27 de agosto de 2017

11º CANTE UMA CANÇÃO EM VACARIA - INSCRIÇÕES

A 11ª edição do festival Cante Uma Canção em Vacaria, acontecerá nos dias 27 e 28 de janeiro de 2018, como parte integrante da programação do 32º Rodeio Internacional de Vacaria.
O prazo para inscrições se esgota em 10 de outubro de 2017.
Confiram os principais tópicos do regulamento:

A organização, coordenação, execução e avaliação do CANTE UMA CANÇÃO EM VACARIA, em sua 11ª Edição, ficará a cargo da comissão executiva, indicada pela patronagem do CENTRO DE TRADIÇÕES GAÚCHAS PORTEIRA DO RIO GRANDE.
1) A comissão Avaliadora será composta por 5 (cinco) pessoas de reconhecido conhecimento no meio cultural e artístico do nativismo gaúcho. 
Os Jurados são:
 Sérgio Carvalho Pereira – Poeta e compositor.
• Lúcio Yanel – Músico, compositor e arranjador.
• Fabiano Bachieri – Músico, compositor e intérprete.
• Xirú Antunes – Poeta e compositor.
• Felipe Teixeira – Músico, instrumentista e compositor.
2) O prazo para Inscrições vai de 23 de agosto a 10 de outubro de 2017; 
3) Serão classificadas 14 (quatorze) músicas dentre as quais deverá constar no mínimo uma obra cuja autoria seja de pelo menos um compositor de Vacaria.
4) As composições deverão ser inéditas, sem registro gráfico, fonográfico ou audiovisual e não divulgadas em meios de comunicação de massa, podendo ter participado em eventos do gênero.
Parágrafo único: A eventual constatação de irregularidade acerca de alguma obra classificada para o festival poderá ser denunciada a Comissão Organizadora, por escrito, até 10 (dez) dias após a divulgação do resultado da triagem.
5) Cada compositor, em seu nome ou parceria, poderá inscrever até no máximo 03 composições, porém poderá classificara penas uma composição.
6) Cada composição inscrita deverá ter boa qualidade de gravação, passível de aproveitamento na confecção do CD do Festival, estar gravada em CD (se não optar pela inscrição via e-mail) identificado apenas com o nome e ritmo da composição, juntamente com ficha de inscrição que consta no site: http://www.rodeiodevacaria.net.
7) As composições inscritas deverão ser encaminhadas ao CTG PORTEIRA DO RIO GRANDE – 11º CANTE UMA CANÇÃO EM VACARIA, Rua Firmino Camargo Branco nº 790 - Vacaria RS – CEP. 95.200-000, devidamente acondicionadas em envelope lacrado, que contenha o CD, 6 (seis) cópias impressas contendo, sob pena de desclassificação, apenas o título, letra e ritmo da composição, sem qualquer menção ou sugestão da autoria da mesma, e a ficha de inscrição do evento inteiramente preenchida e assinada. 
8) Na inscrição pela internet, via e-mail, exclusivamente pelo endereço eletrônico cante.uma.cancao.vacaria@gmail.com a música deverá ser enviada em arquivo de formato mp3 e a letra em arquivo formato word, bem como a ficha de inscrição devidamente preenchida.
9) A composição que tenha autor de Vacaria deve optar pela alternativa LOCAL na ficha de inscrição.
10)  A duração de cada música não poderá exceder a 5 (cinco) minutos sob pena de eliminação sumária, cumprindo a cada concorrente escolher os instrumentos que pretenda utilizar, sendo de sua inteira responsabilidade a introdução dos mesmos no palco.
11) O mesmo grupo ou intérprete, solista ou instrumentista não poderá defender mais do que 2 (duas) composições.
12) O Festival terá uma eliminatória e uma final. As apresentações ocorrerão no Parque Nicanor Kramer da Luz – Vacaria/RS. A etapa eliminatória será no dia 27 de janeiro de 2018, às 21 horas, quando serão submetidas ao Júri as 14 (quatorze) composições selecionadas. A etapa final será no dia 28 de janeiro de 2018, apresentará um total de 10 (dez) canções classificadas. A passagem de som será a partir das 14 (quatorze) horas do dia 27/01/2018.
13) Todas as composições classificadas na seleção geral receberão, logo após a primeira apresentação, uma ajuda de custo no valor de R$4.000,00 (quatro mil reais) cada e mais hospedagem com café da manhã para todos os concorrentes, em local determinado pela Comissão Organizadora do evento, durante a participação no Festival, enquanto permanecerem classificadas. As demais refeições, almoço e janta, serão fornecidas pelo CTG Porteira do Rio Grande, em empresa contratada, dentro do Parque Nicanor Kramer da Luz.
14) O Festival não se responsabiliza pela hospedagem e alimentação de acompanhantes de músicos concorrentes.
15) Os prêmios instituídos pelo CENTRO DE TRADIÇÕES GAÚCHAS PORTEIRA DO RIO GRANDE são os seguintes:
1º LUGAR: Troféu, mais a importância de R$ 5.000,00 (cinco mil reais);
2º LUGAR: Troféu, mais a importância de R$3. 000,00 (três mil reais); 
3º LUGAR: Troféu, mais a importância de R$ 2.000,00 (dois mil reais);
MÚSICA MAIS POPULAR: Troféu, mais a importância de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais);
MELHOR INTÉRPRETE: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR INSTRUMENTISTA: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR LETRA: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR MELODIA: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR TEMA CAMPEIRO: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR ARRANJO: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR CONJUNTO VOCAL: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
MELHOR INDUMENTÁRIA: Troféu, mais a importância de R$ 500,00 (quinhentos reais);
16) Todos os autores de letra e música deverão enviar por correio autorização assinada e registrada em cartório em modelo fornecido pela organização do evento.
17) Exceto a ajuda de custo, os demais valores previstos no presente regulamento somente serão pagos com cheque à vista de emissão do responsável pelo evento, nominal a quem de direito, e mediante assinatura de recibo com cópia de documento de identidade do recebedor. Quanto à ajuda de custo, será paga em dinheiro, mediante recibo com cópia do documento de identidade do recebedor.
18) Para apresentação no Palco do Festival, os grupos deverão apresentar-se tipicamente trajados, concorrendo com, no mínimo, 4 (quatro) componentes ou, no máximo, 8 (oito) integrantes. Todos os concorrentes, intérpretes e músicos, deverão subir ao palco trajando, obrigatoriamente, a indumentária típica do gaúcho. Poderão ser usados no palco todos os tipos de instrumentos e os ritmos deverão ser aqueles tradicionais.
19) Após divulgadas as composições selecionadas, seus autores deverão enviar as autorizações com assinaturas reconhecidas em cartório e as composições em sua totalidade de arranjos até o dia 30/10/2017 para o e-mail encartecontato@gmail.com

24 de agosto de 2017

CALIFÓRNIA EM DEZEMBRO

Recebemos do amigo, compositor e radialista Jaime Ribeiro, de Uruguaiana, o material abaixo, que traz a notícia alvissareira de que a 40ª Califórnia da Canção Nativa será realizada no mês de dezembro.O lançamento oficial acontecerá no dia 29 de agosto, as 18h30, na Casa da Assembléia Legislativa, na Expointer.   Confiram:


23 de agosto de 2017

27ª TAFONA - MUSICAS CLASSIFICADAS

Jurados em ação: Jaime, Loma, Luizinho e Malu
A 27ª Tafona da Canção Nativa acontecerá de 14 a 17 de setembro, em Osório.  A triagem das músicas inscritas realizada no dia 21 de agosto,  no Plenário da Prefeitura Municipal de Osório, com  a participação dos jurados Jaime Vaz Brasil, Loma Pereira, Luizinho Santos, Maria Luiza Benitez e Marco Araujo.

MÚSICAS CLASSIFICADAS: 

FASE REGIONAL :
1. Boi de Concha
Letra: Marcelo Maresia/Daniel Maíba
Melodia: Marcelo Maresia
2. Cartas Para Sofia
Letra: Marcelo Maresia/Ivo Ladislau
Melodia: Marcelo Maresia
3. Pescador de Sonhos
Letra: Chico Saga/Mário Tressoldi
Melodia: Chico Saga/Mário Tressoldi
4. Cigana da Praia
Letra: Vaine Darde
 Melodia: Paulinho Di Casa
5. O Canto da Terra
Letra: Loreno Santos/Patrícia Camargo
Melodia: Loreno Santos
6. O Menino
Letra: Vaine Darde
Melodia: Pedro Guerra
7. Somos O litoral
Letra: Nilton Junior
Melodia: Nilton Junior
8. A Minha Alegria
Letra: Jociel Lima
Melodia: Jociel Lima
9. Divina Oração
Letra: PC Oliveira
Melodia: Paulinho Di Casa
10. Anel de Rosa e Prata
Letra: Cândido Osório da Rosa/Lealcindo Coelho Muniz
Melodia: Cândido Osório da Rosa

FASE NACIONAL
1. Batuque Derradeiro
Letra: Bilora
Melodia: Bilora
2. Ave Liberta
Letra: Ivo Ladislau
Melodia: Dado Jaeger
3. A Vitrola e a Bailarina
Letra: Bianca Bergman
Melodia: Arison Martins/Piero Ereno
4. Dois Cantadô
Letra: Diego Müller
Melodia: Érlon Péricles
5. Herança das Águas
Letra: Alessandro Gonçalves
Melodia: Alessandro Gonçalves
6. Meu Mate de Doze Braças
Letra: Kuka Pereira
Melodia: Tuny Brum
7. Castelo de Areia
Letra: Chico Saga/Mário Tressoldi
Melodia: Chico Saga/Mário Tressoldi
8. Escravos da Essência
Letra: Ângelo Franco/Hique Barbosa
Melodia: Ângelo Franco
9. Bandeira de São José
Letra: Loreno Santos/Carlos Hahn
Melodia: Loreno Santos
10. Milonga Branca
Letra: Davi Teixeira
Melodia: Mateus Alves 

15 de agosto de 2017

10° FESTIVAL DO COOPERATIVISMO - INSCRIÇÕES ABERTAS

Todo dia é dia de cooperar.    Essa é a proposta do Dia de Cooperar (Dia C), maior rede cooperativista de voluntariado do Brasil, que neste ano é o tema do 10° Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo. 
E os artistas interessados em participarem da edição deste ano já podem se preparar, pois o período de inscrições inicia a partir desta terça-feira (15/8) e encerra no dia 6 de outubro de 2017.
Neste ano, o Festival será realizado em duas etapas (classificatória e final), no dia 18 de novembro de 2017, no Ginásio Municipal de Esportes Nery Bueno Lopes, na Avenida Júlio Vargas, 1552, no município de São Sepé/RS, na região Jacuí Centro do Estado. A etapa classificatória ocorrerá das 8h às 14h, enquanto que a final ocorrerá das 21h às 24h.

Novo formato do Festival
Promovido pelo Sescoop/RS, o maior festival de música cooperativista do Brasil passou a integrar, a partir de 2016, o Programa de Educação e Cultura Cooperativista, que realiza atividades e palestras de educação cooperativista para grupos de lideranças, crianças, jovens e mulheres.
Com objetivo de integrar dirigentes, associados, colaboradores, familiares e comunidade, conforme os objetivos do Programa de Educação e Cultura Cooperativista, o Festival visa promover os princípios e valores do cooperativismo para crianças, jovens, mulheres e comunidade, através da música. Trata-se de um espaço que proporciona aos artistas cooperativistas do RS uma maior integração e troca de experiências entre os músicos e poetas.
Na edição anterior, o Festival reuniu público de 3 mil pessoas em Campo Novo, na região Celeiro do Estado, que contou com o apoio das cooperativas da região, Cotricampo e Sicredi Celeiro RS/SC.
A comissão avaliadora irá selecionar 20 obras para serem apresentadas na etapa classificatória do Festival, que serão divulgadas no site www.sescooprs.coop.br, no dia 20 de outubro de 2017.  Dentre essas, ao menos uma obra musical deverá ser de autor ou autores associados numa cooperativa, ou empregados de cooperativa, estabelecida na cidade sede do evento (São Sepé), com o objetivo de estimular a participação da comunidade no Programa de Educação e Cultura Cooperativista.
As inscrições devem ser remetidas para um dos seguintes locais:
– Ordem dos Músicos do Brasil (OMB/RS), na Rua Vasco Alves, n° 235 – Porto Alegre/RS, CEP: 90010-410;
– SESCOOP/RS – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul, na Rua Félix da Cunha, n° 12, Bairro Floresta, Porto Alegre/RS, CEP: 90570-000.

DA APRESENTAÇÃO
O compositor responsável pela música deverá fornecer à Comissão Organizadora
do Festival, até o dia 3 de novembro de 2017, a composição do grupo musical (banda), contendo: nome completo, nome artístico e instrumento de cada participante. A falta dessa informação, no prazo estabelecido, desclassifica a obra e uma obra suplente será chamada.

DO JULGAMENTO E PREMIAÇÃO
Além dos valores previstos no artigo 25 do regulamento, o 10º Festival o Rio Grande Canta o Cooperativismo oferecerá as dez obras classificadas para a final, a título de premiação, os seguintes valores:
1º LUGAR R$ 8.000,00 e troféu;
2º LUGAR R$ 7.500,00 e troféu;
3º LUGAR R$ 7.000,00 e troféu;
4º LUGAR R$ 6.500,00 e troféu;
5º LUGAR R$ 6.000,00 e troféu;
6º LUGAR R$ 5.500.00 e troféu;
7º LUGAR R$ 5.000,00 e troféu;
8º LUGAR R$ 4.500,00 e troféu;
9º LUGAR R$ 4.250,00 e troféu;
10º LUGAR R$ 4.000,00 e troféu;
Na etapa final, o público presente escolherá, através de votação em cédula fornecida pelo Sescoop/RS no início do evento, a “Música Mais Popular do Festival”. Esta música receberá a título de premiação o valor de R$ 2.000,00.
PROGRAMAÇÃO
Data: 18 de novembro de 2017
Local – Ginásio Municipal de Esportes Nery Bueno Lopes, na Avenida Júlio Vargas, 1552, em São Sepé/RS
– Etapa Classificatória – das 8h às 14h
– Etapa Final – das 21h às 24h
Para mais informações sobre o 10° Festival O Rio Grande o Cooperativismo, clique aqui e acesse o regulamento completo e a ficha de inscrição.


14 de agosto de 2017

31° MOENDA DA CANÇÃO - RESULTADO

Duas Asas: 2º Lugar, Melhor Arranjo e Melhor Música na Opinião do Público
A 31ª Moenda da Canção e a 7ª Moenda Instrumental foram realizadas nos dias 11, 12 e 13 de agosto em Santo Antônio da Patrulha. O resultado é o seguinte:

31° Moenda da Canção 
Primeiro Lugar: Pensarolando
Letra: Mauro Moraes
Melodia: Mauro Moraes
Interpretação: Mauro Moraes e Ita Cunha
Segundo Lugar:  Duas Asas
Letra: Jaime Vaz Brasil
Melodia:  Diogo Barcelos
Interpretação: Marcia Freitas
Terceiro Lugar:  Linha de Fronteira
Letra: Sergio Carvalho Pereira
Melodia: Silvério Barcellos
Interpretação: Ita Cunha e André Teixeira
Melhor Intérprete: Adriana Deffenti
Melhor Instrumentista: Samuca do Acordeon
Melhor Letra: Bestiário da Sombra (Jaime Vaz Brasil)
Melhor Melodia: Malabarismo Íntimo (Adriana Deffenti)
Melhor Arranjo: Duas Asas
Melhor Música na Opinião do Público: Duas Asas
Autores: Jaime Vaz Brasil/Diogo Barcelos

7ª Moenda Instrumental:
Primeiro Lugar:  Pro Mestre
Autor: Ronison de Borba
Melhor Instrumentista: Pedro Kaltbach
Melhor Arranjo: Pro Mestre


13 de agosto de 2017

10º CANTO NATIVO - RESULTADO

Guilherme Castilhos - Melhor Instrumentista               Foto: Da Hora
O 10º Canto Nativo, Festival da Cidade de Santo Augusto, foi realizado nos dias 11 e 12 de Agosto e o resultado é o seguinte:

Primeiro Lugar: As Duas Faces do Campo

Letra: Valdir Disconzi
Melodia: Halber Lopes 
Interpretação: Francisco de Oliveira


Segundo Lugar:  Guitarra em Sonho te Chamo
Letra: Diego Müller/Ramiro Amorim
Melodia: Guilherme Castilhos 

Interpretação:  Juliano Moreno 

Terceiro Lugar: Quando Findar Meu Tempo
Letra: João  Köning
Melodia: Luiz Campos
Interpretação:  José Ricardo Nerling 

Melhor Letra: As Duas Faces do Campo -  Valdir Disconzi

Melhor Intérprete: José Ricardo Nerling  - Quando Findar Meu Tempo 
Melhor Arranjo:  Guitarra em Sonho te Chamo
Melhor Grupo Instrumental:   Agilidade Campeira
Melhor Instrumentista:  Guilherme Castilhos – Violão - Agilidade Campeira 
Mais Popular: Temo Oitavado
Autor:  João Perusatto 
Talento Regional:   Coragem e Vida
Autores: Luciano Gonçalves /João Perusatto 
Música Destaque Regional:  A Seiva da Vida
Autores:  Vitor Bertei/Marcelinho Carvalho 
Campeão de Premiações nas Dez edições do Festival: Rômulo Chaves

9 de agosto de 2017

9º CANTO FARROUPILHA DEFINE CONCORRENTES


Também foram definidas as obras classificadas para o 9º Canto Farroupilha, festival da cidade de Alegrete, programado para os dias 07, 08, 09 e 10 de setembro, no CTG Farroupilha.
A comissão avaliadora este formada por Marcelo OliveiraRicardo ComassetoMaximiliano MoraesCristiano Fantinel Marquito Ferreira da Costa

FASE REGIONAL - CLASSIFICADAS
ASSIM CANTA UM CANTOR DE CAMPO 
Letra: Rogério Vilagrann
Melodia:  André Teixeira
CHINOQUINHA
Letra: Élvio Casalinho
Melodia: Jari Terres
IVO CENTENA
Letra: Evair Gomes
Melodia: Juliano Gomes
MANADA
Letra: Rafael Ferreira
Melodia: Rodrigo Morales
MAS QUE RICA VANEIRA
Letra: Leonardo Borges
Melodia: Marcelo Holmos
PALA RUBRO
Letra: Rafael Chiapeta
Melodia: Juliano Gomes
PROSEANDO
Letra: Francisco Brasil
Melodia: Kiko Goulart
RECORRIDA 
Letra: Paulo Ozório Lemes
Melodia: Pedro Terra
TEMPO TORCIDO
Letra: Lisandro Amaral
Melodia: Lisandro Amaral
DAQUI TEU OLHAR ME ENCANTA OS OLHOS
Letra: Adriano Alves
Melodia: Jari Terres

FASE LOCAL - CLASSIFICADAS
A MESMA TROPA
Letra: Passarinho Teixeira Nunes
Melodia: João Fontoura/Gerson Brandolt
A TESOURA DA PARTEIRA
Letra: Giba Trindade
Melodia: Patrícia Pedrozo
AS DUAS FACES DA ESTRADA
Letra: Rafael Cunha
Melodia: Evandro Silveira do Carmo
PEQUENO RANCHO
Letra: Derlimar Costa
Melodia: Derlimar Costa
PROVADOR DE BÓIA
Letra: Fernando Broda/Túlio Urach
Melodia: Beto Vilaverde/Joaquin Brasil

10º CANTO NATIVO - CONCORRENTES


Foram definidas as músicas concorrentes no 10º Canto Nativo de Santo Augusto, que acontecerá nos dias 11 e 12 de agosto.

Subirão ao palco do festival as seguintes composições:

Etapa Geral
Sombra
Letra: Dalvan Medina
Melodia: Marcelinho Carvalho
Guitarra Em Sonho Te Chamo
Letra: Diego Müller/Ramiro Amorim
Melodia: Guilherme Castilhos
Agilidade Campeira
Letra: Binho Pires
Melodia: Érlon Péricles
As Duas Faces Do Campo
Letra: Valdir Disconzi
Melodia: Halber Lopes
Fragmentos De Campo
Letra: Nino Ferraz
Melodia: Rui Carlos Ávila
Onde O Poema Faz Falta
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Zulmar Benitez 


Etapa Regional
Teus Olhos
Letra: Helder Vieira/Raineri Spohr
Melodia: Raineri Spohr
Quando Findar Meu Tempo
Letra: João Koning
Melodia: Luiz Campos
A Seiva Da Vida
Letra: Vitor Bertei
Melodia: Marcelinho Carvalho
Romance Domingueiro
Letra: Paulo Ricardo Costa
Melodia: Cristiano Sonntag
Coragem E Vida

Letra: Luciano Gonçalves/João Perusatto
Melodia: Luciano Gonçalves/João Perusatto

Etapa Local
Rio Renovado
Letra: Luciano Ilgenfritz
Melodia: Atahualpa Maicá
Nestes Versos Te Peço
Letra: Dalvan Medina
Melodia: Maximiliano Tchê Tuco
Temo Oitavado
Letra: João Perusatto

Melodia: João Perusatto

Etapa Quebra Costelas
Pago Santo
Letra: Silvio Genro
Melodia: Ademar Pereira
Piazito Candongueiro
Letra:  Jajá Personal
Melodia:  Jajá Personal

8 de agosto de 2017

JURADOS DA 1ª TRINCHEIRA DO CANTO XUCRO

A comissão organizadora da 1ª Trincheira do Canto Xucro, que acontecerá nos dia 06, 07 e 08 de outubro em Viamão, entende que chegou o momento de divulgar os nomes daqueles que integram desde já a comissão avaliadora do festival.
A 1ª Trincheira será uma mostra competitiva de música regional gaúcha, de estilo campeiro, obrigatoriamente inédita.  Diante destas características almejadas para o evento, a comissão organizadora convidou cinco pessoas de reconhecidas idoneidade, capacidade e conhecimento técnico, para integrarem a comissão avaliadora do festival.




O primeiro jurado é músico, cantor, compositor, arranjador, produtor musical e participante ativo do movimento nativista do Rio Grande do Sul. É vencedor de diversos festivais e atua frequentemente como jurado nestes eventos.  Possui 4 CDs gravados.  
Também é licenciado em História pela PUC/RS. 
O nome dele é CARLOS MADRUGA.






O segundo integrante da comissão avaliadora da 1ª Trincheira do Canto Xucro é cantor, letrista e melodista. Já possui mais de 700 músicas gravadas por conjuntos de baile e artistas solo. 
É reconhecido como um dos autores mais aplaudidos e respeitados da música regional gaúcha.  
Como cantor gravou seis CDs com os conjuntos nos quais atuava e cinco CDs na sua carreira solo. 
No cenário dos festivais, tem obtido importantes vitórias. Foi um dos agraciados com o Troféu Origens.
O nome dele é DIONÍSIO COSTA







O próximo jurado da 1ª Trincheira é veterinário, poeta, compositor, escritor e declamador. Atua também como narrador de rodeios, avaliador de concursos artísticos e jurado de festivais de poesia e de música nativista.  
Possui mais de 400 músicas gravadas.  
O terceiro jurado é JAIME BRUM CARLOS














O quarto avaliador da 1ª Trincheira do Canto Xucro é poeta, escritor, compositor, artista plástico e blogueiro. Tem oito livros editados, 4 CDs lançados e mais de 350 músicas gravadas por renomados cantores e conjuntos regionalistas, com destaque para a música “Brasil de Bombacha”, eternizada pelo grupo Os Monarcas. 
Atua seguidamente como jurado em festivais de música e de poesia
O nome dele é LÉO RIBEIRO DE SOUZA.







O quinto e derradeiro integrante da comissão avaliadora da 1ª Trincheira do Canto Xucro é poeta e compositor.
Autor de grandes sucessos da música regional gaúcha. Possui mais de 800 composições gravadas por intérpretes e grupos musicais, os mais representativos do estado, dentre ela, “Vaneirão  Sambado” e “Herdeiros da Pampa Pobre”, ambas em parceria com Gaúcho da Fronteira.
Participa e normalmente é premiado nos principais festivais de música e de poesia do Rio Grande do Sul.
O nome do último jurado é VAINE DARDE.