunidades: no 16º Canto da Lagoa (Armaduras) e no 28º Musicanto (No Olhar de Outras Janelas).
Desta forma, é fácil concluir que o agraciado com o Troféu Destaques dos Festivais 2020 na modalidade MELHOR LETRISTA é o poeta DIEGO MULLER.







MELHOR MELODISTA:
Entre os 17 (dezessete) compositores que conquistaram a premiação alusiva a Melhor Melodia, o nome de um deles se projetou com 2 (dois) troféus conquistados nos festivais: 12º Cante Uma Canção em Vacaria (Sombras que Vivem) e 12º Canto Farroupilha (Canto Lamento)
Sendo assim, anunciamos que o o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade MELHOR MELODISTA, vai para o compositor JULIANO GOMES.

 




INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS:
Nesta modalidadesalienta-se aquele cantor ou cantora que, através de sua interpretação, conduziu a música que defendia ao prêmio máximo do festival.  
A partir dessa premissa, podemos dizer que o vencedor participou de 4 (quatro) canções consagradas com o primeiro lugar:  Pitando (18º Acampamento), Pealador (12º Canto Farroupilha), Do Amor (34ª Moenda), Sebastiana (35º Ponche Verde).
Por esta razão, anunciamos como agraciado com o Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS o cantor ANDRÉ TEIXEIRA.  




AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES:
Por fim, chegamos a derradeira modalidade, que congrega os compositor, de letra ou de melodia, que obtiveram ao longo do ano, o maior número de premiações, considerando-se para isto somente os troféus de Primeiro, Segundo e Terceiro lugares.
Contabilizadas estas conquistas, apuramos que o vencedor levou quatro troféus para casa, sendo três de primeiro lugar e um de segundo lugar, a saber:
1º Lugar - 18º Acampamento da Canção Nativa: Pitando
1º Lugar - 34ª Moenda da Canção: Do Amor
1º Lugar - 35º Ponche Verde da Canção Gaúcha:  Sebastiana
2º Lugar - 8ª Vertente da Canção Nativa: E o Verso Abraça a Cordeona
Os indicadores acima permite-nos conclamar como vencedor do Troféu Destaques dos Festivais 2020, na modalidade AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES é o cantor e compositor ANDRÉ TEIXEIRA

Categorias MÚSICA DO ANO e POESIA DO ANO:
Como procedemos nas três edições anteriores do Troféu Destaques dos Festivais, vamos eleger novamente, em 2020, a POESIA DO ANO e a MÚSICA DO ANO.  
A definição destas duas modalidades, ficará sob a responsabilidade de uma comissão avaliadora, constituída por 11 (onze) pessoas dotadas de conhecimento e capacidade técnica e seriedade, cuja tarefa será ouvir e analisar todas as 29 obras vencedoras e, deste universo, apontar as melhores de 2020.
A referida comissão, cujos nomes serão revelados numa próxima postagem, tem até o dia 10 de janeiro de 2020 para concluir o trabalho de avaliação.
POESIA DO ANO e a MÚSICA DO ANO serão anunciadas nos primeiros dias de janeiro/2021, tão logo sejam definidas pelos avaliadores. 
Aguardem.

Antes de finalizar esta matéria, é nosso dever parabenizar a todos os participantes dos festivais de música e de poesia, de modo especial àqueles que aparecem como agraciados neste nosso humilde, mas importante trabalho de eleger os DESTAQUES DOS FESTIVAIS.
Que as conquistas e o sucesso sejam maiores em 2021.

O resultado do Troféu Destaques dos Festivais 2020, será repercutido no programa Ronda dos Festivais, veiculado atualmente na programação de 53 emissoras de rádio de cinco estados brasileiros.

Lembrando mais uma vez que a confraternização de entrega do Troféu Destaques dos Festivais 2020, acontecerá em Santo Antônio da Patrulha, em data e local a serem definidos e divulgados oportunamente.
Na mesma oportunidade, procederemos também a entrega dos Troféus aos Destaques dos Festivais 2019, cuja atividade de premiação não pode ser realizada, em decorrência das restrições impostas pela pandemia.
Será, portanto, um grande acontecimento, cujo comparecimento de todos se torna imprescindível.

Utilizamos nesta postagem, imagens de autoria de diversos profissionais da fotografia, alguns conhecidos, outros cujos nomes não nos foi possível descobrir.
A todos eles, o nosso agradecimento pela cedência do material.

IMPORTANTE: Em caso de utilização e reprodução parcial ou total das informações constantes nesta postagem, por favor, façam o devido crédito ao seu autor, o comunicador e produtor nativista JAIRO REIS.

FELIZ ANO NOVO !!!