TOTAL DE ACESSOS

quarta-feira, 31 de julho de 2019

33ª MOENDA DA CANÇÃO: DE 16 A 18 DE AGOSTO


Um dos mais representativos festivais de música do Rio Grande do Sul, a Moenda da Canção realiza sua 33ª edição entre os dias 16 e 18 de agosto, juntamente com a 9ª Moenda Instrumental. O evento ocorre no Ginásio Municipal Caetano Tedesco (R. Bolívia, s/nº), em Santo Antônio da Patrulha. A entrada é franca.
Em 2019, o festival recebeu 644 inscrições, das quais, 542 com letra e 102 instrumentais. Na triagem, que ocorreu nos dias 28 e 29 de junho, foram selecionadas as 20 músicas concorrentes. 
O cronograma de apresentação das músicas já foi definido:
Analise Severo e Jean Kirchoff
Serão apresentadas 10 na sexta e 10 no sábado, começando com as instrumentais. No domingo, voltam ao palco as finalistas, escolhidas pela comissão avaliadora formada por André Salazar, Evair Gomez, Jean Kirchoff, Juliana Spanevello e Willian Varela.
A programação também contempla shows nos três dias de festival. 
Kako Xavier
Na sexta, dia 16, o público poderá conferir o espetáculo “A Vida da Gente é Assim”, de Analise Severo e Jean Kirchoff, além de um pocket show de Luiza Barbosa, finalista do programa “The Voice Kids”, da TV Globo. Já no sábado, o evento contará com uma apresentação de flamenco do grupo Alegria de Mi Alma, com alunas da escola Cadica Danças e Ritmos. O encerramento da noite ficará por conta de Kako Xavier e a Tamborada com o show comemorativo aos 25 anos de carreira do músico, iniciados justamente na Moenda.
Joca Martins
Antes de revelar as vencedoras da 33ª Moenda da Canção e 9ª Moenda Instrumental, o haverá o espetáculo de Joca Martins com a “Bailanta do Joca”.
A 33ª Moenda da Canção e a 9ª Moenda Instrumental, realizadas pela MOENDA - Associação de Cultura e Arte Nativa, têm patrocínio de Bottero Calçados, DeMello Incorporações, DaColônia Alimentos Naturais, QualiCôco, Redemac e Corsan. O evento conta com apoio da Prefeitura Municipal de Santo Antônio da Patrulha e financiamento Pró-Cultura RS - Lei de Incentivo à Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Secretaria de Cultura.

Moenda das Mulheres Intérpretes.
Em 32 anos de história, a Moenda da Canção nunca teve tantas mulheres defendendo músicas em seu palco. Neste ano, nove das 16 composições com letra serão interpretadas por elas. O festival, que também proporciona o encontro de músicos e musicistas de todos os cantos de nosso estado e do Brasil, dessa vez reunirá gaúchas da nova geração, como Adrieli Sperandir e Pyetra Hermes, com outras que já têm sua voz marcada nos festivais há muitos anos, dentre as quais Loma Pereira e Maria Helena Anversa.  
Nessas três décadas, mesmo sendo minoria no palco, as mulheres sempre se destacaram na Moenda da Canção. Prova disso é que elas foram premiadas em 14 edições do festival, acumulando prêmios de 1º, 2º e 3º lugares e sendo eleitas as melhores intérpretes em 11 destes 14 anos. Em 2018, por exemplo, um dos destaques do festival foi a cantora e compositora Paola Kirst, que ganhou o Troféu Penduca, de melhor intérprete, garantindo também o 3º lugar com “Abandonada”. A música campeã, “Transbordar”, também foi interpretada por uma mulher, a catarinense Giana Cervi.

Ordem de Apresentação das Músicas Concorrentes:
Sexta-feira – 16/08/2019
Moenda Instrumental:
1. Elo
Gênero: Candombe em 6
Autores: Matheus Alves/Cristian Sperandir
Interpretação:  Matheus Alves/Cristian Sperandir
2. Batata Quente
Gênero:  Choro
Autor: Elias Barboza
Interpretação:  Elias Barboza
Moenda da Canção:
3. Artista
Gênero: Canção
Autores:  Caio Martinez/Adriano Sperandir/Cristian Sperandir
Interpretação: Adriana Sperandir
4. Leva Jeito, Brasileiro!
Gênero: Samba
Autores: Liane Port/Zé Vidal
Interpretação: Loma Pereira
5. Rememorações
Gênero: Valsa
Autores: Sérgio Rojas/Diogo Barcelos
Interpretação: Pyetra Hermes
6. Deli, Cadê Zazá?
Gênero: Marchinha
Autores: Erick Corrêa/Adriano Zuli/Pedro Ribas/Raphael Madruga
Interpretação: Raphael Madruga/Alexandre Cardoso/Erick Corrêa Castro/Gustavo Kraemer
7. Sonho
Gênero: Samba
Autores: Caio Martinez/Adriano Sperandir
Interpretação: Adrieli Sperandir
8. Em Tudo Leio Teu Nome
Gênero: Canção
Autores: Jaime Vaz Brasil/ Diogo Barcelos
Interpretação: Márcia Freitas
9. Aluado
Gênero: Milonga
Autores: Cezar Gomes/Ângelo Franco
Interpretação: Ângelo Franco
10. Menino Brasil
Gênero: Canção
Autores: Guilherme Suman/Thiago Suman/Adriano Sperandir
Interpretação: Adriana Sperandir/Adrieli Sperandir
Sábado – 17/08/2019
Moenda Instrumental:
1. Forasteira
Gênero:  Milonga
Autor: Zoca Jungs
Interpretação: Zoca Jungs
2. Um Novo Dia
Gênero: Polca
Autor: Marcelinho Carvalho
Interpretação: Marcelinho Carvalho
Moenda da Canção:
3. Do Louco Poeta Só
Gênero: Milonga
Autores: Anderson Mireski/Tuny Brum
Interpretação: Tuny Brum
4. A Paixão Não é Simplesmente Maré
Gênero: Bossa
Autor: Ramires Monteiro
Interpretação: Lú Schiavo
5. Luz e Escuridão
Gênero: Canção
Autores: Rômulo Chaves/Nilton Júnior
Interpretação: Maria Helena Anversa e Zé Alexandre
6. Engraxando os Touchscreen
Gênero: Milonga
Autores: Fernando Saldanha/Érlon Péricles
Interpretação: Érlon Péricles
7. Cariri
Gênero: Sertanejo
Autores: Igor Silveira/Marcelinho Carvalho
Interpretação: Arison Martins/Emerson Martins
8. Mil Vidas Para Amar
Gênero: Canção
Autor: Cristian Camargo
Interpretação: Juliano Barreto
9. Feitiço de Cabocla
Gênero: Xote
Autores: Gilberto Lamaison/Guilherme Goulart
Interpretação: Lú Schiavo
10. Pela Fé Que Tem Teu Canto
Gênero: Milonga
Autores: Mozer Ávila/Deivid Damaceno
Interpretação: Marcelo Oliveira
Recitado: Xirú Antunes
Domingo - 18/08/2019
Apresentação das duas músicas finalistas da 9ª Moenda Instrumental
Apresentação das 10 músicas finalistas da 33ª Moenda da Canção

Contatos: 
Luciano Peixoto (presidente da Moenda - (51) 999.566.632
Raffaela Reis (assessora de imprensa) - (51) 996.996.482

Moenda da Canção
Patrimônio Cultural do Rio Grande do Sul
Santo Antônio da Patrulha-RS

(51) 3662.3808

DEZ ANO DE RONDA DOS FESTIVAIS

Meus amigos e minhas amigas.
Neste 31 de julho de 2019, o nosso blogue Ronda dos Festivais completa 10 anos de existência. Durante esta década, procuramos levar ao conhecimento daqueles que nos prestigiam, toda e qualquer informação relacionada aos festivais de música e de poesia, bem como a seus personagens. É bem possível que não tenhamos conseguido alcançar este objetivo e pedimos escusas por algum eventual deslize. As vezes, tivemos (e ainda temos) que garimpar informações sobre triagens, resultados e imagens dos eventos e nem sempre conseguimos. Mas é um trabalho gratificante.
Nosso blogue nunca teve a pretensão de ser o melhor, o mais rápido, o mais bonito.
Nossa maior preocupação sempre foi (e será) fornecer a informação correta, límpida, com dados completos, sem erros de português e geradora de credibilidade. Se ainda não atingimos esse intuito, creio que estamos no rumo certo.
Bueno.
Nestes dez anos no ar, o RDF publicou 1.265 postagens. A primeira, publicada em 31/07/2009, apresenta a relação das músicas que conquistaram a "Calhandra de Ouro", troféu máximo da Califórnia da Canção Nativa, desde a primeira edição até a 37ª.
Esta matéria é a segunda postagem mais acessada pelos visitantes do blogue, só perdendo para a que revela o resultado do 32º Carijo da Canção Gaúcha, de Palmeira das Missões, que é a líder em número de acessos.
Por sinal, temos que agradecer aos quase 700 mil internautas que nos deram o privilégio da leitura nestes 10 anos de trajetória. Deste cabedal de acessos, a grande maioria vem do Brasil, mas causou-nos grata surpresa a existência de leitores em lugares como Estados Unidos, Alemanha, Rússia, China, Ucrânia, França, Espanha, Argentina e Uruguai, pra citar apenas os dez primeiros países. Isto é muito gratificante e prova que o interesse pelos nossos festivais ultrapassa as fronteiras deste "mundo véio".
Ainda em relação à procura pelo blogue, registramos atualmente cerca de 7.200 acessos mensais, média de 250 acessos por dia e contamos com 100 seguidores.
Não são números exagerados, mas, em se tratando de um espaço temático, mostram-se muito expressivos e nos provocam emocionada alegria.
Nosso compromisso primeiro é com a qualidade, jamais com com a quantidade, que virá, como consequência da primeira.
Por fim, precisamos agradecer de coração, àqueles que nos dedicam alguns minutos do seu precioso tempo, que eventualmente nos criticam, que nos dirigem elogios, que colaboram conosco, mas acima de tudo, "mil gracias" a todos que que de uma ou outra forma, tem valorizado o nosso trabalho.
Baita abraço e viva o nativismo gaúcho !!!

2ª ESQUILA E VINDIMA JÁ RECEBE INSCRIÇÕES


Na noite de 30 de julho, o CTG Rodeio de Encruzilhada lançou oficialmente a 2ª Edição da Esquila e Vindima do Canto Gaúcho, festival que acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de novembro de 2019.  O prazo para inscrições se esgota no dia 30 de setembro.
A seguir alguns aspectos importantes do regulamento da 2ª Esquila e Vindima:

CONCURSO DE MÚSICA
1. As composições devem versar sobre os usos e costumes das lides do campo, representando as raízes da cultura regional gaúcha e grande pampa, tanto na letra, como no ritmo e instrumentos utilizados.
2. Sugere-se o uso de indumentária gaúcha pelos integrantes que defenderão as composições nos dias do festival;
3. Poderão participar compositores que apresentarem obras inéditas; letras e músicas. Inédita será  considerada a composição e melodia, que não foram gravadas e divulgadas em qualquer tipo de mídia;
4. As composições classificadas na triagem de quaisquer outros festivais do gênero, que foram apresentadas,  mas não compõe o CD/DVD do evento serão consideradas inéditas;
5. As composições não poderão exceder o tempo máximo de seis (6)  minutos;
6. O festival, para efeito de triagem,  será composto de duas Modalidades:
* ETAPA LOCAL: Composições, com letra ou melodia de autores nascidos ou residentes em Encruzilhada do Sul
* ETAPA DEMAIS LOCALIDADES:  Compositores em geral.
7. Nenhum compositor, músico ou intérprete poderá participar em mais de duas (2) composições no evento;
8. O número de participantes do grupo defensor de qualquer composição devera ter um mínimo de quatro (4) e não poderá exceder a sete (7) pessoas; devendo permanecer inalterada a ficha técnica para a  segunda apresentação;
INSCRIÇÕES
9. A data limite para inscrições é 30  de Setembro de 2019  para ambas as modalidades;  
10. As inscrições serão efetuadas através do e-mail  esquilaevindima@hotmail.com  e  exclusivamente no modelo de Ficha de Inscrição disponibilizado pela Comissão Organizadora, podendo ser  reproduzida;
11. Deverão estar anexados ao e-mail:  a ficha de inscrição de cada composição, a letra da música (não podendo constar nenhuma identificação dos compositores) em formato Word, digitadas no padrão Arial “14”. e em MP3 o arquivo da composição a ser avaliada.
12. Poderá, a critério do responsável pela composição, mesmo sendo pertencente à modalidade Local, inscrevê-la diretamente para a  Demais Localidades;
SELEÇÃO DAS COMPOSIÇÕES
13. A triagem ocorrerá nos dias 19 e 20 de Outubro de 2019 e será realizada pela Comissão de Triagem, formada pelos jurados do festival;
14. As composições inscritas para a modalidade LOCAL e não selecionadas dentro desta, poderão, a critério da Comissão Julgadora, serem avaliadas junto à da DEMAIS LOCALIDADES;
15.Serão classificadas 12 composições da modalidade DEMAIS LOCALIDADES e 04 da modalidade LOCAL.
16. As 16 classificadas deverão confirmar a participação até o dia 23 de Outubro de 2019;
17. Deverá ser enviada  através do mesmo e-mail de inscrições,  Ficha Técnica contendo informações sobre o grupo que defenderá cada composição; até o dia 05 de Novembro de 2019;      
18. Duas (02) concorrentes da modalidade LOCAL e seis (06) da modalidade DEMAIS LOCALIDADES, serão apresentadas em cada noite do festival, sexta e sábado;
19. As composições  retornam ao palco do festival na tarde de Domingo para uma avaliação final,  na mesma ordem de apresentação das noites anteriores;
20. A ordem de apresentação , será conhecida através de sorteio a ser efetuado logo após a triagem. - 21. Os autores da 16 composições  selecionadas, deverão enviar autorização expressa dos compositores da letra e melodia,  para que as músicas sejam  incluídas  no CD de divulgação do evento, até o dia da primeira apresentação no festival.
AJUDA DE CUSTO
22. Cada composição selecionada para a modalidade DEMAIS LOCALIDADES, receberá ajuda de custo  no valor líquido de:  R$ 1.447,00 ( hum mil e quatrocentos e quarenta e sete  reais) 
Para a modalidade LOCAL, o valor da ajuda de custo é de R$ 1.068,00 (Hum mil e sessenta e oito reais) líquidos.
23. As ajudas de custos serão reembolsadas  no DOMINGO (17/11)  a partir das 14 horas.
JULGAMENTO
24. A Comissão Julgadora será composta de três (3) componentes:
     João Bosco Ayala, Vaine Darde e Vinicius Brum. 
25. As composições premiadas serão conhecidas pelo somatório das 02 avaliações efetuadas;
26. No último dia de apresentações passará entre os presentes uma urna especial para votação da música mais popular no festival.
PREMIAÇÃO
27. Serão premiados com o Troféu Bumba-Meu-Boi e a quantia de R$ 500,00 (quinhentos reais):
Melhor Arranjo
Melhor Instrumentista
Melhor Intérprete
Melhor Poesia
Música Mais Popular: Troféu Paredão do Rio Camaquã, não havendo prêmio em dinheiro.
Terceiro Lugar: Troféu Cerro Partido e R$ 1.600,00( hum mil e seiscentos reais);
Segundo Lugar: Troféu Fazenda da Lapa e R$ 2.000,00 (dois mil reais);
Primeiro Lugar: Troféu Santa Bárbara e R$ 2.400,00 (dois  mil e quatrocentos reais);
Das premiações em dinheiro, serão descontados os encargos previstos em Lei, se houverem.

Comissão Organizadora
Contatos: (51) 999.593.635 (CUCA) 

segunda-feira, 29 de julho de 2019

DEZ ANOS RONDANDO O PAGO


Nosso sincero e emocionado agradecimento ao grande poeta e amigo Rodrigo Bauer, pela gentileza de criar estes versos, em homenagem os 10 anos de atuação do blogue Ronda dos Festivais, que se completam no próximo dia 31 de julho. 
Gracias mestre Rodrigo. E um baita abraço.

domingo, 28 de julho de 2019

39ª COXILHA NATIVISTA - RESULTADO

                                                                   Vencedores da 39ª Coxilha                              Foto: Coxilha Nativista 
Mais uma vez a Coxilha Nativista, de Cruz Alta, deu mostras da sua significativa representatividade no cenário dos festivais do Rio Grande do Sul.  A 39ª edição foi bem sucedida em todas as atividades que integram a sua programação, desde o Rodeio, passando pelo festival de trovadores, pelo concurso de gastronomia, pela afirmação da Coxilha Piá como palco para jovens e talentosos intérpretes. Mas a consagração maior aconteceu no palco Jayme Caetano Braun, que acolheu canções de grande valor poético musical, defendidas por músicos e intérpretes consagrados no universo da música regional gaúcha. 
A Etapa Final da 39ª Coxilha aconteceu na noite de sábado, 27 de julho, e o resultado é o seguinte: 
Primeiro Lugar:  Desenfrenado 
Letra: Eduardo Munhoz
Melodia: Cícero Camargo
Interpretação: Cícero Camargo
Segundo Lugar: Quatro Sinuelos
Letra: Evair Gomez
Melodia: Juliano Gomes
Interpretação: Fabiano Bacchieri
Terceiro Lugar: A Mentira
Letra: Mateus Neves da Fontoura
Melodia: Fábio Tiecher
Interpretação: Raineri Spohr

Melhor Intérprete: Raineri Spohr - A Mentira
Melhor Instrumentista: Nilton Junior - Teclado - Pétala
Melhor Letra: Ao Pé do Açoita-Cavalo - André Abreu
Melhor Melodia: Puerto Irupê - Luiz Mauro Costa
Melhor Arranjo: Desenfrenado 
Melhor Conjunto Vocal: Quatro Sinuelos
Interpretação: Fabiano Bacchieri/Quinto Oliveira/Juliano Gomes
Melhor Indumentária: Fabiano Bacchieri
Mais Popular: Ao Pé do Açoita-Cavalo
Letra: Andre Abreu
Melodia: Nando Soares
Interpretação: Nando Soares/João Paulo Deckert

FASE LOCAL
Primeiro Lugar: Ao Pé do Açoita-Cavalo
Letra: André Abreu
Melodia: Nando Soares
Interpretação: Nando Soares/João Paulo Deckert
Segundo Lugar: Olor del Cielo
Letra: Marçal Furian
Melodia: Fernando Rossato
Interpretação: Juliano Moreno
Terceiro Lugar: Moda Antiga
Letra: Cezar Gomez
Melodia: Kauê Copatti
Interpretação: Cezar Gomez

quinta-feira, 25 de julho de 2019

28º RONCO DO BUGIO - INSCRIÇÕES ATÉ 13 DE AGOSTO


O Ronco do Bugio, um dos festivais mais autênticos do Rio Grande do Sul já tem data marcada para a sua 28ª edição. O evento acontecerá nos dias 30 e 31 de agosto de 2019, no CTG Rodeio Serrano em São Francisco de Paula. O Festival iniciará as 19 horas com a apresentação das 20 músicas classificadas na triagem.  As inscrições online podem ser efetivadas até o dia 13 de agosto através do link bit.ly/roncodobugio2019.

Haverá também a segunda edição do “Cozinheiros de São Chico” que oferecerá carreteiro ao público na segunda noite do evento.

A entrada é franca, mas o público está convidado a levar um kg de alimento para doação ao Hospital do Município.
Na sexta, 30, acontecerá a Etapa Local, com 10 bugios concorrentes, o espetáculo do grupo Os Tiranos e baile com Volnei Gomes. 
Na grande final de sábado, 31, subirão ao palco os concorrentes da Etapa Geral, mais dois bugios oriundos da Etapa Local, seguidos do espetáculo do Quarteto Coração de Potro e um baile animado pelo Grupo Batendo na Marca.

A seguir, alguns aspectos importantes do Regulamento do 28º Ronco do Bugio:

1. O 28º Ronco do Bugio será promovido por Prefeitura de São Francisco de Paula, com organização da Secretaria de Turismo, Cultura e Desporto.
O Festival selecionará 10 músicas para a Etapa Local e 10 bugios para a Etapa Geral, totalizando 20 obras classificadas para serem apresentadas ao público nos dias 30 e 31 de agosto, no CTG Rodeio Serrano, em São Francisco de Paula.


2. As inscrições ocorrerão do dia 25 de julho de 2019 até as 23h59min do dia 13 de agosto de 2019.

3. Para participar, os autores dos Bugios devem acessar o link bit.ly/roncodobugio2019 , indicando a fase que deseja concorrer. 
Fase Local:  Para autores de letra ou de melodia nascidos ou moradores de São Francisco de Paula, mediante comprovação anexada. (RG ou conta de luz/água)

Fase Geral: Demais compositores

4. O concorrente deverá anexar ao formulário, a letra em PDF ou Word e informar dados pessoais (nome completo, endereço completo de residência, e-mail, telefone e RG) e o arquivo de áudio em formato MP3


5. Somente serão aceitas composições inéditas, ou seja, que nunca tenham sido gravadas ou divulgadas comercialmente.

6. As músicas (Bugios) serão avaliados por um júri formado por profissionais da área com critérios musicais como: obra inédita, ritmo Bugio, versos que abordem a cultura tipicamente gaúcha, qualidade musical, criatividade.

7. Os selecionados nesta etapa serão comunicados por e-mail, até o dia 20 de agosto, e receberão instruções para a segunda etapa. Os nomes dos selecionados nesta etapa também serão publicados nas redes sociais da prefeitura.

Os autores selecionados deverão comparecer no CTG Rodeio Serrano (Rua Benjamim Constant, 582) para apresentação ao vivo, conforme o seguinte cronograma:
30/08/2019: Fase Local - 10 (dez) concorrentes
31/08/2019: Fase Geral (Final): 10 (dez) concorrentes + 2 (dois) oriundos da Fase
Local

8. As 12 (doze) concorrentes que se apresentarem no dia 31 de agosto disputarão as
premiações do Festival e terão suas músicas registradas em CD.

9. A gravação da triagem será utilizada para registro no CD do 28º  Ronco do Bugio.

A comissão poderá solicitar nova gravação das músicas finalistas, caso a mesma não atenda à qualidade necessária para produção do CD do festival. 
O arranjo apresentado no Festival deve ser o mesmo aprovado na triagem, podendo ser melhorado, sem que isto influa na cadência ou ritmo.


10. Para defender a música é obrigatório pelo menos 3 músicos no palco.

11. Cada músico poderá defender no máximo 2 composições. 
Cada intérprete/cantor poderá defender apenas 1 composição.

Cada compositor da letra ou da música poderá classificar no máximo duas composições.

12. A ordem de apresentação será por ordem alfabética dos títulos das músicas concorrentes e horários de passagem de som nos dias das apresentações serão agendadas pela organização do evento.


13. Cada composição Classificada para a Etapa Local receberá cachê de R$1.000,00
(mil reais).

14. Cada composição classificada na Fase Geral, receberá como cachê de R$ 1.500,00
(mil e quinhentos reais).

15. Premiação:

1º lugar: Troféu + R$ 5.000,00 
2º Lugar: Troféu + R$ 2.500,00 
3º Lugar: Troféu + R$ 1.000,00 
Melhor Instrumentista: Troféu + R$ 500,00 
Melhor Intérprete: Troféu + R$ 500,00 
Música Mais Popular: Troféu + R$ 500,00 


16. Para esclarecer eventuais dúvidas sobre o presente concurso, os participantes
poderão entrar em contato pelo e-mail turismosaochico@gmail.com


17.Cópia deste Regulamento poderá ser obtida no site www.prefeituradesaofranciscodepaula.rs.gov.br


domingo, 21 de julho de 2019

4º ACORDES DO PAMPA EM CANÇÃO - CONCORRENTES

Por volta das seis da tarde deste domingo, um vídeo gravado pelo poeta Joel de Freitas Paulo, coordenador do 4º Acordes do Pampa em Canção, revelou as canções classificadas para o festival que acontece nos dias 10 e 11 de agosto no CTG Passo do Rosário,  em Rosário do Sul.  
Os avaliadores Adair de Freitas, Marco Antônio Soares e Nirion Machado definiram as seguintes composições:

FASE GERAL:
1. Ainda Resta Um Galpão - Milonga
Autor: Kininho Dornelles
2. Na Garupa de Algum Cantador – Milonga
Autores: Roberto Paines/Cristiano Cesarino
3. Pelo Olhar De Quem é Campo – Chamamé
Autores: Getulio Santana Silva/Julio Rodrigues
4. Quando Não Houver Um Amanhã – Chamame
Autores: Belmiro Pereira/Clovis De Souza
5. Sóis De Outono – Chamame
Autores: João Ari Ferreira/Eri Cortes
6. Um Chasque De Milonga – Milonga
Autores: Moacyr Severo/Joaquim Brasil
7. Um Coração Campeiro – Chamarra
Autores: Didi Teixeira/Roger Neves

FASE LOCAL:
1. Cenário Campesino – Chamame
Autores: Celso Dutra/Nei Ribeiro Junior
2. Duelo Monarca – Polca
Autor: Fabrício Matos
3. Invernada De Sonhos – Chamarra
Autores: Luiz André Sasso/Ronaldo Muller
4. Ofício e Legado – Chamame
Autores: Marcos Amaral/Luzardo Foletto
5. Rincãozito Campeiro – Rasguido Doble
Autores: Jorge Luiz Machado/Jorge Prado
6. Romance Tropeiro – Toada
Autores: Mateus Velasques/Thiago Rodrigues
7. Sonho Balconeiro – Rasguido Doble
Autores: Felipe Oliveira/Ederson Melo 

sábado, 20 de julho de 2019

1º PEITAÇO REÚNE MULHERES GAÚCHAS

Shana Muller criadora do 1º Peitaço

Desde ontem , 19/07, até amanhã, 21/07, aproximadamente quatro dezenas de mulheres musicistas, intérpretes, compositoras melodistas, poetisas e convidadas, estarão reunidas no 1º Peitaço da Composição Regional, que acontece na Fazenda São Francisco do Pinhal, em Val de Serra, município de Júlio de Castilhos-RS.  Haverá palestras e papos com relatos das vivências das mulheres presentes, serão proporcionadas vivências de campo como forma de aproximar as participantes com a lida campesina, material de inspiração para muitas canções. Para ajudar no processo de (re)construção do feminino no universo nativo, estarão presentes a violinista e etnomusicóloga, Clarissa Ferreira, a escritora, Leticia Wierzchowski, e a jornalista, Rosana Orlandi.
A idealizadora e coordenadora do evento é a cantora e apresentadora Shana Müller.  Ela salienta que não será um concurso, mas uma mostra e um exercício de composição focado na temática nativista do Rio Grande do Sul.  
O evento será restrito a convidadas e, a cada ano terá um tema de inspiração escolhido por alguma convidada do evento: um poema já escrito, uma reportagem, um assunto, um trecho de livro, etc;. Este ano a escolha do tema ficará a cargo da escritora Letícia Wierzchowski. Além disso, em cada edição uma artista será homenageada, desta vez, a cantora Rosa Maria, falecida em 2017, uma das primeiras cantoras em festivais.  
Na programação do encontro, acontecerão oficinas e palestras sobre a composição e sobre o papel da mulher na seara regional da arte. A partir disso, será oferecido um tema e a oportunidade da formação de grupos entre as participantes para compor novas músicas e apresentá-las ao grande grupo. 
As mulheres mães terão a liberdade de levarem seus filhos, que serão envolvidos em tarefas infantis também ligadas à arte, junto ao Clube da Gurizadinha. 

PROGRAMAÇÃO DO 1º PEITAÇO:
Sexta-feira, 19/07/2019
Chegada das participantes/montagem dos acampamentos
20h: Palco Galpão – reunião das participantes
Prosa com Rosana Orlandi:  “Duas décadas de Galpão Crioulo – como vi a mulher na música gaúcha”.
21h: Caminhada “Procissão da Patrona” – caminhada com velas até o açude para o batismo do evento cantando a homenageada da primeira edição
21h30: Janta  e Fogo de Chão
Após jantar: Tertúlia/Sarau - – troca de experiências, apresentação da arte de cada participante
Sábado – 20/07/2019
7h: Café da manhã
9h:  Palestra ministrada por Leticia Wierzchowski -  “A representação das mulheres na literatura rio-grandense”
10h: Leitura do Tema sugerido para o festival
12h: Almoço -  Churrasco
14h: Oficina de Composição com Clarissa Ferreira 
15h:  Criação artística e sonora para mulheres e Formação de grupos, exercício de composição a partir do tema
21h: Jantar
Pós jantar: livre para composição, ensaios e trocas no Fogo de Chão.
Domingo –  21/07/2019
7h: Café da manhã
09h: Apresentações das músicas elaboradas
12h: Entrega dos certificados de participação e das premiações
12h30: Eleição da homenageada da segunda edição do evento por votação
13h: Almoço de encerramento