segunda-feira, 4 de março de 2013

11º BIVAQUE E 12º ACAMPAMENTO

O universo nativista se mostra movimentado neste início do mês de março.   Já nos dias 1º e 02, a cidade de Campo Bom sediou dois importantes festivais: 11º Bivaque da Poesia Gaúcha e 12º Acampamento da Canção Nativa.  
Os destaques destes eventos são os seguintes:

11º BIVAQUE DA POESIA GAÚCHA


Premiados no 11º Bivaque da Poesia                         Foto: Adri Fotografias
       













Modalidade POESIA:
Primeiro Lugar: Calçando Esporas
Autor: Adriano Alves 
Declamador: Adriano Alves
Segundo Lugar: Da Bainha ao Sangrador 
Autor: Cristiano Ferreira Pereira 
Declamador: Francisco Azambuja
Terceiro Lugar: Cantalício
Autor: Zeca Alves 
Declamador: Zeca Pereira 
Modalidade DECLAMADOR:
Primeiro Lugar:  Xiru Antunes 
Poema: Culatreiro
Autor:  Adriano Alves
Segundo Lugar: Francisco Azambuja 
Poema: Da Bainha ao Sangrador
Autor:  Cristiano Ferreira Pereira
Terceiro Lugar: Priscila Campeol 
Poema: História em Verso e Reverso
Autor: Jeferson Valente 
Modalidade AMADRINHADOR:
Primeiro Lugar: Marcus Morais
Poema: História em Verso e Reverso
Segundo Lugar: Silvério Barcelos
Poema: Calçando Esporas
Terceiro Lugar:  Zeca Pereira
Poema: Da Bainha ao Sangrador

12º ACAMPAMENTO DA CANÇÃO NATIVA

Premiados no 12º Acampamento da Canção               Foto: Adri Fotografias













Primeiro Lugar: Redenção
Letra: Adriano Alves
Melodia: Marcelo Oliveira
Interpretação:  Marcelo Oliveira
Segundo Lugar: Pedro Santo e Santa Flor
Letra: Rafael Teixeira Chiappeta
Melodia: Lúcio Yanel
Interpretação: Gustavo Teixeira
Terceiro Lugar: Chinoca 
Letra: Felipe Corso
Melodia: Rafael Ferreira
Interpretação: Ricardo Berga  
Melhor Intérprete: Ricardo Berga - “Chinoca”
Melhor Instrumentista: Douglas Mendes - Violino - Dona Lua e Senhor Sol
Melhor Letra: Redenção - Adriano Alves
Melhor Melodia: Sonho Pitanga - Roberto Borges/Rafael Machado
Melhor Arranjo: Redenção
Mais Popular: Dona Lua e Senhor Sol 
Autores: Rogério Villagran e Kiko Goulart
Interpretação: Índio Ribeiro, Vitor Amorim e Fabiano Bacchieri. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica. Grato e um baita abraço.