35º CARIJO DA CANÇÃO GAÚCHA

quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

19º ACAMPAMENTO JA RECEBE INSCRIÇÕES

O Acampamento da Canção Nativa, um dos mais importantes festivais de músicas do Rio Grande do Sul, acaba de divulgar o Regulamento de sua 19ª edição, que acontecerá nos dias 04 e 05 de março, na cidade de Campo Bom.  
As inscrições serão recebidas até as 18 horas do dia 20 de janeiro de 2022, diretamente no formulário próprio para isso, no site  
No mesmo link, estão disponíveis os regulamentos do 19º Acampamento e do 7º Acampamentinho, festival para jovens intérpretes. 

A seleção das obras inscritas no festivais de Campo Bom, acontecerá nos dias 21 e 22 de janeiro e a divulgação das composições selecionadas acontecerá no dia 23 de janeiro de 2022, nas redes oficias da Prefeitura Municipal de Campo Bom e do próprio festival.
Serão selecionadas 24 canções, sendo 12 para a FASE REGIONAL, destinada à participação de compositores, intérpretes e músicos nascidos e/ou residentes em um dos seguintes municípios: 
Araricá; Cachoeirinha; Campo Bom;  Canoas; Dois Irmãos; Estância Velha; Esteio;  Igrejinha;  Ivoti;  Lindolfo Collor; Nova Hartz; Novo Hamburgo; Parobé; Rolante; São Leopoldo; Sapiranga;  Sapucaia do Sul e Taquara. 
E outras 12, parar concorrerem na FASE GERAL, aberta a participação de compositores de qualquer parte do Brasil, isoladamente ou em parceria com outros. 
Cada compositor, ou parceria de compositores, poderá inscrever, no máximo 5 (cinco) composições distintas, desde que sejam inéditas (letra e música), não tenham sido divulgadas em locais públicos, nem tenham sido gravadas em CDs, DVDs ou divulgadas em veículos de massa como internet, rádio, televisão. 
Cada composição deverá ser inscrita individualmente conforme formulário no site, como participante da FASE REGIONAL ou da FASE GERAL: www.festivaiscampobom.com.br . 

O arquivo de áudio deverá estar em formato mp3 (preferencialmente) e a letra com arquivo formato Word (preferencialmente). 

Cada compositor poderá classificar apenas 1 (uma) composição,  considerando-se as duas Fases. 

As 12 composições concorrentes na FASE REGIONAL serão apresentadas na noite de  04 de março de 2022.
As duas primeiras colocadas na FASE REGIONAL, juntamente com as composições mais votadas pelo público, concorrerão em igualdade de condições com as 12 músicas da FASE GERAL, na noite de 05 de março de 2022. 

O intérprete poderá defender somente uma composição, e os respectivos acompanhantes (instrumentistas ou vocais) não poderão defender mais do que (2) duas composições selecionadas, indiferente se participam na FASE REGIONAL ou FASE FINAL. 

Os prêmios instituídos pelo 19º ACAMPAMENTO DA CANÇÃO NATIVA FASE REGIONAL são os seguintes: 
FASE REGIONAL:  R$ 1.000,00 (mil reais) para cada canção classificada. 
As 2 (duas) melhores composições receberão R$ 3.000,00 (três mil reais), mais o Troféu ACAMPAMENTO; 

FASE GERAL: R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais)  para cada música classificada. 
Primeiro Lugar: R$ 6.000,00 (seis mil reais) mais o Troféu "O IMIGRANTE"; 
Segundo Lugar: R$ 4.000,00 (quatro mil reais) mais Troféu "O CARRETEIRO"; 
Terceiro Lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais) mais Troféu "O OLEIRO"; 
Melhor "Arranjo: R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e o Troféu ACAMPAMENTO; 
Melhor Intérprete: R$ 2.000,00 (dois mil reais) e o Troféu ACAMPAMENTO; 
Melhor Melodia:  R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e o Troféu ACAMPAMENTO 
Melhor Instrumentista: R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e o Troféu ACAMPAMENTO. 
Melhor Letra: R$ 1.500,00 (um mil quinhentos reais) e o Troféu ACAMPAMENTO. 

domingo, 19 de dezembro de 2021

OS DESTAQUES DA 43ª CALIFÓRNIA DA CANÇÃO NATIVA

Hermes e Nilton conquistaram a Calhandra de Ouro
Passavam trinta minutos da meia-noite de domingo, 19, quando foi anunciado o resultado da 43ª Califórnia da Canção Nativa, realizada de 17 a 19 de dezembro em Uruguaiana.  
A comissão avaliadora apontou os seguintes destaques: 

Primeiro Lugar - Calhandra de Ouro:  
O TEMPO DE MEU PAI
Ritmo: Milonga
Letra: Hermes Lopes
Melodia: Nilton Ferreira
Interpretação: Nilton Ferreira

Segundo Lugar - Calhandra de Prata: 
DE PÉ NO CHÃO
Ritmo: Milonga
Letra: Mauro Moraes
Melodia: Pirisca Grecco
Interpretação:  Pirisca Grecco 

Terceiro Lugar: Calhandra de Bronze: 
TRIBUTO EM MILONGA A UM CERTO JOSÉ
Ritmo: Milonga
Letra: Kleber Fernandes
Melodia: Kayke Mello
Interpretação:  Ita Cunha

Melhor Intérprete: LU SCHIAVO 
Música: A Casa Onde Cresci
Autores: Matheus Bauer/Alexandre Scherer

Melhor Instrumentista: JOÃO PAULO DECKERT
Instrumento:  Bandoneon
Música: Coplas de Regresso
Autores:  Jaime Vaz Brasil/Tuny Brum

Melhor Letra: O ONTEM
Autor: Rodrigo Bauer

Melhor Melodia:  COPLAS DE REGRESSO
Autor: Tuny Brum 

Mais Popular: VANEIRA PRA MINHA GAITA DE BOCA
Ritmo: Vaneira
Letra: Claudionir Bastos
Melodia: Claudionir Bastos
Interpretação: Zelisson Medeiros

É HOJE A GRANDE FINAL DA 43ª CALIFÓRNIA

Rodrigo e Matheus Bauer: pai e filho "adversários" na final.
As 20 horas deste domingo, 19 de dezembro, no palco da Concha Acústica de Uruguaiana, localizada no Parque Dom Pedro II, iniciará a grande final da 43ª Califórnia da Canção Nativa.
As 24 composições concorrentes foram apresentadas em duas etapas classificatórias, realizadas na sexta-feira e no sábado, sendo destacadas pela comissão avaliadora, 06 músicas de cada noite. 
Um fato curioso e emocionante, é ocasionado pelas participações dos poetas Rodrigo Bauer e seu filho Matheus Bauer, concorrendo por primeira vez como "adversários" num festival e, por felicidade, ambos com suas obras classificadas para a final da deste domingo.   
Sempre é conveniente lembrar que a comissão avaliadora do está composta por Gustavo Brodinho, Loma Pereira, Maria Luiza Benitez, Ricardo Tubino e Vaine Darde, cinco nomes capacitados para a missão de apontar os destaques do festival. 
As 12 canções finalistas da 43ª Califórnia são as seguintes: 

Classificadas na Etapa de Sexta-feira:

1. A CASA EM QUE CRESCI
Ritmo: Canção
Letra: Matheus Bauer
Melodia: Alexandre Scherer
Interpretação: Lu Schiavo

2. BAMBU, TAQUARA, TAQUARUÇU
Ritmo: Ijexá
Letra: Nandico Saldanha/Rafael Ovídio
Melodia: Paulinho Goulart
Interpretação:  Cesar Santos

3. TRIBUTO EM MILONGA A UM CERTO JOSÉ
Ritmo: Milonga
Letra: Kleber Fernandes
Melodia: Kayke Mello
Interpretação:  Ita Cunha

4. CANTOS DE TABA & SENZALA
Ritmo: Candomble
Letra: João Sampaio
Melodia: Felipe Goulart
Interpretação: João Quintana e Grupo Parceria

5. PERDÃO SAUDADE
Ritmo: Toada
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Jean Kirchoff/Regis Reis
Interpretação:  Jean Kirchoff

6. VANEIRA PRA MINHA GAITA DE BOCA
Ritmo: Vaneira
Letra: Claudionir Bastos
Melodia: Claudionir Bastos
Interpretação: Zelisson Medeiros

Classificadas na Etapa de Sábado:

7. RAZÕES PRA CANTAR AGORA
Ritmo: Milonga
Letra: Adair de Freitas
Melodia: Adair de Freitas
Interpretação: Adair de Freitas e Cristiano Fantinel

8. COPLAS DE REGRESSO
Ritmo: Milonga
Letra: Jaime Vaz Brasil
Melodia: Tuny Brum
Interpretação: Tuny Brum

9. DE PÉ NO CHÃO
Ritmo: Milonga
Letra: Mauro Moraes
Melodia: Pirisca Grecco
Interpretação:  Pirisca Grecco 

10. O ONTEM
Ritmo: Milonga
Letra: Rodrigo Bauer
Melodia: Felipe Goulart
Interpretação: Vinícius Ribeiro

11. O TEMPO DE MEU PAI
Ritmo: Milonga
Letra: Hermes Lopes
Melodia: Nilton Ferreira
Interpretação: Nilton Ferreira

12. PERMISSO
Ritmo: Milonga
Letra: Osmar Proença/Matheus Alves
Melodia: Matheus Alves
Interpretação: Leonardo Quadros  

sábado, 18 de dezembro de 2021

DEFINIDAS AS SEIS PRIMEIRAS FINALISTAS DA 43ª CALIFÓRNIA

Após a apresentação das 12 músicas concorrentes na primeira etapa classificatória da 43ª Califórnia da canção Nativa, realizada ontem em Uruguaiana, a comissão avaliadora, formada por  Gustavo Brodinho, Loma Pereira, Maria Luiza Benitez, Ricardo Tubino e Vaine Darde, apontou as seis primeiras canções que retornarão ao palco do festival na noite de domingo, na condição de finalistas.
As seis finalistas restantes serão eleitas na noite deste sábado. 

As primeiras finalistas são:  



1. A CASA EM QUE CRESCI
Ritmo: Canção
Letra: Matheus Bauer
Melodia: Alexandre Scherer
Interpretação: Lu Schiavo






2. BAMBU, TAQUARA, TAQUARUÇU
Ritmo: Ijexá
Letra: Nandico Saldanha/Rafael Ovídio
Melodia: Paulinho Goulart
Interpretação:  Cesar Santos





3. TRIBUTO EM MILONGA A UM CERTO JOSÉ
Ritmo: Milonga
Letra: Kleber Fernandes
Melodia: Kayke Mello
Interpretação:  Ita Cunha






4. 
CANTOS DE TABA & SENZALA
Ritmo: Candomble
Letra: João Sampaio
Melodia: Felipe Goulart
Interpretação: João Quintana e Grupo Parceria







5. PERDÃO SAUDADE
Ritmo: Toada
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Jean Kirchoff/Regis Reis
Interpretação:  Jean Kirchoff







6. VANEIRA PRA MINHA GAITA DE BOCA
Ritmo: Vaneira
Letra: Claudionir Bastos
Melodia: Claudionir Bastos
Interpretação: Zelisson Medeiros

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

43ª CALIFÓRNIA: DE HOJE ATÉ DOMINGO EM URUGUAIANA


Inicia hoje, 17, e vai até domingo, 19 de dezembro, 43ª Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana. Será uma edição edição comemorativa aos 50 anos de criação do festival, considerado como a cellula mater do nativismo gáucho.  
As atividades iniciam sempre as 20horas, tendo por cenário a Concha Acústica do Parque Dom Pedro II, conhecido como o Parcão de Uruguaiana.  
As noites classificatórias acontecerão hoje e amanhã. Em cada etapa, a comissão avaliadora destacará seis músicas para retornarem ao palco no domingo, 19, na condição de finalistas da 43ª Califórnia. 
A comissão avaliadora estará formada por Gustavo Brodinho, Maria Luiza Benitez, Maxsoel Bastos de Freitas, Ricardo Tubino e Vaine Darde.
A grande final, com a apresentação das doze melhores canções, será transmitida ao vivo pela TVE/RS, Canal 7. 

Ordem de Apresentação das Músicas Concorrentes: 

Sexta-feira - 17/12/2021-  20 horas
1. O PÊNDULO DE CRONOS
Ritmo: Canção
Letra: Jaime Vaz Brasil
Melodia: Zé Alexandre 
Interpretação: Robeldo Martins
2. ALÇADOS LA DA FAXINA
Ritmo: Chamarra
Letra: Horácio Jaques
Melodia: Desiderio Souza
Interpretação: Desidério Souza
3. O QUE ME PRENDE NO CAMPO
Ritmo: Milonga
Letra: Flavio Saldanha
Melodia: Sabani Felipe de Souza
Interpretação:  Adair de Freitas 
4. A CASA EM QUE CRESCI
Ritmo: Canção
Letra: Matheus Bauer
Melodia: Alexandre Scherer
Interpretação: Lu Schiavo
5. BAMBU, TAQUARA, TAQUARUÇU
Ritmo: Ijexá
Letra: Nandico Saldanha/Rafael Ovídio
Melodia: Paulinho Goulart
Interpretação: César Santos
6. BALAIO DO BEM-QUERÊ
Ritmo: Moda de Viola
Letra: Diego Muller/Martim César
Melodia: Érlon Péricles
Interpretação:  Rodrigo Cavalheiro e Fabiano Dias
7. TRIBUTO EM MILONGA A UM CERTO JOSÉ
Ritmo: Milonga
Letra: Kleber Fernandes
Melodia: Kayke Mello
Interpretação:  Ita Cunha
8. LEGADO
Ritmo: Milonga
Letra: Mario Amaral/Marcelo Bravo
Melodia: Beto Gonzales
Interpretação: Dayana Neto
9. CANTOS DE TABA & SENZALA
Ritmo: Candomble
Letra: João Sampaio
Melodia: Felipe Goulart
Interpretação: João Quintana e Grupo Parceria
10. PERDÃO SAUDADE
Ritmo: Toada
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Jean Kirchoff/Regis Reis
Interpretação: Jean Kirchoff
11. VANEIRA PRA MINHA GAITA DE BOCA
Ritmo: Vaneira
Letra: Claudionir Bastos
Melodia: Claudionir Bastos
Interpretação: Zelisson Medeiros
12. A TROCA
Ritmo: Chamamé
Letra: Tadeu Martins
Melodia: Tuny Brum
Interpretação:  Tuny Brum
 
Sábado - 18/12/2021 - 20 horas
1. BAILANTA DO RINCÃO
Ritmo: Vaneira
Letra: Caine Garcia
Melodia: Regis Reis
Interpretação:  Cristiano Fantinel
2. O BERÇO
Ritmo: Milonga
Letra: Leonardo Borges/Clarissa Simões
Melodia: Ricardo Martins
Interpretação: Ricardo Martins
3. RAZÕES PRA CANTAR AGORA
Ritmo: Milonga
Letra: Adair de Freitas
Melodia: Adair de Freitas
Interpretação: Adair de Freitas e Cristiano Fantinel
4. QUERÊNCIO
Ritmo: Milonga
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: João Quintana Vieira
Interpretação:  João Quintana
5. COPLAS DE REGRESSO
Ritmo: Milonga
Letra: Jaime Vaz Brasil
Melodia: Tuny Brum
Interpretação: Tuny Brum
6. DE PÉ NO CHÃO
Ritmo: Milonga
Letra: Mauro Moraes
Melodia: Pirisca Grecco
Interpretação:  Pirisca Grecco 
7. O ONTEM
Ritmo: Milonga
Letra: Rodrigo Bauer
Melodia: Felipe Goulart
Interpretação: Vinícius Ribeiro
8. O TEMPO DE MEU PAI
Ritmo: Milonga
Letra: Hermes Lopes
Melodia: Nilton Ferreira
Interpretação: Nilton Ferreira
9. CALHANDRA
Ritmo: Milonga
Letra: Carlos Eduardo Nunes
Melodia: Zulmar Benitez
Interpretação:  Jean Kirchoff
10. MINHAS CICATRIZES
Ritmo: Canção
Letra: Adão Quevedo
Melodia: João Bosco Ayala 
Interpretação:  Fernanda Lopes
11. ABRAÇO, IRMÃO!
Ritmo: Canção
Letra: Giba Trindade
Melodia: Nilton Junior
Interpretação: Robledo Martins
12. PERMISSO
Ritmo: Milonga
Letra: Osmar Proença/Matheus Alves
Melodia: Matheus Alves
Interpretação: Leonardo Quadros

domingo, 12 de dezembro de 2021

12º CANTO SEM FRONTEIRA - RESULTADO

Vencedores sendo premiados

O 12º Canto Sem Fronteira foi realizado nos dias 10 e 11 de dezembro, no Largo do Centro Administrativo da cidade de Bagé, como parte da programação do 1º FLIC – Festival Literário e Cultural de Bagé.

Promovido pelo Museu do Som da Campanha, liderado pelo músico e produtor Tiago Cesarino, em parceria com a Prefeitura Municipal, o 12º Canto Sem Fronteira teve plateia presencial e foi transmitido ao vivo pelo Youtube. 
Além das 10 músicas inéditas concorrentes, o festival promoveu uma etapa do Canto Sem Fronteira Piá, direcionado à participação de jovens intérpretes. 
O publico presencial e internauta pode também apreciar os espetáculos dos cantores Joca Martins e Cristiano Quevedo.

Ao final, a comissão avaliadora formada por Caine Garcia, Fábio Peralta e Francisco Teixeira definiu o seguinte resultado:

Primeiro Lugar:  Poema a um Sorriso Lindo 
Ritmo: Canção 
Letra: Eliezer Tadeu de Souza 
Melodia: João Bosco Ayala/Robledo Martins 
Interpretação: Robledo Martins
Teclados: Paulinho Goulart 
Saxofone: Daniel Zanotelli 

Segundo Lugar: No Clarão da Lua Cheia
Ritmo: 
Letra: Rafael Chiapetta
Melodia: Pedro Terra
Interpretação: Flávio Hanssen
Cordeona: Edilberto Bérgamo
Violão: Guilherme Collares
Contrabaixo: Natanael Barboza

Terceiro Lugar: Nos Olhos do Corredor
Ritmo: 
Letra: Otávio Lisboa
Melodia: Ricardo Rosa
Interpretação: Raineri Spohr
Violão: Luis Clovis Girardi
Violão: Egbert Parada
Acordeón: Geovane Marques
Contrabaixo: Eduardo Verdi
Sax: Daniel Zanotelli

Melhor Intérprete:  Robledo Martins 
Música: Poema a Um Sorriso Lindo

Melhor Instrumentista: Edilberto Bérgamo
Instrumento: Acordeon
Música: No Clarão da Lua Cheia

Melhor Letra: Nos Olhos do Carredor
Autor: Otávio Lisboa

Melhor Melodia:  No Clarão da Lua Cheia
Autor:  Pedro Terra

Melhor Arranjo: Poema a um Sorriso Lindo
Responsáveis: Paulinho Goulart/Daniel Zanotelli

Mais Popular:  Neste Chão Nativo
Ritmo: 
Letra: Carlos Machado
Melodia: Odair Teixeira
Interpretação: Gustavo Martins
Violão: Luis Clóvis Girardi
Violão: Egbert Parada
Contrabaixo e Vocal: Marcelo Holmos
Gaita Botoneira: Marcelinho Nunes

Canto Sem Fronteira Piá - Premiação:
Yasmin, Leici e Rafaela

Primeiro Lugar:  Yasmin Oliveira
Música: Horiziontes 
Segundo Lugar:  Leici Moura
Música: De Cruzada
Terceiro Lugar:  Rafaela Garcez
Música: Nas Varandas da Saudade

Fonte: Officina da Música

sábado, 11 de dezembro de 2021

OS DESTAQUES DO 19º JOÃOZINHO DA PONTE

Miguel Conrad destacou-se no Festival

A noite final do 19º Festival Joãozinho da Ponte, aconteceu ontem, sexta-feira, 10, no galpão do PTG Novo Grito, em São Gabriel.

Os destaques são os seguintes: 

Primeiro Lugar: Pra Linda Flor da Janela
Ritmo: Valsa
Letra: Douglas Custódio
Melodia: Edvânio Vieira
Interpretação: Miguel Conrad Madri
Contrabaixo: Felipe 
“Salomé” 
Violão Base: Danner Marinho
Violão Base: Ulisses Jobim
Gaita: João Victor Nunes

 
Segundo Lugar:  Lamentos da Chuva
Ritmo: Chamamé
Letra: Paulo Ricardo Costa 
Melodia: Giovanni Lemos 
Interpretação: Giovanni Lemos
Contrabaixo: Luciano Rodrigues
Violão Base: Giovanni Lemos
Percussão: Airton dos Anjos
Gaita: Felipe Neves
 
Terceiro Lugar: Aos Olhos Desses Poetas
Ritmo: Canção
Letra: Dilon Montardo
Melodia: Diego Camargo
Interpretação: Helena Xarão
Contrabaixo: Felipe “Salomé”
Violão Base: Danner Marinho
Violão Solo: Ulisses Jobim
Gaita: Leonardo Furlan
 
Melhor Intérprete Masculino: Miguel Conrad Madri
Música: Pra Linda Flor da Janela

Melhor Intérprete Feminino:  Helena Xarão
Música: Aos Olhos Desses Poetas

Melhor Instrumentista: Miguel Conrad Madri 
Instrumento: Acordeon
Música: Ao Domador Que se Foi

Melhor Poesia:  Lamentos da Chuva
Autor: Paulo Ricardo Costa

Melhor Indumentária:  Everton Santos

Melhor Arranjo Instrumental: Tranqueando O Destino
Autores: Everton Santos/Olegário Montano

Melhor Tema Campeiro: Ao Domador Que se Foi
Autores: Thomas dos Santos/Silvério Motta/Ricardo Rosa

Música Mais Popular:  Ao Domador Que se Foi
Autores: Thomas dos Santos/Silvério Motta/Ricardo Rosa

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

OS PREMIADOS NO 15º JOÃOZINHO MIRIM

Izadora Mota: 1º Lugar Juvenil
Na quinta-feira, 09 de dezembro, em São Gabriel, aconteceu a 15ª edição do Festival Joãozinho Mirim, reunindo intérpretes infanto-juvenis numa interessante mostra competitiva. 
Ao final, saíram premiados os seguintes concorrentes: 

Festival Joãozinho Mirim 15ª Edição

Categoria Pré-Mirim:
Primeiro Lugar: Ana Cecilia Muller
Segundo Lugar: Heitor Miguel Borges
Terceiro Lugar: Bernardo Rodrigues

Categoria Mirim Feminino:
Primeiro Lugar: Amanda Sagaz
Segundo Lugar: Izabele Marinho
Terceiro Lugar: Lariane Langendorf 

Categoria Mirim Masculino:
Empate no Primeiro Lugar entre os concorrentes:
Luiz Augusto  Borges
Leonardo Heberlê

Categoria Juvenil:
Primeiro Lugar: Izadora Mota
Segundo Lugar: Livia Lopes
Terceiro Lugar: Giovana Lima

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

A VOLTA DO CANTO SEM FRONTEIRA

Depois de algum tempo sem ser produzido, o Canto Sem Fronteira, de Bagé, vai realizar a sua 12ª Edição, nos dias 10 e 11 de dezembro, no L
argo do Centro Administrativo.  O festival integra a programação do 1º FLIC – Festival Literário e Cultural de Bagé.
O 12º Canto Sem Fronteira será transmitido ao vivo pelo canal do Museu do Som da Campanha no Youtube.
Além das músicas concorrentes, o publico presencial e internauta poderá apreciar os shows dos cantores Joca Martins e Cristiano Quevedo.
A comissão avaliadora, formada por Caine Garcia, Fábio Peralta e Francisco Teixeira, terá a responsabilidade de eleger os destaques do festival a partir da análise das seguintes canções participantes:

1. FLORZITA 
Ritmo:
Letra: Míchel Plautz 
Melodia: Matheus Bica 
Violão: Matheus Bica 
Guitarron: Tiago Schoenfeld 
Contrabaixo: Marcelo Holmos 
Gaita: Marcelinho Nunes 
Interpretação: JULIANO MORENO 

2. TE CANTO SIMPLES ASSIM CHAMARRITA 
Ritmo: Chamarrita
Letra: Roger Neres
Melodia: Roger Neres 
Guitarrón: Roger Neres 
Violão Solo: Leonardo Nunes 
Violão Base: Marcio Costa 
Gaita: Eduardo Verdi 
Interpretação: MÁRCIO COSTA 

3. DO FUNDÃO DO CAMAQUà
Ritmo: 
Letra: Guilherme Collares 
Melodia: Edilberto Bérgamo 
Violão: Guilherme Collares 
Contrabaixo: Rodrigo Collares 
Cordeona: Edilberto Bérgamo 
Violão: Daniel Cavalheiro
Interpretação: DANIEL CAVALHEIRO 

4. QUANDO UM POTRO NASCE 
Ritmo: 
Letra: Vitor Lopes Ribeiro 
Música: Hermes Duran 
Violão base: Mauricio Pando 
Violão Solo: Isaac Menezes 
Violão Solo: André Ventimiglia 
Guitarrón: Alex Har 
Cajón: Hermes Duran 
Interpretação: MARCIANO REIS FILHO 

5. POEMA A UM SORRISO LINDO 
Ritmo: Canção 
Letra: Eliezer Tadeu de Souza 
Melodia: João Bosco Ayala/Robledo Martins 
Teclados: Paulinho Goulart 
Saxofone: Daniel Zanotelli 
Interpretação: ROBLEDO MARTINS

6. MEU VERSO NÃO TEM MANEIA
Ritmo: 
Letra: Bruno Seligman de Menezes
Melodia: Cristiano Becker Isaia
Violão: Everson Maré
Violão: Cristiano Isaía
Acordeón: Geovane Marques
Interpretação: NICOLE CARRION

7. NESTE CHÃO NATIVO
Ritmo: 
Letra: Carlos Machado
Melodia: Odair Teixeira
Violão: Luis Clóvis Girardi
Violão: Egbert Parada
Contrabaixo e Vocal: Marcelo Holmos
Gaita Botoneira: Marcelinho Nunes
Interpretação: GUSTAVO MARTINS

8. NO CLARÃO DA LUA CHEIA
Ritmo: 
Letra: Rafael Chiapetta
Melodia: Pedro Terra
Cordeona: Edilberto Bérgamo
Violão: Guilherme Collares
Contrabaixo: Natanael Barboza
Interpretação: FLÁVIO HANSEN

9. POEIRA
Letra: Vinícius Dias
Melodia: Cristiano Fantinel 
Guitarrón: Daniel Cavalheiro
Violão: André Ventimiglia
Violão: Isaac Menezes
Violão: Marciano Reis Filho
Interpretação: ALEX HAR

10. NOS OLHOS DO CORREDOR
Letra: Otávio Lisboa
Melodia: Ricardo Rosa
Violão: Luis Clovis Girardi
Violão: Egbert Parada
Acordeón: Geovane Marques
Contrabaixo: Eduardo Verdi
Sax: Daniel Zanotelli
Interpretação: RAINERI SPOHR

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

50 ANOS DO NATIVISMO - TEMPO E MEMÓRIA

Recebemos e compartilhamos o material alusivo ao projeto 
50 Anos do Nativismo – Tempo e Movimento -, cujo espetáculo ocorrerá em 22 de dezembro.
                           
O cinquentenário do movimento nativista será comemorado em grande estilo com o espetáculo 50 Anos do Nativismo – Tempo e Movimento –. 
O lançamento para imprensa ocorre nesta quarta-feira, dia 8 de dezembro, no Solar dos Câmaras, na Praça Marechal Deodoro, 101, às 17h. Todos os protocolos sanitários serão obedecidos.
                                                                                                                                      Na ocasião os produtores culturais do espetáculo, que tem direção artística e concepção de Diego Müller, juntamente com o curador do projeto Vinícius Brum e o diretor musical Marcello Caminha, patrocinadores e Assembleia Legislativa recebem os convidados para um bate papo sobre o evento que acontece no dia 22 de dezembro no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa.
                                                                                                                          
Marco Aurélio Vasconcelos, Shana Müller, Ernesto Fagundes, Ivo Fraga, Victor Hugo, Francisco Alves, Oristela Alves, Pirisca Greco, João de Almeida Neto, Isabela Fogaça, José Fogaça, Maria Luiza Benitez, Robledo Martins, Mauro Moraes, Luiz Marenco, Jari Terres, Neto Fagundes, César Oliveira, Rogério Melo, Analise Severo, Jean Kirchoff, Loma, Flavio Hansen, Daniel Torres e Érlon Péricles são os artistas que irão interpretar grandes sucessos dos festivais começando com a Califórnia da Canção Nativa gênese do movimento que mudou para sempre não só o cenário musical do Estado, mas também costumes e o modo de consumo da música regional gaúcha.
                                                                                                                                      A realização é da Caminha Produções Artísticas, R.Morais Produções Culturais Ltda, JBA Produções Artísticas Ltda e Assembleia Legislativa com patrocínio do Banrisul, BRDE e BAT Brasil.  
                                                                                                                                  Conteúdo: Fernando Baptista – Jornalista MTB 11635 
Assessoria de Comunicação 
50 Anos do Nativismo – Tempo e Movimento 
(55) 99152-5380.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

43ª CALIFÓRNIA - CANÇÕES CLASSIFICADAS

Conforme divulgamos aqui no Ronda, a triagem das obras inscritas na 43ª Califórnia da Canção Nativa foi realizada no final de semana em Porto Alegre. 
A listagem saiu na manha desta segunda-feira. 
Confiram as músicas classificadas para o festival, que acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de dezembro, em Uruguaiana. 

MÚSICAS CLASSIFICADAS 
1. LEGADO 
Letra: Mario Amaral/Marcelo Bravo 
Melodia: Beto Gonzales 
Ritmo: Milonga 
2. BAILANTA DO RINCÃO 
Letra: Caine Garcia 
Melodia: Régis Reis 
Ritmo: Valseado 
3. QUERÊNCIO 
Letra: Rômulo Chaves 
Melodia: João Quintana Vieira 
Ritmo: Milonga 
4. ALÇADOS LA DA FAXINA 
Letra: Horácio da Silva Jaques 
Melodia: Desidério Souza 
Ritmo: Chamarra 
5. PERMISSO 
Letra: Osmar Proença/Matheus Alves 
Melodia: Matheus Alves 
Ritmo: Milonga 
6. A CASA EM QUE CRESCI 
Letra: Matheus Bauer 
Melodia: Alexandre Scherer 
Ritmo: Canção 
7. O ONTEM 
Letra: Rodrigo Bauer 
Melodia: Felipe Goulart 
Ritmo: Milonga 
8. CANTOS DE TABA & SENZALA 
Letra: João Sampaio 
Melodia: Felipe Goulart 
Ritmo: Candombe 
9. MINHAS CICATRIZES 
Letra: Adão Quevedo 
Melodia: João Bosco Ayala Rodriguez 
Ritmo: Canção 
10. COPLAS DE REGRESSO 
Letra: Jaime Vaz Brasil 
Melodia: Tuny Brum 
Ritmo: Milonga
11. A TROCA 
Letra: Tadeu Martins 
Melodia: Tuny Brum 
Ritmo: Chamamé 
12. ABRAÇO, IRMÃO! 
Letra: Giba Trindade 
Melodia: Nilton Junior da Silveira 
Ritmo: Canção 
13. BALAIO DO BEM-QUERÊ 
Letra: Diego Muller/ Martim César 
Melodia: Érlon Péricles 
Ritmo: Moda de Viola 
14. DE PÉ NO CHÃO 
Letra: Mauro Moraes 
Melodia: Pirisca Grecco 
Ritmo: Milonga 
15. VANEIRA PRA MINHA GAITA DE BOCA 
Letra: Claudionir Araújo Bastos 
Melodia: Claudionir Araújo Bastos 
Ritmo: Vaneira 
16. CALHANDRA 
Letra: Carlos Eduardo Nunes
Melodia: Zulmar Benitez 
Ritmo: Milonga 
17. O BERÇO 
Letra: Leonardo Borges/Clarissa Simões 
Melodia: Ricardo Martins 
Ritmo: Milonga 
18. TRIBUTO EM MILONGA A UM CERTO JOSÉ 
Letra: Kleber Tadeu Fernandes 
Melodia: Kayke Mello 
Ritmo: Milonga 
19. O QUE ME PRENDE NO CAMPO 
Letra: Flavio Saldanha 
Melodia: Sabani Felipe de Souza 
Ritmo: Milonga 
20. BAMBU, TAQUARA, TAQUARUÇU 
Letra: Nandico Saldanha/Rafael Ovídio 
Melodia: Paulinho Goulart 
Ritmo: Ijexá 
21. O TEMPO DE MEU PAI 
Letra: Hermes Lopes 
Melodia: Nilton Ferreira 
Ritmo: Milonga 
22. RAZÕES PRA CANTAR AGORA 
Letra: Adair de Freitas 
Melodia: Adair de Freitas 
Ritmo: Milonga 
23. PERDÃO SAUDADE 
Letra: Rômulo Chaves 
Melodia: Jean Kirchoff/Régis Reis 
Ritmo: Toada 
24. O PÊNDULO DE CRONOS 
Letra: Jaime Vaz Brasil 
Melodia: Zé Alexandre 
Ritmo: Canção