TOTAL DE ACESSOS

sábado, 21 de março de 2020

O MENESTREL AIRTON PIMENTEL MORRE AOS 81 ANOS.


Faleceu na noite deste sábado, 21 de março, aos 81 anos de idade, o cantor e compositor Aírton Pimentel, autor de clássicos da música regional gaúcha como “Negro da Gaita”, “Rancho da Estrada”, “Missal das Reses”, “Baile de Campanha”, “Vento Norte”, entre outros.    Foi o autor da trilha sonora do filme “Um Certo Capitão Rodrigo”, inspirado na obra do escritor gaúcho Érico Veríssimo, que foi rodado no pampa gaúcho, em 1970.
Fundou com Edu Réus e Ari Marchi, o conjunto “Os Araganos”, considerado um dos melhores grupos vocais gaúchos de todos os tempos. Em 1974 começou a sua carreira solo, com o disco “Menestrel” e em 1982 trouxe à luz o trabalho musical “Gaúcho ao Pé da Letra” que alcançou a vendagem recorde na época, de mais de 70 mil LP’s em todo o Brasil.  Em 1994 lançou o CD “Alegria dos Pampas”, no qual está registrado o sucesso “O Cagaço do Molina”.  Em 2012 lançou o primeiro songbook regionalista com o título de “Léguas de Milongas”.
Mas seu talento criativo não se restringe apenas ao espaço regionalista, sendo rico melodista e poeta de mão cheia, com visão peculiar do cotidiano.
Airton Pimentel foi um dos fundadores do Sindicato dos Compositores do RS.
Pai dos também músicos Pedro Guerra Pimentel e Marcelo Pimentel, ele foi um dos nomes mais importantes na trajetória inicial dos festivais nativistas do RS. .
Airton Pimentel da Silveira era natural de Bagé, tendo nascido no dia 17/10/1938.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica.
Grato e um baita abraço.