TOTAL DE ACESSOS

sábado, 25 de janeiro de 2020

18º ACAMPAMENTO DEFINE OBRAS CONCORRENTES

Comissão de Triagem do 18º Acampamento de Campo Bom.

Definidas as composições classificadas para o 18º Acampamento da Canção Nativa, festival que acontecerá nos dias 06 e 07 de março de 2020, no Parque do Trabalhador, em Campo Bom.

CLASSIFICADAS - FASE GERAL
1. TESOURA
Letra: PAULO OZORIO LEMES
Melodia: MARCELO HOLMOS/JULIANO GOMES
2. A MESMA MIRADA (CONTO POR MILONGA) 
Milonga
Letra: LISANDO AMARAL
Melodia: GUILHERME COLLARES 
3. A SANTA FÉ DO SEU SANTO
Letra: LEONARDO BORGES
Melodia: DANIEL CAVALHEIRO
4. O SAL DA MINHA TERRA
Letra: SERGIO CARVALHO PEREIRA
Melodia: KIKO GOULART
5. ROMANCE FIRMADO 
Milonga
Letra: MAURICIO DE OLIVEIRA/DEIVID DAMACENO
Música: RAINERI SPORH 
6. A TROPILHA DOS MEUS SONHOS
Letra: ANTONIO OPTIZZ
Melodia: CRISTIAN CAMARGO
7. LAMENTO DE ALAMBRADOR
Letra: OTAVIO LISBOA
Melodia: FILIPE CALVETE CORSO
8. PITANDO
Letra: FRANCISCO BRASIL
Melodia: ANDRÉ TEIXEIRA
9. JUNTO A ÚLTIMA PORTEIRA
Letra: JULIANO SANTOS
Melodia: ÍNDIO RIBEIRO
10. PECADO ANTIGO
Letra: HELVIO LUIS CASALINHO/GUJO TEIXEIRA/DIDI TEIXEIRA
Melodia: ADRIANO GOMES 
11. XUCRA 
Milonga
Letra: JARI TERRES
Melodia: JARI TERRES 
12. ESTÂNCIA ANTIGA
Letra: ANOMAR DANÚBIO VIEIRA
Melodia: MARCELINHO NUNES


CLASSIFICADAS - FASE REGIONAL
1. TENTOS DA MESMA TRAMA 
Chamarra
Letra: LEONARDO CHARRUA/LUIS ROSADO
Melodia: LEONARDO CHARRUA 
2. PASSARINHO CANTADOR 
Milonga
Letra: PAULO TRENTIN
Melodia: RODRIGO PIRES 
3. PIÁ MANDALETE 
Chamarrita
Letra: PINGO MARTINS/ PAULO EDUARDO MOEHLECKE
Melodia: PINGO MARTINS 
4. ROMANCE DO POTRO ELEGANTE 
Chamarra
Letra: DJALMA PACHECO/MAURO ROSADO
Melodia: ROBSON PAINES 
5. CANTO SEM FIM
Letra: MAGNO CHARRUA
Melodia: VINÍCIUS SANTOS
6. AOS OLHOS DO TEMPO
Letra: WAGNER HORLLE DA ROSA
Melodia: LUIZ GUSTAVO LEUCK DALLASTRA
7. NA CIDADE AFLORA O CAMPO
Letra: RONALDO TELES
Melodia: RONALDO TELES
8. O BOI DAS ASPAS DE OURO 
Chamamé
Letra: LEANDRO BERLESI
Melodia: LEONARDO DE MEDEIROS 
9. FLOR DO CAMPO
Letra: ROBERTO ORNES
Melodia: ALEXANDRE OLIVEIRA 
10. INTERIORANO
Milonga canção
Letra: ANTÔNIO DAS NEVES
Melodia: ANTÔNIO CARLOS DAS NEVES 
11. ROMANCE DE PEÃO 
Milonga
Letra: JOÃO SOLEDAD
Melodia: JOÃO SOLEDAD 
12. SUPERSTIÇÃO DE CAMPEIRO 
Rasguido doble
Letra: WILLIAM MONTEIRO
Melodia: PAULO DE SOUZA 
13. PRA ELA Milonga
Letra:  MARIANA LIMA
Melodia: MARIANA DE OLIVEIRA LIMA 


6º CAMPAMENTINHO
Na mesma oportunidade foram selecionados os jovens intérpretes  que concorrerão no 6° Acampamentinho da Canção Nativa,  que acontecerá no dia 05 de março, no Parque do Trabalhador, em Campo Bom.
INTÉRPRETES CONCORRENTES: 
CATEGORIA PIAZITO Ariel Magnus
Vitor Custódio
Marina Duarte
Vitória Zwirtes
Arthur de Oliveira Lima

CATEGORIA PIÁ
Leonardo Schneider
Cássio Castilhos
Giovanna Cavalheiro
Julia Fenner
Kathellyn Garcia

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

34º REPONTE ACONTECERÁ NO MÊS DE ABRIL


O Reponte da Canção, um dos festivais mais importantes do Rio Grande do Sul, tem sua 34ª edição confirmada para os dias 03 e 04 de abril de 2020. O evento, que se tornou bienal, ocorreu pela última vez nos dias 13, 14 e 15 de abril de 2018. 
Para o prefeito Rudinei Härter, "o Reponte da Canção faz parte da história de São Lourenço do Sul, portanto deve ser mantido, pois promove a valorização da cultura e da musicalidade gaúcha."
O 34º Reponte ocorrerá mais uma vez no seu local tradicional, o Galpão Crioulo do Camping Municipal da Lagoa, na margem direita do arroio São Lourenço, lugar aprazível e de grande beleza natural. 
Paralelamente ao 34º Reponte da Canção, ocorrerá o 26º Pérola em Canto, certame de âmbito municipal, que funciona como etapa classificatória para o Reponte. 
O regulamento, bem como as inscrições serão divulgadas em breve. 
Mais informações pelo fone: (53) 3251-9512.

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

1º CORDEIRAÇO DA CANÇÃO NATIVA

Anunciamos com satisfação o surgimento de mais um festival nativista. Trata-se do 1º Cordeiraço da Canção Nativa, que acontecerá no dia 1º de fevereiro de 2020, como parte da programação da 2ª Festa da Cordeira, que ocorre de 31 de janeiro a 02 de fevereiro, no Parque de Exposições Olympio Bicca Estrázulas, município de Santa Margarida do Sul/RS.
As 12 canções concorrentes foram selecionadas em triagem realizada no dia 18 de janeiro, pelos jurados André Oliveira, Giovani Vieira e
Jucas Castilho.
Após um espetáculo de intervalo, será conhecido o resultado do festival. 
A 2ª Festa da Cordeira e o 1º Cordeiraço da Canção Nativa, são promovidos pela Associação dos Produtores Rurais de Santa Margarida do Sul
Confiram as 12 músicas que subirão ao palco, na noite de 1º de fevereiro:


DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2019 - MÚSICA E POESIA DO ANO


Já é do conhecimento de todos os leitores e amigos que o projeto Troféu Destaques dos Festivais, executado há 22 anos pelo comunicador e produtor nativista Jairo Reis, enfatizou mais uma vez, aqueles músicos, poetas, compositores, instrumentistas, declamadores e amadrinhadores que obtiveram maior número de premiações nos festivais de música e de poesia realizados durante o ano de 2019.  Os nomes dos agraciados foram revelados aqui mesmo no blog Ronda dos Festivais, em postagem publicada no dia 19 de dezembro passado.  O resultado também foi divulgado no programa Ronda dos Festivais, veiculado por 25 emissoras do RS e de SC.
A exemplo da edição no ano passado, além das categorias e modalidades individuais, o projeto TDF2019 está novamente prevendo a escolha da Poesia do Ano, da Canção do Ano e da Música Instrumental do Ano.
Para esta importante incumbência, de ouvir e analisar cada uma das 41 canções, 05 poesias e 02 músicas instrumentais vencedoras dos festivais de 2019 e, na sequência, apontar os melhores trabalhos de cada modalidade, foi constituída uma Comissão Avaliadora, formada por Gabriel MoraesIbaldo PedraJaime Ribeiro, Juarez Fonseca, Léo Ribeiro, Odilon Ramos e Valter Portalete, sete conceituadas personalidades, dotadas de lisura, conhecimento e capacidade técnica,  profissionais respeitados e com notória credibilidade no ambiente radiofônico, nativista e regional gaúcho. A esses parceiros o nosso sincero e fraterno muito obrigado.  
No período entre 01 e 20 de janeiro, a referida comissão avaliadora, analisou os poemas, as letras e as melodias de todas as obras vencedoras. Nota-se que no conjunto de canções, registra-se mais uma vez a supremacia da “Milonga” dentre os gêneros musicais utilizados pelos compositores.
A título de curiosidade, elencamos os ritmos adotados pelos melodistas.
Milonga            16
Chamame          5
Chamarra          5
Toada                3
Canção              2
Vaneira              3
Bugio                1
Candombe        1
Chacarera         1
Chimarrita        1
Folia de Reis    1
Mazurca           1
Polca                1
Pop                   1
Zamba              1

Ao final dos trabalhos, cada integrante da comissão avaliadora elegeu os cinco trabalhos de sua preferência, com exceção, é claro, da Música Instrumental que só tinha 2 obras vencedoras.
Comparados os conceitos atribuídos pelos avaliadores, aparadas as eventuais divergências, chegamos ao veredicto que nos permite proclamar os seguintes resultados: 

Música Instrumental do Ano:   LUNA
Gênero:  Chamame
Autores:  Marcelinho Carvalho/Diego Machado/Aparício Maidana
Interpretação: Autores
Festival: 2ª Penca da Música Instrumental
Cidade: Santana do Livramento/RS        




Poesia do Ano:   ETERNAMENTE

Autora: Bianca Bergmam                            
Declamadora: Bianca Bergmam               
Amadrinhador: Dairan Dellavechia
Festival:  7ª Carreteada da Poesia
Cidade:  São Valentim - Santa Maria/RS 














Canção do Ano:  LEILÃO DE APEROS
Gênero: Milonga
Letra: Flávio Saldanha
Melodia: Nilton Ferreira
Interpretação: Nilton Ferreira
Festival: 41ª Califórnia da Canção Nativa
Cidade: Uruguaiana/RS



Assim como os demais Destaques dos Festivais 2019, os autores da Poesia do Ano, da Canção do Ano e da Música Instrumental do Ano, também receberão troféus representativos, durante a confraternização a ser realizada no dia 18 de março de 2020, em local a ser definido e revelado em breve.    





Parabenizamos aos autores, músicos e intérpretes das obras agraciadas com o Troféu Destaques dos Festivais, bem como cumprimentamos a todos os participantes dos eventos realizados em 2019. 
Que as conquistas e o sucesso sejam maiores em 2019.

Música Instrumental do Ano, a Poesia do Ano e a Canção do Ano serão apresentadas com exclusividade, na edição do próximo final de semana do programa RONDA DOS FESTIVAIS, veiculado em 25 emissoras de rádio do RS e de SC, sempre com produção e apresentação de JAIRO REIS

Utilizamos nesta postagem, algumas fotos cujos autores não conseguimos identificar. Agradecemos pela cedência compulsória das fotos. 

Em caso de utilização e reprodução destas informações, favor registrar o devido crédito ao autor do presente levantamento, o comunicador e produtor de eventos JAIRO REIS. 

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

GRACIAS PELA DEFERÊNCIA


Ontem, tive o privilégio de ser o primeiro entrevistado da Comissão Especial Sobre a Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha, importante iniciativa do Deputado Estadual Luiz Marenco.       

Em quase duas horas de prosa com os assessores do Deputado Marenco,  os amigos Pirisca Grecco e Dilson Machado, narrei um pouco da minha história no tradicionalismo, nos festivais, na imprensa, na produção de eventos e me foi permitido opinar sobre o universo do nativismo gaúcho, de ontem e de hoje.  
Espero que minha fala tenhas sido valiosa. 
Fiquei honrado e orgulhoso com a deferência.  Muito obrigado Marenco, Pirisca e Dilson.

Jairo Reis
Comunicador e Produtor Nativista

ESTEIO DA POESIA NO RONDA DOS FESTIVAIS


Já está disponível para as emissoras de rádio parceiras, a edição mais recente do programa Ronda dos Festivais, que conta com a participação especial do jornalista e amigo Djalma Pacheco, representando a comissão organizadora do Esteio da Poesia Gaúcha, um dos mais importantes e bem organizados festivais do estado.
Entre uma cuia e outra, proseamos sobre o 6º Esteio e o 2º Esteio do Amanhã, eventos que acontecerão no dia 29 de fevereiro, na cidade de Esteio, é claro.
Música, chimarrão e uma prosa de fundamento sobre a poesia e a cultura gaúcha.
Programa Ronda dos Festivais, toda semana uma edição caprichada pra ti, prezado ouvinte. 
Escolhe uma das 24 rádios que o veiculam e nos prestigia, chê!!


terça-feira, 14 de janeiro de 2020

11º CANTO DO JACAQUÁ ACONTECE EM JANEIRO


De 31 de janeiro a 1º de fevereiro, acontece em São Francisco de Assis, a 11ª edição do Canto do Jacaquá,  um festival "costeiro", ou seja, que elege um tema a ser desenvolvido poética e musicalmente pelos participantes.  O certame é exclusivo para compositores e músicos convidados. O custo do convite é de R$ 100,00 por pessoa, com direito a alimentação durante o evento.
O festival acontecerá no Parque de Exposições do Sindicato Rural, que dispoe de área para acampamento.  Cada participante deverá levar sua barraca com os devidos "trens de cama".
Informações com os intergrantes do Grupo de Arte e Cultura Querência do Bugio.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

FESTIVAIS COM INSCRIÇÕES ABERTAS

Atenção músicos e compositores.  Três festivais nativistas que acontecem no mês de março/2020, estão recebendo inscrições ao longo dos meses de janeiro e fevereiro. Mas é bom "se aligeirar".
Confiram as datas e os meios de efetivar as inscrições:


18º ACAMPAMENTO DA CANÇÃO NATIVA - Campo Bom/RS
06 e 07 de março de 2020
Ajuda de Custo Fase Regional: R$ 1.000,00
Ajuda de Custo Fase Geral:  R$ 4.000,00 
Inscrições até 24/01/2020
Site: www.festivaiscampobom.com.br
Regulamento: http://www.festivaiscampobom.com.br/Regulamento18Acampamento.pdf 
Inscrição Fase Regional: 
Inscrição Fase Geral:  




27ª TERTÚLIA MUSICAL NATIVISTA - Santa Maria/RS
12 a 15 de março de 2020 
Ajuda de Custo:  R$  
Inscrições até 03/02/2020 
www.santamaria.rs.gov.br    
REGULAMENTO INDISPONÍVEL 
ATÉ O MOMENTO




16º CANTO DA LAGOA - Encantado/RS
26 a 28 de março de 2020
Ajuda de Custo Fase Regional:  R$ 1.000,00
Ajuda de Custo Fase Nacional:  R$ 4.000,00   
Inscrições até 07/02/2020 
E-mail: cantodalagoa2020@gmail.com
Autorização de Cessão de Direitos Autorais: https://drive.google.com/…/1Kl-Yxu3sTnV2EidhNpFrcsczE…/view…

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

COMISSÃO AVALIADORA TROFÉU DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2019

A exemplo do que ocorreu nas duas últimas edições do Troféu Destaques dos Festivais além das 21 modalidades individuais, também serão definidas a CANÇÃO DO ANO, a POESIA DO ANO e a MÚSICA INSTRUMENTAL DO ANO.  
Para esta importante missão, foi constituída uma comissão avaliadora, formada por  7 pessoas dotadas de capacidade, credibilidade e notório conhecimento sobre o cenário cultural e nativista do sul do Brasil. À referida comissão, foi dada a tarefa de escutar e apreciar criteriosamente cada uma das obras vencedoras dos festivais de 2019. Ao todo foram 42 canções (música com letra), 05 poemas e 02 músicas instrumentais. 
A partir da análise desse material, a citada comissão avaliadora definirá, por ordem de preferência, os 05 melhores poemas, as 05 melhores canções e as 02 melhores músicas instrumentais. Para cada uma destas obras destacadas pelos jurados, será atribuída um pontuação, cujo somatório definirá a Poesia do Ano, a Canção do Ano e a Música Instrumental do Ano.
O anúncio das vencedoras ocorrerá aqui mesmo no blog Ronda dos Festivais, em postagem programada para o dia 20 de janeiro de 2020. 
A repercussão acontecerá  também no programa RONDA DOS FESTIVAIS, na edição que será veiculada na semana entre os dias 21 e 26 de janeiro, nas 22 emissoras de rádio do RS e de SC que retransmitem o programa, oportunidade em serão apresentadas as obras vencedoras, bem como as manifestações de seus autores e intérpretes.
A comissão avaliadora que elegerá a Poesia do Ano, Canção do Ano e a Música Instrumental do Ano, está constituída pelos seguintes parceiros:

Gabriel Moraes: Comunicador de rádio e TV, atuando em Cruz Alta/RS        



Ibaldo Pedra: comunicador e produtor de eventos, de Passo Fundo/RS


Jaime Ribeiro: comunicador e compositor, aquerenciado em Uruguaiana/RS 





Juarez Fonseca: Jornalista, escritor e crítico musical, radicado 
em Porto Alegre/RS .

  
                                   

Léo Ribeiro de Souza:  Poeta, escritor e blogueiro, natural de 
São Francisco de Paula/RS                                   


Odilon Ramos: Poeta e comunicador de rádio e TV, 
    patrulhense de Santo Antônio da Patrulha/RS




Valter Portalete: Poeta, trovador, acordeonista e comunicador. 
Natural de Santiago, reside em Santo Ângelo


sábado, 28 de dezembro de 2019

AS CLASSIFICADAS PARA O 1º CANTO ESTANCIEIRO

Após longa e detalhada triagem, a patronagem do CTG Pompílio Silva juntamente com a comissão organizadora do 1º Festival Nativista Canto Estancieiro anunciou a relação das músicas classificadas.
Parabéns a todos os participantes.
O 1º Canto Estancieiro acontecer nos dias 13 e 14 de fevereiro de 2020, em Santo Augusto.
Confiram as músicas classificadas:
         
 
FASE GERAL:
















FASE REGIÃO CELEIRO:








quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2019



Bueno, gauchada festivaleira.  

Como de costume, desde o ano de 1998, chegamos para apresentar o resultado do TROFÉU DESTAQUES DOS FESTIVAIS, nossa tradicional e tão esperada iniciativa, que revela os nomes daqueles poetas, compositores, intérpretes, instrumentistas, declamadores e músicos em geral que brilharam nos palcos do sul do Brasil durante cada temporada de festivais de música e de poesia.   

Antes de elencarmos os agraciados do ano de 2019, é importante informarmos alguns parâmetros que nortearam o presente levantamento:
1. Foram considerados 39 (trinta e nove) festivais de Canções (música com letra), 05 (cinco) de Poesias e 27 (dois) de Músicas Instrumentais, em cujos regulamentos estão previstas mostras competitivas, nativistas ou entendidas como tal, com as obras concorrentes determinadas por triagem prévia;  
2. Não integram esta estatística os festivais de tema, também chamados de “costeiros” ou “de barranca”. 
3.  Além dos eventos promovidos no Rio Grande do Sul, foram considerados três eventos realizados no estado de Santa Catarina, em virtude de serem certames com características idênticas aos que ocorrem no RS e por contarem com significativa participação de compositores, poetas, músicos, declamadores e intérpretes gaúchos. São 02 festivais de música: Sapecada da Canção Nativa de Lages, e Canto Praiano, de São José; e um de poesia, Celeiro da Poesia, realizado na cidade de Abdon Batista.
4. São contempladas três categorias:  CANÇÃOPOESIAMÚSICA INSTRUMENTAL;
5. O critério para definição dos Destaques, desde a sua primeira edição, é a cumulatividade, ou seja, a soma dos prêmios conquistados em cada modalidade;
6. Cada categoria é composta por várias modalidades, estabelecidas pelo autor do levantamento, o comunicador Jairo Reis, num formato de fácil compreensão.
7. Para efeito de desempate, serão consideradas outras premiações que os indicados eventualmente tenham conquistado, respeitando-se a representatividade hierárquica do prêmio (Primeiro lugar, segundo, terceiro, e assim, sucessivamente).
8. Os vencedores de cada modalidade receberão um exemplar do Troféu Destaques dos Festivais, oferecido pelo comunicador Jairo Reis e pelo blog Ronda dos Festivais.
9. O ato de entrega dos troféus aos vencedores será realizado num evento para este fim, programado para o mês de março de 2020, em local a ser definido e divulgado oportunamente.

Feitos estes esclarecimentos iniciais, passamos a divulgação dos Agraciados, iniciando pela Categoria POESIA.
Os festivais de poemas considerados neste levantamento foram:  
5º Esteio da Poesia Gaúcha – Esteio
7º Celeiro da Poesia – Abdon Batista/SC
24ª Quadra da Sesmaria da Poesia Gaúcha - Osório;
17º Bivaque da Poesia Gaúcha - Campo Bom;
7ª Carreteada da Poesia – São Valentim – Santa Maria

Os DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2020, na categoria POESIA, são os seguintes:

POETA COM MAIS VITÓRIAS.  
Nesta modalidade tivemos 05 autores com um troféu de primeiro lugar cada um: Bianca Bergmam, Guilherme Collares, Henrique Fernandes, Mateus Neves da Fontoura, Silvio Genro.
Para desempatarmos esta disputa, levamos em consideração o fato de que apenas um deles conquistou uma outra premiação, de segundo lugar.  
Diante disso, podemos afirmar que o vencedor desta modalidade venceu a 24ª Sesmaria da Poesia Gaúcha, com o poema “O Campo que Trago”, interpretado pelo declamador Neiton Peruffo e pelo amadrinhador William Andrade.
POETA COM MAIS VITÓRIAS nos festivais de Poesia do ano de 2019 é HENRIQUE FERNANDES.


A segunda modalidade que anunciamos é MELHOR DECLAMADORA.
Parece inacreditável, mas em 2019, nenhuma declamadora conquistou o primeiro lugar na modalidade.  
Para elegermos a vencedora, tivemos que considerar as duas premiações de terceiro lugar obtidas por ela nos festivais: 5º Esteio da Poesia e 17º Bivaque da Poesia, neste último, interpretando o poema vencedor “O Porquê dos Meus Silêncios”, de Mateus Neves da Fontoura.   

Sendo assim, a MELHOR DECLAMADORA DE 2019 é LILIANA CARDOSO.


No quesito MELHOR DECLAMADOR, destacou-se aquele que conquistou três premiações de Melhor Intérprete, nos seguintes festivais:  
5º Esteio da Poesia Gaúcha: Restevas do Carovi (Rodrigo Medeiros)
7º Celeiro da Poesia: Pelo Olhar de um Culatreiro (Henrique Fernandes)
24ª Sesmaria da Poesia Gaúcha -  O Campo que Trago (Henrique Fernandes)
MELHOR DECLAMADOR DE 2019 é NEITON PERUFFO.




O agraciado na modalidade MELHOR AMADRINHADOR, conquistou duas vezes o troféu de Primeiro Lugar, nos festivais:
5º Esteio da Poesia Gaúcha - O Porque dos Meus Silêncios
7º Celeiro da Poesia – Pelo Olhar de um Culatreiro

Estes resultados nos dizem que o MELHOR AMADRINHADOR dos festivais de poesia do ano de 2019 é o violonista FERNANDO GRACIOLA.







Para definir a modalidade DECLAMADOR COM MAIS PREMIAÇÕES, levamos em consideração as premiações obtidas pelo intérprete, tanto as individuais, quanto as conquistadas pelos poemas defendidos por ele.
Seguindo este critério, concluímos que o agraciado obteve 06 (seis) premiações, a saber:
Três primeiros lugares como Intérprete: 5º Esteio, 7º Celeiro e 24ª Sesmaria
Um primeiro lugar Poesia: 24ª Sesmaria
Três Segundos Lugares Poesia: 5º Esteio, 7º Seleiro e 17º Bivaque

A partir destes parâmetros, ficou claro que o DECLAMADOR COM MAIS PREMIAÇÕES é NEITON PERUFFO.


A modalidade AMADRINHADOR COM MAIS PREMIAÇÕES, foi definida levando-se em conta as premiações obtidas pelo instrumentista, tanto as individuais quanto as conquistadas pelos poemas que contaram com a sua atuação.  De acordo com este critério, concluímos que o agraciado obteve 05 (cinco) premiações, a saber:
2 primeiros lugares como Amadrinhador:  5º Esteio e 7º Celeiro
1 primeiro lugar Poesia:  24ª Sesmaria
2 segundos lugares Poesia: 5º Esteio e 7º Celeiro
A partir deste somatório de conquistas, é possível anunciar que o AMADRINHADOR COM MAIS PREMIAÇÕES nos festivais de poesia de 2019 é o violonista FERNANDO GRACIOLA.


Na categoria POETA COM MAIS PREMIAÇÕES, consideramos, exclusivamente, as conquistas relativas a primeiro, segundo e terceiro lugares na modalidade Poesia.  A partir desta regra nos deparamos com 2 poetas com 2 conquistas cada um: Alcindo Neckel com 2 terceiros lugares (5º Esteio e 7ª Carreteada); e Henrique Fernandes com 1 primeiro (24ªSestamaria) e 1 segundo (7º Celeiro).
Considerando a representatividade destas premiações é possível apontar como o POETA COM MAIS PREMIAÇÕES nos festivais de poesia realizados em 2019 o autor HENRIQUE FERNANDES.










CATEGORIA:  MÚSICA INSTRUMENTAL:
Pelo segundo ano o TROFÉU DESTAQUES DOS FESTIVAIS valoriza aqueles instrumentistas, melodistas e arranjadores que se projetam através dos festivais de música instrumental, que lamentavelmente ainda são em pequeno número no calendário de eventos do estado.  Um contrassenso diante do grande número de instrumentistas e músicos talentosos que existem no Rio Grande do Sul.   
Para definir os agraciados na categoria MÚSICA INSTRUMENTAL, levamos em conta os dois certames realizados em 2019:
2ª Penca da Música Instrumental, de Santana do Livramento;
9ª Moenda Instrumental de Santo Antônio da Patrulha.

A modalidade MELHOR MELODIA foi valorizada apenas na 2ª Penca da Música Instrumental.
É desse festival, portanto, que vem os agraciados, sim, no plural, porque são quatro autores que conquistaram a premiação com a música “Qurendona”, premiada também com o segundo lugar na Penca. 
A partir desta constatação, anunciamos como MELHORES MELODISTAS dos festivais de música instrumental de 2019, os musicistas HIGOR  ASSIS,  ÉRICO ROCHA, JAN BITANCOURT e MARCELO BASSALDÚA.




Na modalidade AUTOR COM MAIS VITÓRIAS, cinco compositores conquistaram o troféu de Primeiro Lugar:  Aparício Maidana/Diego Machado/Marcelinho Carvalho: 2ª Penca Instrumental (Luna)
Cristian Sperandir/Matheus Alves: 9ª Moenda Instrumental (Elo)
No entanto, apenas um destes instrumentistas obteve também um troféu de Terceiro Lugar na 2ª Penca. É dele portanto o troféu Destaques dos Festivais de AUTOR COM MAIS VITÓRIAS nos festivais de Música Instrumental de 2019.
Nos referimos ao violonista e compositor MATHEUS ALVES






Na modalidade MELHOR INSTRUMENTISTA, dois nomes projetaram-se com um troféu cada um: o gaiteiro Guilherme Goulart e o violonista Marcelinho Carvalho.   Pra desempatar essa peleia, levamos em consideração o fato de que um deles conquistou também um troféu de primeiro lugar.
Diante desta realidade incontestável, concluímos que o MELHOR INSTRUMENTISTA dos festival de música instrumental de 2019 é MARCELINHO CARVALHO que notabilizou-se executando seu violão na música “Luna” (2ª Penca).






Na modalidade AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES PRINCIPAIS, apontamos aquele compositor que obteve, ao longo do ano, o maior número de premiações principais (1º, 2º e 3º Lugares).
Contabilizadas estas conquistas, podemos afirmar que o vencedor levou pra casa 2 (dois) troféus a saber:
Primeiro Lugar – 9ª Moenda Insturmental – Elo
Terceiro Lugar – 2ª Penca Instrumental – La Jobiniana
Dito isso, podemos afirmar que o AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES nos festivais de música instrumental de 2019 é MATHEUS ALVES. 


Antes de anunciarmos os Destaques da Categoria Canção, precisamos revelar o nome daqueles, ou daquelas, que integraram mais vezes as comissões avaliadoras dos festivais de música e de poesia do ano de 2019. Para esta modalidade demos o nome de JURADO MAIS ATUANTE.

Ao todo, 14 (quatorze) pessoas fizeram parte de comissões avaliadoras, nos 6 (seis) festivais de poesia considerados no nosso levantamento.   
Apenas uma pessoa, deste elenco de avaliadores, integrou três vezes a mesa de jurados, nos festivais:  5º Esteio da Poesia, 1º Manancial da Poesia e 7º Celeiro da Poesia.  Sendo assim, a JURADA MAIS ATUANTE dos festivais de poesia de 2019 é a poeta JOSETI GOMES.





No que tange aos festivais de música, analisando as comissões avaliadoras dos 39 festivais de canções e dos 02 festivais de música instrumental realizados em 2010 e chegamos ao número expressivo de 136 pessoas atuando na condição de jurado.  Destes 136 nomes, 114 participaram como avaliador uma única vez; 15 em duas oportunidades, 07 em três festivais.
Os 07 que mais atuaram como jurados são:  Adair de Freitas, Edilberto Bérgamo, Halber Lopes, João Bosco Ayala, Miguel Marques, Robledo Martins e Sabani Felipe de Souza.
Diante do impasse, e não havendo possibilidade de utilizarmos os métodos de desempate até então praticados, optamos por criar e considerar, a partir deste momento e para as edições futuras, o critério de “idade mais avançada”.   
A partir desta decisão, podemos declarar como o JURADOS MAIS ATUANTES nos festivais de música de 2019, o veterano compositor ADAIR DE FREITAS.


Eis que chega o momento de revelarmos os DESTAQUES DOS FESTIVAIS na categoria CANÇÃO.
Iniciamos com a modalidade AUTOR COM MAIS VITÓRIAS.
Com 3 (três) troféus de “Primeiro Lugar”, conquistados nos festivais:  37ª Gauderiada da Canção (Dois Ofícios), 27ª Sapecada da Canção (Cinco e Meia da Manhã) e 11º Expocanto (Restos de Tarde), o AUTOR COM MAIS VITÓRIAS nos festivais de 2019 é ANDRÉ TEIXEIRA















Na modalidade MELHOR LETRISTA, sobressaíram-se 4 autores com duas conquistas cada um.
Adão Quevedo:  5ª Aldeia, 2ª Esquila e Vindima;
Diego Muller:  28ª Ronda de São Pedro e 12º Canto Missioneiro;
Flávio Saldanha: 17º Sinuelo e 41ª Califórnia;
Gujo Teixeira:   1º Vertente e 34º Ponche Verde
Como critério de desempate, consideramos as eventuais premiações principais obtidas por eles. Desta forma concluímos que, por ter sido premiado em primeiro lugar no 17º Sinuelo e na 41ª Califórnia, o MELHOR LETRISTA dos festivais de 2019 é o poeta FLÁVIO SALDANHA.





Entre os compositores que conquistaram o troféu alusivo a Melhor Melodia, o nome de um deles se projetou com 2 (dois) troféus conquistados nos festivais:  7ª Encantadas da Canção e 11º Expocanto
Dito isto, anunciamos que o MELHOR MELODISTA dos festivais de música do ano de 2019 é ANDRÉ TEIXEIRA.
















Na modalidade MELHOR INTÉRPRETE MASCULINO, o vencedor é o cantor que faturou três
troféus de “Melhor Intérprete”, nos festivais:  5ª Aldeia da Canção, 11º Expocanto e 17º Sinuelo da canção.
Assim, afirmamos com convicção que o MELHOR INTÉRPRETE MASCULINO dos festivais de música de 2019 é o cantor FLÁVIO HANSSEN.











Na modalidade MELHOR INTÉRPRETE FEMININO, duas jovens cantoras foram premiadas duas vezes como melhor Intérprete: Fernanda Lopes (17ª Acampamento de Campo Bom e 7ª Vertente de Piratini); e Lú Schiavo (33ª Meonda e 2ª Esquila e Vindima). 
A utilização do critério de desempate (mais primeiros lugares) nos permite anunciar que a MELHOR INTÉRPRETE FEMININA é FERNANDA LOPES.










A modalidade MELHOR INSTRUMENTISTA registrou mais um empate, desta feita entre os
violonistas Felipe Goulart e Marcelinho Carvalho, e o bandoneonista João Paulo Deckert, todos com 3 troféus cada um. 
Utilizando o mesmo critério de desempate (mais primeiros lugares) concluímos que, por ter atuado em duas músicas vencedoras, o MELHOR INSTRUMENTISTA dos festivais de música de 2019 é FELIPE GOULART que brilhou, executando seu violão nos festivais:  28ª Tafona da Canção; 28ª Ronda de São Pedro e 41º Califórnia da Canção.   












A modalidade INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS, salienta aquele cantor ou cantora que, através de sua interpretação, conduziu a música que defendia ao prêmio máximo do festival.  
Neste aspecto, houve igualdade entre os cantores André Teixeira, que venceu a 37ª Gauderiada, a 27ª Sapecada e o 11º Expocanto; e Nilton Ferreira, que venceu o 34º Carijo, o 17º Sinuelo e a 41ª Califórnia 
Avançando nos critérios de desempate, percebemos que um dos dois cantores conquistou também um segundo lugar na 7ª Encantadas da Canção.  
Por esta razão, anunciamos como o INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS nos festivais de 2019 é ANDRÉ TEIXEIRA.  





Por fim, chegamos a última modalidade da categoria CANÇÃO.
AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES.
Nesta modalidadeapontamos aquele compositor, de letra ou de melodia, que obteve, ao longo do ano, o maior número de premiações, considerando-se para isto somente as premiações de Primeiro, Segundo e Terceiro lugares.
Contabilizadas estas conquistas, percebemos que dois autores obtiveram 5 (cinco) troféus.  São eles:
Rômulo Chaves (4 segundos lugares e 1 terceiro lugar) 
Zulmar Benitez (1 primeiro lugar, 3 segundos lugares e 1 terceiro lugar)
A partir destes números, utilizado o critério de desempate, podemos afirmar que o o AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕES dos festivais de música de 2019 é o compositor ZULMAR BENITEZ.


MÚSICA E POESIA DO ANO:
Como já procedemos nas duas últimas edições do Troféu Destaques dos Festivais, em 2019, novamente elegeremos a CANÇÃO DO ANO, a POESIA DO ANO e a MÚSICA INSTRUMENTAL DO ANO.  
Para este fim, convidamos sete pessoas dotadas de conhecimento e capacidade técnica e honradez, para formarem uma comissão avaliadora, cuja missão será ouvir e analisar todas as obras vencedoras e, deste universo, pinçar as melhores de 2019.
A referida comissão tem até o dia 20 de janeiro de 2020 para concluir o trabalho de avaliação.
CANÇÃO DO ANO, a POESIA DO ANO e a MÚSICA INSTRUMENTAL DO ANO serão anunciadas até o dia 25 de janeiro de 2020.   Aguardem.

Pra encerrar, registramos os nossos cumprimentos a todos os participantes dos festivais de música e de poesia, de modo especial àqueles que aparecem como agraciados neste nosso despretensioso trabalho, DESTAQUES DOS FESTIVAIS.
Que as conquistas e o sucesso sejam maiores em 2020.

O resultado do Troféu Destaques dos Festivais 2019, será repercutido no programa Ronda dos Festivais, que está sendo veiculado em vários dias e horários, por 21 emissoras de rádio do RS e de SC.  

Lembrando mais uma vez que a confraternização de entrega dos Troféus aos Destaques dos Festivais 2019, acontecerá no mês de março, em data e local a serem confirmadas até o final do mês de janeiro.
As presenças e a participação de todos os agraciados será fundamental para o brilho do evento.    

Tomamos a liberdade de utilizar nesta postagem, algumas imagens do fotógrafo Djalma Pacheco e de outros profissionais da fotografia, cujos nomes não nos foi possível descobrir. 
Muito obrigado pela cedência compulsória das fotos.

Em caso de utilização e reprodução parcial ou total das informações constantes nesta postagem, solicitamos, por favor, que seja feito o devido crédito ao seu autor, o comunicador e produtor nativista JAIRO REIS.