28 de novembro de 2018

PRIMAVERA DO CANTO XUCRO, PRA FECHAR 2018.

Quando já estávamos preparando o "chimarrão do estribo" em relação aos festivais de 2018, eis que surge a Primavera do Canto Xucro, programado para os dias 21 e 22 de dezembro, na cidade de Tapejara.  As inscrições devem ser encaminhadas para o email  primaveradocanto@gmail.com até a data limite de 08/12/2018.
A comissão avaliadora classificará 14 composições para apresentarem-se no dia 21/12. Deste universo, 10 obras serão destacadas como finalistas e retornarão ao palco do festival o dia 22/12.
Os autores de cada uma das 14 canções selecionadas, receberão ajuda de custo no valor de R$ 1.400,00 (mil e quatrocentos reais).  Os dez finalistas farão jus a uma bonificação de R$ 249,00 cada um. 
Os destaques da Primavera do Canto Xucro receberão a seguinte premiação: 
Primeiro Lugar:  R$ 1.700,00
Segundo Lugar:  R$ 1.300,00
Terceiro Lugar:  R$    900,00
Melhor Intérprete: R$ 600,00
Melhor Instrumentista: R$ 600,00
Melhor Letra:  R$ 600,00
Melhor Melodia: R$ 600,00

Interessante:  
Nos anos oitenta, havia um festival em Caxias do Sul justamente com esse nome: Primavera do Canto Xucro.  LP da 1ª edição ao lado. 
Foram realizadas duas ou três edições. 
Tempos atrás, fui procurado por uma pessoa de Caxias, me pedindo ajuda para reativar a Primavera. Apesar do meu engajamento ao projeto, o referido cidadão caxiense entendeu que  não haveria condições para viabilizá-lo naquele momento.
Depois do longo silêncio da parte do "dono" da  Primavera, me deparo com o surgimento de um festival homônimo.    
Será que houve "apropriação indevida" do nome já conhecido ?   Não creio. 
Acredito que seja o mesmo festival, levado para outra cidade?  
Mas como isso ocorre?   
Bem assim:   
Alguns produtores culturais, gananciosos, aproveitam a "parceria" de patrocinadores, com disponibilidade de recursos para investir via Lei de Incentivo, e readéquam projetos já aprovados, alterando data, local e até mesmo município. Os envolvidos nesta "jogada" pensam primeiramente em ganhar dinheiro. Quesitos como qualidade musical, condições técnicas, remuneração digna aos concorrentes e prestadores de serviço, ficam em segundo plano.  Fidelidade à comunidade original e respeito à história do festival, são aspectos éticos igualmente desprezados por estes "charlatões" da cultura.          
Bueno. Mais um festival em 2018. O derradeiro. Ou teremos mais surpresas??                                                                                                                                                                                                                                                           Assinado:  JAIRO REIS.

27 de novembro de 2018

17º ACAMPAMENTO JÁ RECEBE INSCRIÇÕES

17º ACAMPAMENTO DA CANÇÃO NATIVA  
Dias 01 e 02 de marco de 2019 – Campo Bom

Inscrições até o dia 18 de janeiro de 2019, pelo site: www.festivaiscampobom.com.br

Cada composição deverá ser inscrita individualmente conforme formulário no site, como participante da FASE REGIONAL ou da FASE GERAL, anexando o arquivo de áudio em formato mp3 e a letra com arquivo Word.

Cada compositor, ou parceria de compositores, poderá inscrever, no máximo, 5 (cinco) composições distintas, desde que sejam inéditas (letra e música),

Cada compositor poderá classificar apenas 1 (uma) composição de sua autoria.

Serão selecionadas 24 canções, sendo 12 para FASE REGIONAL e 12 para a FASE GERAL

FASE REGIONAL é exclusiva para compositores, intérpretes e músicos que, obrigatoriamente, residam (comprovando residência) em um dos seguintes municípios: Campo Bom, Novo Hamburgo, Dois Irmãos, Estância Velha, Sapiranga, São Leopoldo, Sapucaia, Esteio, Canoas, Nova Hartz, Ivoti, Parobé, Igrejinha, Araricá, Lindolfo Collor e Cachoeirinha.

A FASE GERAL é para qualquer compositor do Brasil, desde que se enquadre no regulamento do festival.

As composições selecionadas para a FASE REGIONAL serão apresentadas no dia 01 de marco.

As duas vencedoras da FASE REGIONAL, serão classificadas para a FASE GERAL.

A FASE GERAL acontecerá no dia 02 de março de 2019. 

O intérprete poderá defender somente uma composição e os instrumentistas, no máximo (2) duas composições, consideradas as Fases REGIONAL e GERAL.

Cada composição selecionada para a Fase Regional, receberá R$ 1.000,00 de prêmio por classificação.

As 2 (duas) melhores composições da Fase Regional, receberão R$ 3.000,00 (três mil Reais e classificam-se para a Etapa Geral. 

Cada composição selecionada pra a Fase Geral, receberá R$ 3.000,00 (três mil Reais).

Os destaques do 17º Acampamento receberão a seguinte premiação: :
1º Lugar:                   R$ 4.000,00 (quatro mil Reais)
2º Lugar:                   R$ 3.000,00 (três mil Reais)
3º Lugar:                   R$ 2.000,00 (dois mil Reais),
Mais popular:           R$ 1.000,00 (um mil Reais)
Melhor Arranjo:                    R$ 1.000,00 (um mil Reais)
Melhor Intérprete:                R$ 1.000,00 (um mil Reais)
Melhor melodia:                   R$ 1.000,00 (um mil Reais)
Melhor Instrumentista:       R$ 1.000,00 (um mil Reais)
Melhor Letra:                        R$ 1.000,00 (um mil Reais)

COMISSÃO AVALIADORA:
Fabiano Bachieri
João Fontoura
Roberto Borges
Sabani Felipe de Souza
Silvio Genro 

5º ACAMPAMENTINHO DA CANÇÃO
Dia 28 de fevereiro de 2019
Inscrições até 18/01/2019


E-mail para contato: informacoes@festivaiscampobom.com.br

26 de novembro de 2018

8º FESTIVAL DE MÚSICA DE GRAMADO - RESULTADO


Jader Leal e grupo que defendeu "De Chuva e Prantos" 
Com a apresentação das nove músicas finalistas do 8º Festival de Música de Gramado, realizou sua noite final no último sábado, 24 de novembro, na Sociedade Recreio Gramadense.
Entre os gêneros inscritos no evento, constaram o rock, música gaúcha e MPB livre, tendo como jurados o cantor e compositor Rafa Machado, da Banda Chimarruts, o multi-instrumentista Andy Serrano e o programador musical, comunicador e radialista DJ Carioca.
Os destaques do festival foram os seguintes:
Categoria Gaúcha:
Primeiro Lugar: De Chuva e Prantos
Autores: Erika Martins/Anderson Mireski/Otávio Machado
Interpretação: Pyetra Hermes
Segundo Lugar: Poncho Negro
Autor: Léo Dias
Interpretação: Cris Maia

Categoria Rock:
Primeiro Lugar: Linda Lee 
Autor: Pedro Nascente
Interpretação: 
Segundo Lugar: Thanks For Being a Friend
Autor: Pedro Nascente
Interpretação:

Categoria: MPB Livre
Primeiro Lugar: Pra Quem Sabe Viver
Autora: Cris Maia
Interpretação: 
Segundo Lugar: A Partida
Autor: Ico Guedes
Interpretação:

Melhor Intérprete: Cris Maia - Poncho Negro
Melhor Instrumentista: João Sartune – Acordeon -  Pra Quem Sabe Viver.
Mais Popular: Pra Quem Sabe Viver (Cris Maia).
Melhor Arranjo: De Chuva e Prantos

OS DESTAQUES DO 33º PONCHE VERDE


Marcelo Oliveira, "Simplesmente" o Melhor Intérprete
O 33º Ponche Verde da canção Gaúcha, aconteceu de 23 a 25 de novembro, na cidade de Dom Pedrito.  Os destaques são os seguintes: 
Etapa Geral:
Primeiro Lugar: Simplesmente 
Letra: Evair Gomez
Melodia: Juliano Gomes
Interpretação: Marcelo Oliveira
Segundo Lugar: Galpão 
Letra: Thiago Souza
Melodia: Mauro Silva
Interpretação: Jari Terres
Terceiro Lugar: Peleguito 
Letra: Rafael Ferreira
Melodia: André Teixeira
Interpretação: André Teixeira
Melhor Letra: Simplesmente  - Evair Gomez
Melhor Melodia: Simplesmente  - Juliano Gomes
Melhor Instrumentista: Rodrigo Maia – Contrabaixo - Simplesmente
Melhor Intérprete: Marcelo Oliveira - Simplesmente
Melhor Tema Campeiro: Peleguito  (Rafael Ferreira/André Teixeira)
Mais Popular: Escudo Pampa 
Letra: Rafael Machado 
Melodia: Kiko Goulart 
Interpretação: Quarteto Coração De Potro 

17ª Mostra Do Canto Campeiro - Etapa Regional
Primeiro Lugar: A Lua Em Casco Crescente
Letra: Matheus Costa
Melodia: Milton Fontoura/Alexson Massagão
Interpretação: Juliano Santos
Segundo Lugar: Milonga Do Pó Da Linha
Letra: Sérgio Roberto Vieira
Melodia: Cícero Fontoura
Interpretação: Juliano Santos e Cícero Fontoura
Terceiro Lugar: Calhandra: Um Pássaro Cantor
Letra: Florêncio Da Mota
Melodia: Fábio Da Mota
Interpretação: Flávia Cavalli
Melhor Letra: A Lua Em Casco Crescente  - Matheus Costa
Melhor Melodia: A Lua Em Casco Crescente - Milton Fontoura/Alexson Massagão
Melhor Instrumentista: João Da Costa – Acordeon - Da Casa Grande Pra'o Galpão
Melhor Intérprete: Juliano Santos - A Lua Em Casco Crescente
Melhor Tema Campeiro: Prá Quem Vive Nos Arreios
Autores: Júlio Cesar Garcez/Vítor Silva 
Mais Popular: Da Casa Grande Pra'o Galpão
Autores: Rafael Xavier/Rafael Minuzzi/Rafael Garcia 

25 de novembro de 2018

15º CANTO DA LAGOA - RESULTADO

"Luzia", no palco do 15º Canto da Lagoa
As fases Regional e Nacional do 15º Canto da Lagoa, foram realizadas nas noites de sexta-feira,23, e sábado,24, na cidade de Encantado. O festival prossegue neste domingo, 25, com a realização Fase Estudantil.
No que tange ao festival de músicas inéditas, o resultado é o seguinte:
FASE NACIONAL
PRIMEIRO LUGAR:  LUZIA
Gênero: Maçambique
Letra: Paulo Ricardo Costa
Melodia: Ronison Borba/Igor Tadielo
Interpretação: Igor Tadielo

SEGUNDO LUGAR:  PALAVRA
Gênero: Canção
Letra: Marcelo Dávila
Melodia: Zebeto Correa
Interpretação: Raphael Madruga

TERCEIRO LUGAR: RANCHO DE CABOCLO
Gênero:
Letra:  Adair Palombo
Melodia: Francisco Santos
Interpretação:
Melhor Intérprete:  IGOR TADIELO – Luzia
Melhor Instrumentista:  RONISON BORBA – Luzia
Melhor Letra:  LUZIA – Paulo Ricardo Costa
Melhor Melodia: RANCHINHO – Gabriel Selvage
Melhor Arranjo: LUZIA
Melhor Tema Rio Taquari: RECUERDOS DO TAQUARI
Autor: Luciano Lucca

FASE REGIONAL – 23/11
Melhor Melodia: Terra de Encantos - Gustavo Matje
Melhor Letra: Guarda de Fronteira - Daniel Orlandini
Melhor Instrumentista: André Ely - violão de sete cordas - Encantado
Melhor Arranjo: Guarda de Fronteira
Melhor Intérprete: Ranieri Moriggi -  Em Ti Lavei Meu Coração
Melhor Tema Rio Taquari: Recuerdos do Taquari

As 4 músicas da Fase Regional classificadas para a Final Nacional:
Guarda de Fronteira (Daniel Orlandini/Alemão Vellaria)
Em Ti Lavei Meu Coração (Thiago Vian/Fábio Tiecher)
Entre A História e a Lenda (Duda Jacques)
Canto de Reencontro (Eduardo Sfoglia/Fábio Tiecher)

7º CANTO DE LUZ - PREMIADOS


Na noite de sábado, 24/11, subiram ao palco do CTG Clube Farroupilha, de Ijuí, as 16 canções finalistas do 7º Festival Nativista Canto de Luz!
Antes de iniciar a mostra competitiva, aconteceu uma apresentação dos vencedores da 3ª Lamparina da Canção Gaúcha, festival para jovens cantores e cantoras.  O grande momento da noite foi o espetáculo internacional proporcionado pelo cantor, compositor e instrumentista argentino Antonio Tarrago Rós.
Os premiados do 7º Canto de Luz são os seguintes: 
Primeiro Lugar: A Luz, o Tempo e a Vida...
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Emerson Martins/Miguel Marques
Interpretação: Francisco Oliveira,  Raineri Spohr e Miguel Marques

Segundo Lugar: Rincão de Alma e Saudade
Letra: Henrique Fernandez
Melodia: Juliano Moreno
Interpretação: Juliano Moreno

Terceiro Lugar: El Gaucho
Letra: Edson Casagrande
Melodia: Raul Quiroga
Interpretação: Raúl Quiroga e Americanto

Melhor Intérprete: Nicole Carrion - Cristalina

Melhor Instrumentista: Cássio Figueiró – Acordeon - Ausências

Melhor Letra: Quando o Espelho Perde o Aço - Adão Quevedo

Melhor Melodia: Cristalina - Volmir Coelho

Melhor Arranjo Instrumental: Rincão de Alma e Saudade

Melhor Arranjo Vocal: El "Gaucho" - Raúl Quiroga e Americanto 

Melhor Indumentária: Raúl Quiroga - El "Gaucho"

Mais Popular: Benzedor de Tormentas
Autores: Maxsoel Bastos de Freitas/Jaime Ribeiro
Interpretação: Ricardo Turbino

FASE LOCAL:
Primeiro Lugar: Nova Estação
Letra: Afonso Lang/Paulo Fensterseifer/Calos Silveira/ José Ricardo Nerling
Melodia: José Ricardo Nerling
Interpretação: José Ricardo Nerling

Segundo Lugar: Toada Pro Rincão
Letra: Lauri Bussler
Melodia: Lauri Bussler/Xuxu Nunes
Interpretação: Dionathan Farias e Alisson Frós

Terceiro Lugar: Degeneração
Letra: Jorge Nicola Prado/Rogério Knorst
Melodia: Rogério Knorst
Interpretação: Rogério Knorst

11º O RG CANTA O COOPERATIVISMO: CLASSIFICAÇÃO FINAL


A canção “Brasilidade”, interpretada por Adrieli Sperandir, foi a grande vencedora do 11º Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo, realizado pelo Sistema Ocergs-Sescoop/RS, na noite deste sábado (24/11), no Ginásio de Esportes Três de abril, em Pedro Osório.

O público presente escolheu a música “Livres”, de autoria de Carlos Hahn e Jean Kirchoff, interpretada por Kako Xavier e a Tamborada, como a "Mais Popular". 

Após as apresentações das dez obras finalistas do Festival, o público cantou junto com a dupla Kleiton e Kledir.

Confere a classificação das músicas vencedoras:

Primeiro Lugar: Brasilidade
Ritmo: Samba
Interpretação: Adrieli Sperandir
Letra: Alex Moreira
Melodia: Adriano Sperandir

Segundo Lugar: Tratado Cooperativo
Ritmo: Canção
Interpretação: Pirisca Grecco
Letra: Maninho Pinheiro/Gisele Guimarães
Melodia: Maninho Pinheiro

Terceiro Lugar: Renovado
Ritmo: Samba-Choro
Interpretação: Lú Schiavo
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Cássio Figueiró

Quarto Lugar: Livres
Ritmo: Jongo
Interpretação: Kako Xavier e Tamborada
Letra: Carlos Hahn
Melodia: Jean Kirchoff

Quinto Lugar: Frutos da Verdade
Ritmo: Vidala
Interpretação: Lincon Ramos, Jacson Jaques e Fernanda Lopes
Letra: Juca Moraes
Melodia: João Bosco Ayala Rodriguez

Sexto Lugar: O campo é Plural
Ritmo: Milonga
Interpretação: Vinícius Brum
Letra: Vaine Darde
Melodia: João Bosco Ayala Rodriguez

Sétimo Lugar: Frente às Lareiras do Mundo
Ritmo: Balada
Interpretação: Tiane Tambara
Letra: Bianca Bergmam
Melodia: Tuny Brum

Oitavo Lugar:  A Aurora da Cooperação
Ritmo: Xote
Interpretação: Alex Moreira
Letra:  Adão Quevedo
Melodia: Danilo Kuhn

Nono Lugar:  Vem Cooperar
Ritmo: Aire de Chacareira
Interpretação: Márcia Freitas
Letra: Piero Ereno
Melodia: Matheus Alves

Décimo Lugar:  Na Força do Braço
Ritmo: Chamamé
Interpretação: Alexandre Taveira
Letra: Maurício de Oliveira/Henrique Campelo
Melodia: Leonardo Pinho

Mais Popular: Livres
Ritmo: Jongo
Interpretação: Kako Xavier e Tamborada
Letra: Carlos Hahn
Melodia: Jean Kirchoff

23 de novembro de 2018

AGENDA DOS FESTIVAIS 2019

Neste final de semana, de 21 a 25 de novembro, acontecem 5 festivais de música no Rio Grande do Sul, mais precisamente nas cidades de Ijuí, Gramado, Encantado, Dom Pedrito e Pedro Osório.
Tentando colaborar para que sejam evitadas em 2019, coincidências como estas que só causam transtornos ao movimento nativista, tomei a liberdade de esboçar uma Agenda dos Festivais 2019. Para tanto, adaptei o cronograma dos eventos realizados em anos anteriores, bem como levei em conta os raros elementos que garimpei junto às comissões organizadoras.
É evidente que alguns dados poderão estar equivocados. Razão pela qual solicito a atenção daqueles que organizam e produzem festivais de música e de poesia, no sentido de corroborar ou corrigir as informações expostas na Agenda.
Gracias pela parceria. Baita abraço a todos.


18 de novembro de 2018

5ª ALDEIA DA CANÇÃO - MÚSICAS CLASSIFICADAS

A 5ª Aldeia da Canção Gaúcha acontecerá nos dias 29 e 30 de novembro na cidade de Gravataí.
As músicas selecionadas para subirem ao aplaco do festival são as seguintes: 

1. DE CADA FILHO QUE PARTE
Letra: Adão Quevedo 
Melodia: Adão Quevedo 
2. ABRE TEU FOLE, CORDEONA
Letra: Marçal Furian/Fábio Maciel
Melodia: Edilberto Bérgamo 
3. O ONTEM
Letra: Bianca Bergman
Melodia: Tuny Brum 
4. GUARANY
Letra: Marco Antônio Xiru Antunes
Melodia: Fábio Peralta 
5. AOS PÉS DA GRANDE FIGUEIRA
Letra: Carlos Omar Villela Gomes
Melodia: Piero Ereno 
6. PERDÃO SAUDADE
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Jean Kirchoff/Régis Reis 
7. A FLOR VERMELHA DA TRANÇA
Letra: Adriano Alves
Melodia: André Teixeira 
8. PORTEIRA
Letra: Luís Eduardo Lima
Melodia: Volmir Coelho 
9. ENQUANTO PASSA O RIO
Letra: Hique Barboza
Melodia: Gabriel Selvage 

10. FACA ENTERRADA
Letra: Carlos Hahn 
Melodia: Juliano Javoski 
11. MILONGA A DEVAS
Letra: Vaine Darde
Melodia: Matheus Alves 
12.  NOITE ALTA
Letra: Francisco Brasil
Melodia: Marcelo Oliveira 
13. CHICO E O RIO
Letra: Nilton Junior  
Melodia: Nilton Junior 
14. BOLICHEIRO NUNCA MORRE
Letra: Cezar Gomes
Melodia: Marcelinho Carvalho

OS PREMIADOS DA 27ª VIGÍLIA DO CANTO GAÚCHO

No palco da 27ª Vigília:  Xiru Antunes, Pedro Terra e o grupo que defendeu a milonga vencedora.
A 27ª Vigília do Canto Gaúcho aconteceu na noite de sábado, 17 de novembro, na sede do CTG Os Gaudérios, em Cachoeira do Sul.
Os premiados são os seguintes:

Primeiro Lugar:   MILONGA DE TERRA BRUTA
Gênero: Milonga
Letra: Marco Antônio Xiru Antunes
Melodia: Pedro Terra/Richard Pereira
Interpretação: Pedro Terra

Segundo Lugar: LÁ NO MEU PAGO
Gênero: Milonga
Letra: Ângelo Franco
Melodia: Ângelo Franco
Interpretação: Ângelo Franco

Terceiro Lugar: ACONCHEGO
Gênero: Chamamé
Letra: Anomar Danúbio Vieira
Melodia: Edilberto Bérgamo
Interpretação: Edilberto Bergamo

Ângelo Franco: Melhor Intérprete, 
Melhor Letrista e 2º Lugar. 

Melhor Intérprete: ÂNGELO FRANCO - Lá no Meu Pago
Melhor Instrumentista:  TRAJANO SILVA - Gaita
Melhor Letra/Poesia: LÁ NO MEU PAGO  - Ângelo Franco
Melhor Melodia:  ROMANCE DE ÁGUA SANTA - Fábio Peralta
Melhor Arranjo: MILONGA DE TERRA BRUTA
Mais Popular:  A VOZ DO CAMPO
Gênero: Milonga
Autores:  Carlos Eduardo Nunes/Taylor Garin
Interpretação: Cristiano Fantinel

Fonte: Correio Digital
Foto: Imagens Gaúchas