TOTAL DE ACESSOS

1º Balseiros da Canção Nativa

1º Balseiros da Canção Nativa
1º BALSEIROS DA CANÇÃO NATIVA - De 17 a 19 de maio - Parque da EFAPI - Chapecó/SC - Clica na imagem e acessa a página da Confraria Musiqueira.

quarta-feira, 28 de junho de 2023

25ª SESMARIA DA POESIA RECEBE INSCRIÇÕES ATÉ 31 DE JULHO

Depois de três anos sem ser realizada, está de volta em 2023, a Sesmaria da Poesia Gaúcha, um dos principais festivais de poemas do sul do Brasil.  A 25ª Quadra vai acontecer no dia 30 de setembro, a partir das 20h30min, no auditório da Câmara de Vereadores de Osório. A homenageada desta edição é a declamadora Liliana Cardoso.
As inscrições devem ser encaminhadas  até o dia 31 de julho de 2023, exclusivamente para o endereço eletrônico: sesmariadapoesia@outlook.com

A comissão avaliadora, cujos integrantes estão em fase de definição, selecionará 10 (dez) poemas inéditos para concorrerem no festival. 
Os autores dos poemas classificados receberão o valor de R$ 1.000,00 (mil reais), à titulo de premiação pela classificação.

Os destaques da 25ª Sesmaria da Poesia conquistarão a seguinte premiação: 
POESIA: 
Primeiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 1000,00
Segundo Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 700,00
Terceiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 600,00
INTÉRPRETE: 
Primeiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 1000,00
Segundo Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 700,00
Terceiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 600,00
AMADRINHADOR: 
Primeiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 500,00
Segundo Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 300,00
Terceiro Lugar: Troféu Nico Fagundes + R$ 200,00

O regulamento completo está disponível no site da Associação Sesmaria.  Clica no link e confere:

INFORMAÇÕES POR TELEFONE:
JULIO RIBAS - (51) 986.066.667
GILSON FREITAS (51) 999.837.380

HOJE TEM LOMA NO THEATRO SÃO PEDRO


Um baita programa para esta quarta-feira, 28/06, é assistir ao espetáculo intitulado Loma Pereira 50 Anos de Trajetória com o qual o Projeto Sarau no Solar e a própria cantora, homenageiam os 165 anos do Theatro São Pedro, o templo sagrado da arte e da cultura da capital dos gaúchos.  
O show inicia às 19 horas e o acesso é liberado mediante a doação de alimentos não perecíveis.
No espetáculo, Loma Pereira será amadrinhada por um grupo musical formada por oito mulheres instrumentistas: Tamiris Duarte (direção musical e baixo), Mel Souza (teclado), Ana Matielo (violão), Bibiana Turchiello (violino), Paloma Trevisan (acordeom), Beth Abreu (bateria), e Pâmela Amaro e Thayãn Martins na percussão. O show também contará com participações especiais: a violonista Andrea Perrone e o projeto Líricas Sulinas (Clarissa Ferreira, Nina Fola e Emily Borghetti, além de Ana e Tamiris).

Buscando reverenciar a força da mulher, suas conquistas e importância histórica no contexto da sociedade, referendando identidades étnicas, as belezas naturais de todos os recantos desta terra, o repertório do show privilegia a música regional gaúcha e afro-litorânea, com canções que marcaram época durante o efervescente movimento dos festivais nativistas, conferiram visibilidade à cantora, bem como definiram seu posto naquele universo de predominância masculina, tais como: Céu, Sol, Sul, Terra e Cor (Leonardo), Preto Velho Celestino (Telmo de Lima Freitas), Guarany (Xirú Antunes/Fabio Peralta), Curumim (Chico Saga), Parentes na África (Cao Guimarães) e Quilombos (Heleno Cardeal/Pedro Guerra), Essas Prendas Companheiras (Lauro Correa Simões/Cao Guimarães); Camponesas” (Antônio Léo Rodrigues/Nirion Machado); Um Mate Por Ti (Aparício Silva Rillo/Betto Bollo/Vinicius Brum);  Trovinha Lunar (Tadeu Martins/Lenin Nunes) e Festa Setembrina (Robson Barenho/Talo Pereyra), entre outras.

A artista e o espetáculo
Loma Pereira iniciou oficialmente sua carreira em 1973 com o Grupo Pentagrama e alicerçou sua trajetória artística nos Festivais Nativistas Gaúchos a partir da 6º Califórnia de Uruguaiana. 
Como mulher e negra, é intérprete destacada pelo pioneirismo nos festivais produzidos no RS. Recebeu várias premiações e menções honrosas em diplomas e medalhas da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, do MTG, Comissão Gaúcha de Folclore, Sociedade Sul Rio-grandense. 
Em 1980, foi eleita por jornalistas, produtores de eventos culturais, músicos e compositores a receber o Troféu Melhor Cantora da Década, em evento promovido pelo Instituto Gaúcho da Tradição Folclórica.
Com o álbum "Um Mate Por Ti", foi indicada ao Prêmio Nacional Sharp de Música – categoria Cantora Regional RS. 
Em 1999 foi indicada ao Prêmio Açorianos de Música com o álbum "Além-Fronteiras" e recebeu os troféus de Melhor CD e Melhor Intérprete de MPB e, na edição 2019 do Prêmio, foi a artista homenageada pelo Conjunto de Sua Obra.
Em 2021 recebeu o Prêmio Trajetórias - Mestra Sirley Amaro do Instituto Trocando Ideias e da Secretaria de Estado da Cultura/RS. Pelo MTG, foi homenageada com a medalha Honeide Bertussi por sua dedicação à música gaúcha.  
Em 2023, Loma completa 50 anos ininterruptos de carreira .  


Theatro São Pedro
A construção de um teatro que abrigasse com dignidade as diferentes manifestações culturais era um sonho que, desde o período colonial, acompanhava governantes e população da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul.
Em 1833, o presidente da província Manoel Antônio Galvão doou um terreno no centro de Porto Alegre para o início das obras do Theatro São Pedro, que seriam feitas com projeto arquitetônico no estilo neoclássico do arquiteto Filipe Normann. Mas, com o início da Revolução Farroupilha em 1835, a obra foi suspensa, sendo retomada anos depois.
Finalmente, dia 27 de junho de 1858 o prédio foi inaugurado sob a presidência de Ângelo Moniz da Silveira Ferraz, o Barão de Uruguaiana.
 
SERVIÇO
Sarau Especial Loma Pereira 50 Anos de Trajetória
Homenageia os 165 anos do Theatro São Pedro
Dia 28 de junho, às 19 horas
No Theatro São Pedro
Ingresso solidário: doação de alimentos não perecíveis
 
Onde assistir o Sarau do Solar
Ao vivo, pela TV Assembleia canal aberto 11.2

domingo, 25 de junho de 2023

OS PREMIADOS NO 21º JOÃOZINHO DA PONTE

Kristopher Pires: Melhor Intérprete
Parabéns aos premiados no 21º Joãozinho da Ponte, festival realizado na noite de sábado, 24/06, no PTG Novo Grito, em São Gabriel.
A comissão avaliadora, formada por Diego Vivian, Mario de Lima Lucas e Rogério Villagran, definiu o seguinte resultado: 

Primeiro Lugar:  VANEIRA DE VOZ TROCADA 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Valdir Eguilhor (Cabo Véio) 
Melodia: Arthur Leal/Carlos Cleber Dias Leal 
Interpretação: Matheus Leal
Segundo Lugar: BOAS NOVAS 
Ritmo: Chamarrita 
Letra: Francisco Brasil 
Melodia: Bruno Teixeira
Interpretação: Bruno Teixeira 
Terceiro Lugar: TOMANDO AS RÉDEAS DO RANCHO 
Ritmo: Toada 
Letra: Carlos Rosa Neto/Chico Espenosse 
Melodia: Sidney Almeida/Clóvis de Souza 
Interpretação: Kristopher Pires

Melhor Intérprete: Kristopher Pires
Música: Tomando as Rédeas do Rancho.
Melhor Instrumentista: Alessandro Fagundes
Instrumento: 
Música: 
Melhor Poesia:  Boas Novas 
Autor: Francisco Brasil
Melhor Melodia: Vaneira de Voz Trocada  
Autores: Arthur Leal/Carlos Cleber Dias Leal
Melhor Arranjo Vocal: Vaneira de Voz Trocada
Melhor Arranjo Instrumental: Boas Novas
Melhor Indumentária: Luiz Augusto Borges
Música: Identidade Rural
Melhor Tema Campeiro:  Lá na Estância Santa Izidra 
Ritmo: Milonga 
Letra: Leandro Martins 
Melodia: Leandro Martins 
Interpretação: Diego Rodrigues e Leandro Martins
Mais Popular:  Vaneira de Voz Trocada 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Valdir Eguilhor (Cabo Véio) 
Melodia: Arthur Leal/Carlos Cleber Dias Leal
Interpretação: Matheus Leal

sábado, 24 de junho de 2023

21º JOÃOZINHO DA PONTE ACONTECE HOJE EM SÃO GABRIEL

Na noite deste sábad
o, 24 de junho, acontece o 21º Joãozinho da Ponte, festival de canções inéditas que se desenvolverá no PTG Novo Grito, em São Gabriel. 
No domingo, 25, subirão ao palco os intérpretes classificados para o 17º Joãozinho Mirim, certame para jovens cantores e cantoras.
O trabalho de análise e avaliação de todos os concorrentes, caberá aos jurados: Diego Vivian, Mario de Lima Lucas e Rogério Villagran.
As 14 músicas participantes do 21º Joãozinho da Ponte, já no ordem de apresentação,  são as seguintes:  
1. RETRUCO 
Ritmo: Chamarra 
Letra: Silvério Mota/Thomas Marques  
Melodia: Antônio Carlos Mieres   
2. TRANQUEANDO O DESTINO
Ritmo: Rasguido 
Letra: Everton Santos/Olegario Montano 
Melodia: Everton Santos 
3. SE UM DIA EU TIVER OUTRO CACHORRO 
Ritmo: Milonga 
Letra: Dalvan Medina 
Melodia: Volmir Coelho 
4. TOMANDO AS RÉDEAS DO RANCHO 
Ritmo: Toada 
Letra: Carlos Rosa Neto/Chico Espenosse 
Melodia: Sidney Almeida/Clóvis de Souza 
5. BOAS NOVAS 
Ritmo: Chamarrita 
Letra: Francisco Brasil 
Melodia: Bruno Teixeira 
6. POR QUE NÃO FAZER MILONGA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Paulo Ricardo Costa 
Melodia: Wilson Paim 
7. RENOVAÇÃO 
Ritmo: Milonga 
Letra: Luiz Augusto Ferreira 
Melodia: Wilson Paim 
8. O LIVRO DO CAMPO A FORA 
Ritmo: Milonga 
Letra: André Lucas Rodrigues 
Melodia: Kristopher Pires 
9. VANEIRA DE VOZ TROCADA 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Valdir Eguilhor (Cabo Véio) 
Melodia: Arthur Leal/Carlos Cleber Dias Leal 
10. DO ÍNDIO QUE TOCA E CANTA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Joel Silva 
Melodia: Joel Silva 
11. POEMA DA LUA INTEIRA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Everton Santos/Olegário Montano
Melodia: Danner Marinho/Rafael Alves/Lívia Bérgamo 
12. LA NA ESTÂNCIA SANTA IZIDRA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Leandro Martins 
Melodia: Leandro Martins 
13. IDENTIDADE RURAL 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Dilon Montardo
Melodia: Marlon Teixeira
14. RUMO AO RINCÃO APERTADO 
Ritmo: Serranera 
Letra: Francisco Brasil/Edegar Brasil 
Melodia: Bruno Teixeira  

quinta-feira, 22 de junho de 2023

CANÇÕES CONCORRENTES NO 2º PALANQUE

Na manhã desta quarta-feira, 21/06, forma anunciadas as músicas classificadas para o 2º Palanque de Canto e Poesia, festival que acontecerá no dia 15 de julho, na cidade de Encruzilhada do Sul.
A música vencedora do 2º Palanque, conquistará uma vaga direta na Fase Local da 4ª Esquila e Vindima do Canto Gaúcho, programada para o mês de novembro, também em Encruzilhada do Sul. 
As canções concorrentes:



DOMINGO TEM O 5º ENCONTRO DE VIOLEIROS

No próximo domingo, 25 de junho,  será realizado o 5º EVAR - Encontro de Violeiros em Ana Rech, interior do município de Caxias do Sul. 
O EVAR é um evento que reúne violeiros e cantadores de qualquer estilo ou cultura musical em que a viola esteja inserida. 
Viola caipira, viola sertaneja, viola cabocla e viola brasileira,  são algumas das designações para este instrumento musical de 10 cordas, um dos símbolos da música regional brasileira, muito popular, principalmente no interior do Brasil.

Programação:
Manhã - Associação Paisagens do Tempo (Rua Hercília Petry nº 55):
- Confraternização com os violeiros participantes e convidados na 
- Cantoria com o grupo Violeiros da Serra 
- Roda de Viola com violeiros convidados. 

Tarde - Rua Coberta junto ao Colégio Murialdo:
- Palco aberto para apresentações dos violeiros, bem como outras expressões culturais ligadas à viola.


Principais objetivos do EVAR
a) Promover a integração entre os violeiros participantes do evento.
b) Dar visibilidade aos violeiros profissionais e amadores da região, possibilitando os mesmos a  mostrarem sua arte.
c) Divulgar também a nossa cultura por intermédio da viola através de cantorias, rodas de viola e apresentações em geral.
d) Proporcionar ao público presente a oportunidade de acesso a culturas musicais diversas em que a viola está inserida.


Informações: 

Valdir Verona - coordenador do evento
(54) 999.791.524 (whatsapp)

segunda-feira, 19 de junho de 2023

SEARA CONVIDA GOVERNO PARA A 22ª EDIÇÃO DO FESTIVAL

Vice-Governador Gabriel Souza recebeu os representantes da Seara

A Associação Seara de Arte e Cultura Gaúcha segue firme nos preparativos para a 22ª edição da Seara da Canção Gaúcha, marcada para os dias 27, 28 e 29 de outubro, na Acapesu, em Carazinho.
Nesta semana, uma comitiva representando a Seara foi recebida no Centro Administrativo pelo vice-governador Gabriel Souza, ocasião em que o governo gaúcho foi convidado oficialmente para o evento.
Liderou a caravana o sr. Gustavo Weber, presidente da Associação Seara de Arte e Cultura Gaúcha, entidade que promove a Seara.
Além de Weber, a comitiva que representou a Seara em Porto Alegre também foi composta pelo vereador e 1° vice-presidente da Câmara de Vereadores de Carazinho Deninson Costa e pelo empresário Anderson Allebrand, também integrantes da Associação Seara.
O vice-governador Gabriel Souza revelou que é grande apreciador do cancioneiro gaúcho, inclusive pedindo informações sobre as músicas apresentadas na 21ª edição do festival e já manifestando o seu interesse de estar presente na abertura da 22ª Seara.
Durante a visita a Porto Alegre, a comitiva também entregou um convite oficial ao presidente da Assembleia Legislativa, Vilmar Zanchin. No Legislativo, os representantes do festival dialogaram ainda com o deputado estadual Edivilson Brum, que afirmou que dará andamento a um projeto de lei que pretende reconhecer a Seara da Canção Gaúcha como patrimônio cultural estadual.

RS2 Comunicação
Rodolfo Sgorla da Silva
(54) 999.209.277

PROJETO BALSEIROS MOVIMENTA O NATIVISMO EM CHAPECÓ

As comunidades cultural e nativista da cidade catarinense de Chapecó, lideradas pela Confraria Musiqueira, preparam um grande acontecimento artístico e cultural para o ano de 2024. Trata-se do projeto "Memórias dos Balseiros", que prevê uma série de atividades, dentre as as quais a realização de 4 festivais de música e de poesia:
Balseiros da Canção Nativa, Balseiros da Poesia Gaúcha, Balseiros da Música Instrumental e Balseirinhos da Canção. 

O lançamento desse importante projeto, que colocará Chapecó no cenário dos grandes festivais nativistas do sul do Brasil, acontecerá no dia 06 de julho de 2023, a partir das 19h30min, no Centro de Eventos Plinio Alindo de Nês, em Chapecó, quando haverá um baita espetáculo musical animado pelo Quarteto Coração de Potro

Os festivais acontecerão no mês de maio/2024. 
Os regulamentos serão disponibilizados em breve. 

Informações e contatos:
Milton Cesar Hoff - (49) 988.355.517

sábado, 17 de junho de 2023

JURADOS DO 8º ESTEIO DA POESIA

Já são conhecidos os integrantes da comissão avaliadora do 8º Esteio da Poesia Gaúcha e do 4º Esteio do Amanhã, festivais de poesia e de declamação que acontecerão no dia
no dia 12 de agosto, a partir das 18h30min, no Espaço Tattersall da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC), dentro do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS.
São eles:

GUILHERME COLLARES:
Natural de Bagé. Veterinário, professor. Poeta e amadrinhador com participações vitoriosas nos principais festivais de poesia do RS. Músico, cantor e compositor com presença constante nos festivais de canções inéditas, concorrendo e atuando nas comissões avaliadoras.




BIANCA BERGMAN:
Natural de Cachoeira do Sul. Poetisa, declamadora e compositora. Participa ativamente do cenário do nativismo gáucho.










VALDEMAR CAMARGO:
Um dos mais competentes declamadores do estado. Tem participações importantes e vitoriosas em diversos festivais de poesia e nos principais rodeios do Rio Grande do Sul. Atua frequentemente como avaliador. É um dos responsáveis pelo Bivaque da Poesia Gaúcha, festival de poemas inéditos da cidade de Campo Bom.




Lembando que os interessados em participar dos certames devem formalizar suas inscrições até o dia 01 de julho, através do e-mail 

Regulamento e mais informações, no link abaixo: 

sexta-feira, 16 de junho de 2023

BEM PERTO DAS FLORES, COM LUIZ MARENCO

Clica na imagem para assistir ao vídeo clipe. 
Já está no Youtube e em outras plataformas digitais, o vídeo clipe da música Bem Perto das Flores, que conta com a linda interpretação do deputado cantor Luiz Marenco.
Com letra do poeta Juan Daniel Isernhagen e melodia do compositor Juliano Moreno, a canção faz parte do disco que acompanha o livro de contos regionais gaúchos, Pueblito, Contos do Sul do Mundo, editado por Juan no ano de 2022.

Gravado na Fazenda do Barreiro, em Urupema/SC, durante a Sapecada Da Canção Nativa de Lages, o elenco do clipe tem participações de Luiz Marenco e sua esposa Marlize, Juan Daniel e sua esposa Ana, Eduardo Schmidt e Nicoly Branco e do músico Gabriel Maculan.
A produção musical é de Cristian Camargo e a direção musical de Pedro Terra, que participou da gravação da música em estúdio, acompanhado pelo acordeonista Mano Junior. A direção geral do audiovisual é da Projetos Especiais Foto e Vídeo.

O clipe foi lançado no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, como um regalo a todos os casais apaixonados.

Para assistir ao video clipe, basta clicar no link abaixo:

36ª MOENDA É LANÇADA E DIVULGA SUA PROGRAMAÇÃO

Numa atividade de lançamento, realizada na noite de quinta-feira (15), na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, a comissão organizadora da Moenda da Canção divulgou os shows e a programação da 36° edição que ocorrerá de 11 a 13 de agosto em Santo Antônio da Patrulha.
A diversidade musical, uma das principais características da Moenda, se reflete na escolha de seus shows. 

Na sexta-feira, 11/08, a atração será o Quarteto Coração de Potro, grupo que vem arrebatando crítica e público por onde passa.
No sábado, 12/08, o Tambo do Bando, um dos mais cultuados grupos
musicais do Estado, volta ao palco da Moenda para um dos shows mais esperados dos últimos anos.
Na noite de domingo, 13/08, dia da grande final, Cristiano Quevedo traz sucessos de sua trajetória para outro espetáculo muito aguardado por Moendeiros e Moendeiras.
Também no domingo uma surpresa está sendo preparada com a homenagem a 7° edição, considerada icônica, onde foram apresentadas canções que viraram clássicos da discografia regional como Milonga Abaixo de Mau Tempo, de Mauro Moraes interpretada por José Claudio Machado, Toda Minha Rima de Fernando Corona na voz de Serginho Moah e Os Sete Fuzilados de Neto e Antonio Fagundes cantada pelo próprio Neto.
As inacriçõews para a 36ª Moenda devem ser encaminhadas até o dia 25 de junho, exclusivamente pelo site www.moendadacancao.com.br

Um dos festivais mais importantes do sul do país, a Moenda da Canção estará inserido na Santo Antônio em Festa, evento que também terá a Fenacan - Feira Nacional da Cana-de-Açúcar, Rapadura, Sonho e Arroz, a Feira do Livro, Feira da Indústria e Comércio e da Agricultura Familiar.
A Santo Antônio em Festa tem patrocínio Master de Da Colônia, patrocínio de De Mello, Arroz Masulo, Qualicoco e Cooperja. A realização é da Prefeitura de Santo Antônio da Patrulha e da Moenda Associação de Arte Cultura Nativa, produção da R. Morais Produtora e JBA Produções Culturais. O financiamento é do Governo do Estado, através do PRO Cultura/LIC-RS.
Confira abaixo a programação completa:

Programação: 
Sexta-feira - 11/08/23 - 20h 
- Abertura
- 2ª Moendinha 
- 12ª Moenda Instrumental
- Show Folcloreando - Quarteto Coração de Potro
- Anúncio das músicas classificadas para domingo da 12ª Moenda Instrumental e premiação da 2ª Moendinha
Sábado - 12/08/23 - 20h 
- Abertura
- 36ª Moenda da Canção
- Show Tambo do Bando
- Anúncio das músicas classificadas para a final da 36ª Moenda da Canção 
Domingo - 13/08/23 - 19h 
- Abertura
- Final da 36ª Moenda da Canção e 12ª Moenda Instrumental
- Show Cristiano Quevedo
- Homenagem aos 30 anos da 7ª Moenda da Canção
- Premiação.

Conteúdo: Fernando Baptista 
Equipe de Comunicação Santo Antônio em Festa/Moenda da Canção 
(55) 991.525.380.

terça-feira, 13 de junho de 2023

CLASSIFICADAS PARA O 21º JOÃOZINHO DA PONTE

Foram definidas na manhã desta terça-feira, 13, as músicas classificadas para o 21º Joãozinho da Ponte, festival que acontecerá nos dias 24 e 25 de junho, no PTG Novo Grito, em São Gabriel. O trabalho de seleção coube a comissão avaliadora, formada por Diego Vivian, Mario de Lima Lucas e Rogério Villagran.
Músicas concorrentes: 
1. RETRUCO 
Ritmo: Chamarra 
Letra: Silvério Mota/Thomas Marques     
2. TRANQUEANDO O DESTINO
Ritmo: Rasguido 
Letra: Everton Santos/Olegario Montano 
Melodia: Everton Santos 
3. SE UM DIA EU TIVER OUTRO CACHORRO 
Ritmo: Milonga 
Letra: Dalvan Medina 
Melodia: Volmir Coelho 
4. TOMANDO AS RÉDEAS DO RANCHO 
Ritmo: Toada 
Letra: Carlos Rosa Neto/Chico Espenosse 
Melodia: Sidney Almeida/Clóvis de Souza 
5. BOAS NOVAS 
Ritmo: Chamarrita 
Letra: Francisco Brasil 
Melodia: Bruno Teixeira 
6. POR QUE NÃO FAZER MILONGA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Paulo Ricardo Costa 
Melodia: Wilson Paim 
7. RENOVAÇÃO 
Ritmo: Milonga 
Letra: Luiz Augusto Ferreira 
Melodia: Wilson Paim 
8. O LIVRO DO CAMPO A FORA 
Ritmo: Milonga 
Letra: André Lucas Rodrigues 
Melodia: Kristopher Pires 
9. NUM PURAHEI DE GUITARRAS 
Ritmo: Milonga 
Letra: Joel de Freitas Paulo 
Melodia: Jorge da Costa Prado 
10. VANEIRA DE VOZ TROCADA 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Valdir Eguilhor (Cabo Véio) 
Melodia: Arthur Leal/Carlos Cleber Dias Leal 
11. DO ÍNDIO QUE TOCA E CANTA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Leandro Martins 
Melodia: Leandro Martins 
12. POEMA DA LUA INTEIRA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Everton Santos/Olegário Montano
Melodia: Danner Marinho/Rafael Alves/Lívia Bérgamo 
13. LA NA ESTÂNCIA SANTA IZIDRA 
Ritmo: Milonga 
Letra: Leandro Martins 
Melodia: Leandro Martins 
14. IDENTIDADE RURAL 
Ritmo: Vaneira 
Letra: Dilon Montardo
Melodia: Marlon Teixeira 
SUPLENTES: 
1. RUMO AO RINCÃO APERTADO 
Ritmo: Serranera 
Letra: Francisco Brasil/Edegar Brasil 
Melodia: Bruno Teixeira 
2. A PRIMAVERA DO POSTO 
Ritmo: Chamarra 
Letra: Sérgio Sodré Pereira 
Melodia: André Lucas Rodrigues

sexta-feira, 9 de junho de 2023

14º CANTO NATIVO - INSCRIÇÕES ATÉ 1º DE JULHO

O 14º Canto Nativo de Santo Augusto vai acontecer nos dias 18 e 19 de agosto de 2023, no Centro de Eventos do Sindicato Rural. Na mesma oportunidade será realizado o 7º Cantinho Nativo, certame para intérpretes infantojuvenis.

O prazo para inscrições se esgota no dia 1º de julho de 2023
O material deve ser encaminhado através do site www.srsa.com.br/cantonativo 
Na mesma pagina, o interessado poderá acessar os Regulamentos dos dois festivais. 

O 14º Canto Nativo oferecerá uma ajuda de custo no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) para os autores de cada música classificada para a Fase Geral.  As obras classificadas nas modalidades Regional, Local e Quebra-Costelas, receberão  R$ 1.000,00 (mil reais).

Os destaques do 14º Canto Nativo conquistarão a seguinte premiação:

Primeiro Lugar:   R$ 2.000,00
Segundo Lugar:   R$ 1.000,00
Terceiro Lugar:    R$    500,00
Música Destaque Regional:  R$    500,00
Música Mais Popular:  R$   300,00
Melhor Instrumentista: R$   300,00
Melhor Grupo Instrumental: R$   300,00
Melhor Melodia: R$   300,00
Melhor Intérprete: R$   300,00
Melhor Letra:   R$   300,00 
Talento Regional:  Troféu 

quarta-feira, 7 de junho de 2023

OS DESTAQUES DA 29ª SAPECADA DA CANÇÃO NATIVA

Lucas Gross e Mauro Silva, com o troféu de Primeiro Lugar da 29ª Sapecada.

Na madrugada de quarta-feira, 07 de junho, o casal de apresentadores oficiais da 29ª Sapecada da Canção Nativa, anunciava os destaques do festival realizado nos dias 05 e 06 de junho, em Lages, a mais gaúcha das cidades catarinenses. 
Parabéns a todos.
Acompanhem o Resultado:

Primeiro Lugar:  RANCHO DE ADOBE
Letra: Evair Gomez
Melodia: Mauro Silva/Lucas Gross
Ritmo: Milonga
Interpretação: Odair Teixeira. Daner Marinho, Mauro Silva e Lucas Gross
Violão: Odair Teixeira
Violão: Lucas Gross
Guitarrón: Daner Marinho
Contrabaixo: Aparicio Maidana
Cordeona: Mauro Silva
Recitado: Evair Gomez

Segundo Lugar: CONCEITOS
Letra: Eron Vaz Mattos
Melodia: Eron Vas Matos/Joca Martins
Ritmo: Milonga
Interpretação:  Joca Martins
Violão: Higor Estremera
Violão: André Teixeira
Violão: Quinto Oliveira                                     
Contrabaixo: Carlos De Césaro
Guitarrón: Luciano Fagundes

Terceiro Lugar:  BASTO DO AVÔ TROPEIRO
Letra: Dudi Marafigo/Eduardo Schimidt
Melodia: Ricardo Oliveira
Ritmo: Milonga
Interpretação: Ricardo Oliveira
Violão e vocal: Marlus Pereira
Violão: Dudi Marafigo 
Cordeona: Grabiel Maculan
Contrabaixo: Adilson Oliveira
Violino: Israel Dutra
Cello: Ricieri Luís

Melhor Intérprete: JOCA MARTINS
Música: Nome de Tapera

Melhor Instrumentista:   DANIEL ZANOTELI
Música: Tema de um Adeus
Instrumento: Flauta Transversal

Melhor Letra: CONCEITOS
Letra: Eron Vaz Mattos
Melodia: Joca Martins
Ritmo: Milonga
Interpretação:  Joca Martins

Melhor Melodia:  MENSUAL
Letra: Rogério Ávila
Melodia: Leonel Gomez
Ritmo: Rasguido Doble
Interpretação: Leonel Gomez

Melhor Arranjo:  RANCHO DE ADOBE
Letra: Evair Gomez
Melodia: Mauro Silva/Lucas Gross
Ritmo: Milonga
Interpretação: Odair Teixeira, Daner Marinho, Mauro Silva e Lucas Gross

Melhor Conjunto Vocal: DE QUEM PLANTA E COLHE
Rasguido Doble
Letra: Clodoaldo Pereira
Melodia:  Pery Padulha Bohrer
Interpretação: Cris Chardozinho, Camila Alexandre, Pery Bohrer e Leandro Pereira   

Tema Campeiro: COXONILHO
Letra: Rafael Ferreira
Meolidia: Cristian Camargo
Ritmo: Milonga
Interpretação: Ricardo Oliveira, Ricardo Bergha e Marcelo Oliveira
Contrabaixo e Vocal: Pedro Terra
Acordeon: Aluísio Rockembach
Violão e Vocal: Roberto Borges
Violão Aço: Ricardo Oliveira
Guitarron: Ricardo Bergha
Bandoneon: Gabriel Maculan
Percussão: Marcelo Oliveira

Tema Região Serrana:  TIO BASTIA
Letra: Ramiro Amorim
Melodia: Alberto Ventura Neto
Ritmo: Chamarra
Interpretação: Beto Ventura

Mais Popular:  DESPERCEBIDO
Letra: Dudi Marafigo
Melodia:  Ricardo Oliveira
Ritmo: Chote
Interpretação: Ricardo Bergha 
Violão e Vocal: Ricardo Oliveira 
Violão de Aço e Vocal: Bruno Arruda
Guitarron: Dudi Marafigo
Contrabaixo e Vocal: Arthur Almeida
Gaita Botoneira: Ingrid Dors 

terça-feira, 6 de junho de 2023

AS MÚSICAS QUE FARÃO A GRANDE FINAL DA 29ª SAPECADA


Por volta da 1h da madrugada desta terça-feira, 06/06, foram anunciadas as 12 (doze) músicas da Etapa Nacional que obtiveram classificação para a Etapa Final da 29ª Sapecada da Canção Nativa, que acontecerá a partir das 21 horas de hoje, na cidade de Lages/SC. 
As 12 (doze) músicas classificadas ontem receberão o acréscimo das 04 (quatro) canções classificadas na 21ª Sapecada da Serra Catarinense, realizada no domingo, 04/06. 
A grande final da 29ª Sapecada será transmitida ao vivo, através do Facebook.  
As 12 (doze) finalistas oriundas da Etapa Nacional da 29ª Sapecada, em ordem alfabética, são as seguintes:  

1. COLA DE SORRO
Letra: Paulo Osório Lemes
Melodia: Marcelo Holmos
Ritmo: Chamarrita
Interpretação:  Robson Garcia
Violão e Vocal: Juliano Moreno
Violão: Thiago Antunes
Shaker: Paulo Ozório
Gaita Botoneira: Marcelinho Nunes
Contrabaixo: Felipe Bartmann
2. CONCEITOS
Letra: Eron Vaz Mattos
Melodia: Joca Martins
Ritmo: Milonga
Interpretação:  Joca Martins
Violão: Higor Estremera
Violão: André Teixeira
Violão: Quinto Oliveira                                     
Contrabaixo: Carlos De Césaro
Guitarrón: Luciano Fagundes
3. COXONILHO
Letra: Rafael Ferreira
Meolidia: Cristian Camargo
Ritmo: Milonga
Interprete: Ricardo Oliveira, Ricardo Bergha e Marcelo Oliveira
BaixContrabaixo e Vocal: Pedro Terra
Acordeon: Aluísio Rockembach
Violão e Vocal: Roberto Borges
Violão Aço: Ricardo Oliveira
Guitarron: Ricardo Bergha
Bandoneon: Gabriel Maculan
Percussão: Marcelo Oliveira
4. D'ALVAS E NAZARENAS
Letra: Matheus Costa
Melodia: Luis Fernando Ribeiro
Ritmo: Milonga
Interpretação: Matheus Leal
Violão: Gustavo de Oliveira
Violão: Rafael Garcia
Violão: Jeam Carlos Godoy
Contrabaixo: Negrinho Martins
Gaita: Evandro Pires
Recitado: João Guilherme Soncini
5. MENSUAL
Letra: Rogério Ávila
Melodia: 
Leonel Gomez
Ritmo: Rasguido Doble
Interpretação: Leonel Gomez
Violão: Thiago Antunes
Guitarrón: Jan Betancourt
Contrabaixo: Marcelo Holmos
Gaita: Leonel Gomez
6. MEU TORDILHO DESTINO
Letra: Lucas Gross/Marcelo Mendes
Melodia: Mauro Silva/Lucas Gross
Ritmo: Rasguido Doble
Interpretação: Gabriel Jardim, Lucas Gross, Daner Marinho e Mauro Silva
Violão e Vocal: Odair Teixeira
Violão: Daner Marinho
Violão: Gabriel Jardim
Guitarrón: Lucas Gross
Contrabaixo: Aparicio Maidana
Cordeona: Mauro Silva
Recitado: Adriano Alves 
7.  NOME DE TAPERA
Letra: Francisco Brasil
Melodia: Cristian Camargo
Ritmo: Milonga
Interprete: Joca Martins
Violão: Roberto Borges
Guitarrón: Luciano Fagundes
Contrabaixo: Carlos De Césaro
Acordeon: Aluísio Rockembach
Violino: Pedro Kaltbach
8. O LIVRO DA MINHA HISTÓRIA
Letra: Sérgio Carvalho Pereira
Melodia:  André Teixeira
Ritmo: Milonga
Interpretação: André Teixeira
Violão: Gustavo Otesbelgue
Violão: Quinto Oliveira
Violão e Vocal: Gabriel Jardim
Guitarrón: André Teixeira
Contrabaixo e Vocal: Pedro Terra
Recitado: Xiru Antunes
9. OS ANTIGOS
Letra: Francisco Brasil
Melodia: Kiko Goulart
Ritmo: Milonga
Interpretação: Quarteto Coração de Potro
Guitarra e Voz: Kiko Goulart
                                                      
Guitarra e Voz: Patrick Antunes
Guitarra: Vitor Amorim
Guitarrón: Maicon Oliveira
Violino: Pedro Kaltbach
Violino: Tiago Ribas
Violoncello: Riccieri Paludo
Recitado: Adriano Alves
10.  PIAZITO DE CAMPO
Letra: Rogério Villagran
Melodia: Kiko Goulart
Ritmo: Canção
Intérprete: Quarteto Coração de Potro
Guitarra e Voz: Kiko Goulart
Guitarra e Voz: Vitor Amorim
Guitarra eE Voz: Patrick Antunes
Guitarrón E Voz: Maicon Oliveira
Violino: Tiago Ribas
Bandoneon: Gabriel Maculan
Violoncello: Riccieri Paludo
Quenna: Juan Lozano
11. RANCHO DE ADOBE
Letra: Evair Suarez Gomez
Melodia: Mauro Silva/Lucas Gross
Ritmo: Milonga
Interpretação: Odair Teixeira. Daner Marinho, Mauro Silva e Lucas Gross
Violão: Odair Teixeira
Violão: Lucas Gross
Guitarrón: Daner Marinho
Contrabaixo: Aparicio Maidana
Cordeona: Mauro Silva
Recitado: Evair Gomez
12. TEMA DE UM ADEUS
Letra: Martim César
Melodia: Roberto Luzardo
Ritmo: Zamba                         
Interpretação: Pirisca Grecco
Piano: Paulinho Goulart
Flauta Transversal: Daniel Zanotelli
Bombo Leguero: Charlise Bandeira
Contrabaixo: Rodrigo Maia

As 04 (quatro) classificadas na 21ª Sapecada da Serra são as seguintes:
1. BASTO DO AVÔ TROPEIRO
Milonga
Letra: Dudi Marafigo/Eduardo Schimidt
Melodia: Ricardo Oliveira
Interpretação: Ricardo Oliveira
2. DESPERCEBIDO
Ritmo: Chote
Letra: Dudi Marafigo
Melodia:  Ricardo Oliveira
Interpretação: Ricardo Bergha  
3. DE QUEM PLANTA E COLHE
Rasguido Doble
Letra: Clodoaldo Pereira
Melodia:  Pery Padulha Bohrer
Interpretação: Cris Chardozinho, Camila Alexandre, Pery Bohrer e Leandro Pereira   
4. TIO BASTIA
Chamarra
Letra: Ramiro Amorim
Melodia: Alberto Ventura Neto
Interpretação: Beto Ventura