quinta-feira, 23 de novembro de 2017

4ª ALDEIA DA CANÇÃO COMEÇA HOJE EM GRAVATAÍ


As oito e meia da noite desta quinta-feira, 23 de novembro, inicia em Gravataí, a 4ª Aldeia da Cação Gaucha, festival de música nativista produzido e executado pela Açoriana Associação de Cultura Eventos e Promoções. O festival acontece simultâneo ao 22º Rodeio Internacional do Mercosul, no parque de Eventos Ireno Michel, localizado no km 17 da ERS 118. 
A programação inicia com o grande espetáculo do cantor Nilton Ferreira, seguido da apresentação das 14 músicas concorrentes, selecionadas entre as 715 obras inscritas, oriundas de todo o Rio Grande do Sul, de diversos estados brasileiros e até mesmo da Argentina e do Uruguay.  Inclusive, subirá ao palco um chamamé vindo da cidade de Salto, Uruguay, fato que, de forma espontânea, empresta um toque de internacionalidade ao festival.
Ao final da noite de hoje,  serão destacadas 10 músicas  para retornarem ao palco na noite de sexta-feira, 24/11, na condição de finalistas da 4ª Aldeia da Canção.
Logo após a apresentação das dez finalistas, haverá outro grande espetáculo, deste feita estrelado pelo cantor Cristino Quevedo.
é importante salientar que a 4ª Aldeia da Canção Gaúcha é realizada graças ao Sistema Pró-Cultura RS/Sedactel, mecanismo de renuncia fiscal que permitiu o apoio e o patrocínio das empresas Coopernorte e  Arroz Realengo.
A comissão avaliadora é formada por Jaime Brum Carlos, Jean Kirchoff e Juliano Javoski.
A apresentação estará a cargo de Pedro Junior da Fontoura e a direção de palco é de Germano Reis.
As músicas concorrente da 4ª Aldeia são as seguintes: 

ORDEM DE APRESENTAÇÃO 
01. A Força Que Há Na Poesia
Ritmo: Toada
Letra: Caine Garcia
Melodia: Zulmar Benitez
Interpretação:  Robledo Martins
02. De Sueño Y Lucha
Ritmo: Chamamé
Letra: Maria Fernanda Irrazábal
Melodia: Maria Fernanda Irrazábal
Interpretação: Maria Fernanda Irrazábal
03. Galpão a Dentro
Ritmo: Chamarra
Letra: Tadeu Martins
Melodia: João Bosco Ayala
Interpretação:  Lincon Ramos
04. Pele Clara - Olhos de Sanga
Ritmo: Chamarra
Letra: Diego Muller/Eron Carvalho
Melodia: Zulmar Benitez
Interpretação:  Daniel Torres
05. Canção de Acordar Manhãs
Ritmo: Zamba
Letra: Moisés Menezes
Melodia: João Chagas Leite
Interpretação: Jader Leal
06. Desde Então Pelos Caminhos
Ritmo: Milonga
Letra: Adriano Alves
Melodia:  Jari Terres
Interpretação: Jari Terres
07. É Tradição
Ritmo: Chamarra
Letra: Érlon Péricles
Melodia: Érlon Péricles
Interpretação:  Érlon Péricles e Cristiano Quevedo
08. Num Retrato Amarelado
Ritmo: Chamamé
Letra: Igor Silveira
Melodia: Igor Silveira
Interpretação: Thiago Machado e Robledo Martins
09. Só Faltava o Potro Mouro
Ritmo: Milonga
Letra: Alvandy Rodrigues
Melodia: Adair de Freitas
Interpretação: Alex Har
10. A Praça
Ritmo: Mazurca
Letra: Cezar Gomez
Melodia: Samuca Do Acordeon
Interpretação: Marcia Freitas
11. Amigo
Ritmo: Chamamé
Letra: Juca Moraes
Melodia: Duca Duarte
Interpretação:  Cristiano Quevedo
12. Copo Vazio
Ritmo: Milonga
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Tuny Brum
Interpretação: Tuny Brum
13.  Na Estrada do Meu Canto
Letra: Mario Amaral / Mauro Nardes / Severino Rudes Moreira
Melodia: Marcio Correa
Interpretação:  Felipe Prates
14. A Minha Maneira
Ritmo: Vaneira
Letra: Marcelo Dávila
Melodia: Tuny Brum

Interpretação: Alex Har 

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

1º ETA EM CANTO - RESULTADO

A primeira edição do festival ETA em Canto, aconteceu no ultimo final de semana, no auditório da Escola Técnica de Agricultura, em Viamão. O resultado enviado pela organização do evento está publicado abaixo.
Pela ordem das colunas, da esquerda para a direita:
               Modalidade/Colocação        Título da Música/Autores/Intérprete                  Premiação.

25ª TERTÚLIA DEFINE MÚSICAS CONCORRENTES

Comissão de triagem: Moisés Menezes, Ewerton Ferreira, Adair de Freitas, Carlinhos Lima, Léo Ribeiro e João Quintana. 
Depois de três dias de trabalho, a comissão avaliadora da 25ª Tertúlia Nativista de Santa maria, definiu as músicas que estarão no palco do festival, nos dias 15, 16 e 17 de dezembro.
As canções classificadas são as seguintes: 
1. A FLOR DO CARDO
Autor:  Juliano Javoski
2. AS ALPARGATAS DO MEU PAI
Autores:  Carlos Omar Villela Gomes / Kayke Mello/Sabani Felipe de Souza
3.  AS LIÇÕES DOS BANHADOS
Autores: Silvio Aymone Genro / Pedro Flores
4. AS RAZÕES DOS ESTRIVOS
Autores:  Flaubiano Lima/Jaime Brum Carlos/Zulmar Benites
5.  CAMPEIRO
Autores: Arlindo Almeida Junior / Henrique Bagesteiro
6.  COPLAS PRA TRÊS MARIAS
Autores: Mateus Neves da Fontoura / Juliano Moreno
7.  DOM DESTINO
Autores: Dilan Camargo / Pedro Guerra Pimentel
8.  INDELEVELMENTE
Autores: Carlos Roberto Hahm / Leonardo Charrua
9.  LITURGIA PAMPEANA
Autores: Joel de Freitas Paulo / Nirion Machado
10. MEMÓRIAS PROFANAS
Autores: Robson Barenho / Talo Pereira
11.  MILONGA À LUZ DA LUA
Autores: Eron Carvalho / João Chagas Leite
12. NA ESCOLA GRANDE DA VIDA
Autores: Jorge Nicola Prado / Marcos Alves
13.  NO CORAÇÃO DO MEU RIO GRANDE
Autores:  Caine Garcia / Diogo Barcelos
14.  SARGENTO CRUZ
Autores: Rodrigo Bauer / Érlon Péricles

4ª TERTULINHA – INTÉRPRETES CLASSIFICADOS
MIRIM:   1. ANITA RODRIGUES DA ROCHA
Música: Anita Garibaldi
2. LUIZ FILIPE DOS SANTOS PAVANI
Música: Romance Para Um Novo Amanhã
3. LUIZA BARBOSA DIAS
Música: Grão Após Grão
4. MARIA FFERNANDA COSTA
Música:  Sal e Sangue
5. VITÓRIA DE SÁ HECK
Música: Clave de Lua
JUVENIL
1.  CÁSSIO CASTILHOS
Música: Horizontes de Espinhos
2.  KASSIA MACEDO COSTA
Música: Ana Sem Terra
3. MARIA ALICE ROSA DA SILVA
Música: Não Me Falem da Verdade
4. MARIANA GUEDES
Música:  Pra Nunca Esqueceres de Lembrar de Mim
5.  MURILO VARGAS
Música: Orelhano



domingo, 19 de novembro de 2017

FESTIVAL DO COOPERATIVISMO - RESULTADO


A décima edição do Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo, foi realizada durante todo o dia de ontem, 18/11, na cidade de São Sepé.
 A etapa classificatória ocorreu entre 8h e 14h e a grande final, a partir das 21h, no Ginásio Municipal de Eventos.
A grande vencedora foi o baião “Nós Somos a Cooperação”, de autoria de Jean Kirchoff.   
O melhor de tudo é que todas as dez músicas finalistas receberam premiação em dinheiro mais troféu.
O resultado ficou assim:

Primeiro Lugar:  NÓS SOMOS A COOPERAÇÃO
Ritmo: Baião
Letra: Jean Kirchoff
Melodia: Jean Kirchoff

Interpretação:  Kako Xavier e Tamborada
Segundo Lugar:  É DIA…
Ritmo: Samba
Letra: Carlos Machado
Melodia: Marcelinho Carvalho
Interpretação: Tuny Brum e Os Amigos do Samba

Terceiro Lugar: DIÁRIO AGRÁRIO
Ritmo: Ayre de Chacarera
Letra: Vaine Darde
Melodia: João Bosco Ayala Rodrigues
Interpretação:   Daniel Torres

Quarto Lugar: O PODER DA UNIÃO
Ritmo: Canção
Letra: José Antônio Moraes
Melodia: Luís Arthur Seidel Souza
Interpretação: Luiz Arthur Seidel
Quinto Lugar: A NOVA GERAÇÃO DA HUMANIDADE
Ritmo: Chacareira Estilizada
Letra: Carlos Omar Villela Gomes
Melodia: Maninho Pinheiro
Interpretação:  Pirisca Grecco
Sexto Lugar: COTIDIANO

Ritmo: Valsa
Letra: Adão Quevedo
Melodia: Danilo Kuhn
Interpretação:  Lu Schiavo

Sétimo Lugar: EM CADA VERSO UM PRINCÍPIO
Ritmo: Xote
Letra: Gérson Souza
Melodia: Rafael Rocha Cardoso e Hermes André Munari
Interpretação: 

Oitavo Lugar: TODO DIA DE SOL
Ritmo: Toada
Letra: Mário Tressoldi/Chico Saga

Melodia: Mário Tressoldi/Chico Saga
Interpretação: Grupo Chão de Areia
Nono Lugar: IRMÃOS DE SONHOS IGUAIS
Ritmo: Cururú
Letra: Jaime Brum Carlos

Melodia: Jaime Brum Carlos
Interpretação:  Marcio Correa
Décimo Lugar: NA CLAREIRA
Ritmo: Milonga
Letra: Paulo Roberto Rodrigues/Lourenço Franke Pereira
Melodia: Diego Herêncio
Interpretação: 
Mais Popular:  IRMÃOS DE SONHOS IGUAIS
Ritmo: Cururú
Letra: Jaime Brum Carlos

Melodia: Jaime Brum Carlos
Interpretação:  Marcio Correa

sábado, 18 de novembro de 2017

ETA EM CANTO

A primeira edição do festival ETA em Canto, promovido pela Escola Técnica de Agricultura, de Viamão, iniciou na quinta-feira, 16/11 com a Etapa Regional,  e encerra na noite de hoje, sábado, 18, com a apresentação das 18 músicas finalistas, sendo 06 da Etapa Regional e 12 da Etapa Geral.
Os destaques do festival receberão a seguinte premiação
Primeiro Lugar:   Troféu  mais a potra crioula "Ulha Negra do Capão do Tigre", avaliada em R$ 8.000,00.
Segundo Lugar: Troféu mais um potro crioulo registrado, avaliado em R$ 5.000,00
Terceiro Lugar: Troféu mais um potro crioulo registrado, avaliado em R$ 3.000,00
Música Mais Popular: Troféu e um potro avaliado em R$ 1.500,00
Melhor Tema Agropecuário: Troféu e um potro avaliado em R$ 1.500,00
Melhor Intérprete: Troféu e um potro avaliado em R$ 1.500,00
Melhor Instrumentista: Troféu e um potro avaliado em R$ 1.500,00

Infelizmente não conhecemos os nomes das 6 músicas da etapa regional que forma classificadas para a final.
As  12 música da Etapa Geral que subirão ao palco na noite deste sábado, são as seguintes: 
1. O Pequeno Mundo de Um Peão Caseiro
Autor: Carlos Moacir Rodrigues
Interpretação: Flávio Hanssen
2. Doma e Folclore
Autores: Lucas Ramos / Rodrigo Morales
Interpretação:  Rodrigo Morales
3. Santo Ofício
Autores: Jauri Moisinho/Carlos Hahne/Jonas Bárbara
Interpretação: Moisinho e Grupo
4. Semente de Evolução
Autores: Nino Ferraz/Reinaldo Cardoso
Interpretação: Rui Carlos Ávila
5. Minuano
Autor: Carlos Silva ( Okara )
Interpretação: Ismael Guarany Payador
6. Eta Que Bela Missão
Autores: Henrique Noronha/Jaime Brum Carlos
Interpretação: Jairo Terra
7. Sou Etiano
Autor:  Felipe Seadi
Interpretação: Felipe Seadi
8. Eu Não Vou Deixar de Ir
Autores: Paulo Garcia/Leonardo Quadros-
Interpretação: Paulo Garcia
9.  Meu Palita Enrola China
Autores: Nino Ferraz/Douglas Ferraz/Rui Carlos Ávila.
Interpretação: Rodrigo Madrid
10. Minha Cordeona de Botão
Autor:  Djonatan Reis Cannez
Interpretação: Alexandre Nessy
11. Garrão de Potro
Autor: Leonardo Quadros
Interpretação: Leonardo Quadros.
12. Longa Madrugada
Autor: Célinho/Renato Júnior/Koquinha

Interpretação: Germano Reis

10º FESTIVAL DO COOPERATIVISMO

Neste sábado, 18/11, acontece na cidade de São Sepé, a 10ª edição do Festival  O Rio Grande Canta o Cooperativismo, um dos mais importantes certames musicais do estado, realizado pelo Sescoop/RS, com a coordenação de Zigomar Vieira. O Ginásio Municipal de Esportes Nery Bueno Lopes, local do evento,  certamente receberá grande público para prestigiar as vinte canções concorrentes, que serão apresentada a partir das 8h da manhã. Cada composição terá 15 minutos para realizar a passagem de som e sua apresentação valendo.  Ao final desta etapa classificatória, a comissão avaliadora destacará 10 canções para retornarem ao palco, na condição de finalistas do festival, a partir das 21h do mesmo dia 18.

Como é praxe, desde a primeira edição, o Festival do Cooperativismo, como o evento é carinhosamente chamado no ambiente nativista, oferece ótima ajuda de custo a todas as obras concorrentes e uma excelente premiação para as dez músicas finalistas. Por exemplo:   Os autores da canção classificada em primeiro lugar receberão R$ 8.000,00 mais troféu representativo da conquista. Os valores vão diminuindo paulatinamente de acordo com a colocação, chegando ao valor mínimo de R$ 4.000,00, pagos aos autores da décima colocada.  A música Mais Poular, escolhida por votação do público, receberá troféus e a importância de R$ 2.000,00.

MÚSICAS CONCORRENTES:

NÓS SOMOS A COOPERAÇÃO
Ritmo: Baião
Letra/Melodia: Jean Kirchoff
OS COMPADRE
Ritmo: Mazurca
Letra: Alex Casanova
Melodia: Alex Casanova/Roberto Brandani
É DIA…
Ritmo: Samba
Letra: Carlos Machado
Melodia: Marcelinho Carvalho
DOS CONCEITOS QUE APRENDI
Ritmo: Ayre de Chacarera
Letra: Alex Moreira
Melodia: João Boscao Ayala Rodrigues
Música: TODO DIA DE SOL
Ritmo: Toada
Letra/Melodia: Mário Tressoldi/Chico Saga
IRMÃOS DE SONHOS IGUAIS
Ritmo: Cururú
Letra/Melodia: Jaime Brum Carlos
A NOVA GERAÇÃO DA HUMANIDADE
Ritmo: Chacareira Estilizada
Letra: Carlos Omar Villela Gomes
Melodia: Maninho Pinheiro
NA CLAREIRA
Ritmo: Milonga
Letra: Paulo Rodrigues/Lourenço Pereira
Melodia: Diego Herencio
COTIDIANO
Ritmo: Valsa
Letra: Adão Quevedo
Melodia: Danilo Kuhn
DIÁRIO AGRÁRIO
Ritmo: Ayre de Chacarera
Letra: Vaine Darde
Melodia: João Bosco Ayala Rodrigues
NO MESMO DIAPASÃO
Ritmo: Canção
Letra: Carlos Roberto Hahn
Melodia: Adriano Sperandir
EM CADA VERSO UM PRINCÍPIO
Ritmo: Xote
Letra Gérson Souza
Melodia: Rafael Cardoso/Hermes Munari
XOTE DA COOPERAÇÃO
Ritmo: Xote
Letra: Eron Carvalho/Sérgio Rosa
Melodia:  Sérgio Rosa
VILA COOPERATIVISMO
Ritmo: Xote
Letra/Melodia: Mário Tressoldi/Chico Saga
DIA A DIA
Ritmo: Milonga
Letra: Carlos Omar Villela Gomes
Melodia: Arison Martins
QUE COISA BUENA É COOPERAR
Ritmo:Vaneira
Letra: Caine  Garcia
Melodia: Joni André
SENTIMENTO FRONTEIRO
Ritmo: Chamamé
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Nirion Machado/Adair de Freitas
MILONGA PRA QUEM COOPERA
Ritmo: Milonga
Letra: Eron Carvalho
Melodia: Zulmar Benitez
A CADA IMAGEM
Ritmo: Milonga Canção
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Nilton Júnior
O PODER DA UNIÃO
Ritmo: Canção
Letra: Juca Moraes
Melodia: Luís Arthur Seidel 

DEFINIDOS OS POEMAS PARA O CONCURSO DO RODEIO DE VACARIA

A Comissão Organizadora do Rodeio de Poesias promovido pela Câmara Municipal de Vacaria, Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e CTG Porteira do Rio Grande divulgou, nesta sexta-feira (17), a lista com os dez poemas  selecionados para o concurso de poesias do 32º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria, coordenado pelo tradicionalista Idalcir Peruchin.  Os referidos poemas  farão parte do livro e do CD  oficiais do concurso.
Os dez trabalhos poéticos são os seguintes:
1. Tributo à Costureira
Autor:  Waldemar Menchik Junior
2. Antenor de Vida e Sonho
Autora: Joseti Gomes
3. Do Que Ficou Pela Casa
Autora:  Joseti Gomes
4. O Choro do Campo
Autor:  Sebastião Teixeira
5. Um Ato de Amor ao Cavalo
Autor:  Sebastião Teixeira
6. Sereno
Autor:  Rodrigo Medeiros
7. A Moça dos Olhos Verdes
Autor:  Moisés Menezes
8. Serrano Tropeiro
Autor:  Arabi Rodrigues
9. Aos Pioneiros da Vacaria
Autor: Arabi Rodrigues
10.  A Tasca da Terezona
Autor: José Luis Flores Moró
Suplente: 
Mape-Arte
Autor:  Jeferson Monteiro

A comissão julgadora do concurso esteve formada pelo poeta Carlos Omar Vilela Gomes, pela escritora Elma Santana, pelo poeta Léo Ribeiro de Souza, pela declamadora Liliana Cardoso e pela também declamadora Silvana Giovanini. 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

MANIFESTO DO JAIME

Faço questão de registrar o comentário encaminhado às redes sociais pelo poeta e um dos mais brilhantes letristas do Rio Grande do Sul, Jaime Vaz Brasil, demonstrando seu descontentamento em relação a postura supostamente adotada pela comissão organizadora da 40ª Califórnia da Canção Nativa, por ocasião da triagem dos trabalhos inscritos no festival.
Vale muito a leitura e a reflexão.

Alô, amigos da Califórnia da Canção!
Saludos!!
Escrevo pra contar de uma chateação, que gostaria de compartilhar com todos os que amam esse festival que nos irmana há tanto tempo. Minha intenção é encaminhar, para quem de direito, uma reclamação - mesmo que apenas para fins profiláticos.
Quando saiu o regulamento, vários parceiros entraram em contato comigo, pedindo pra inscrever canções. Eu teria - sem nenhum exagero - mais de 15 canções (bem gravadas) para inscrever. Mas, fiel ao regulamento, precisei escolher três delas. Infelizmente precisei, pois foi uma escolha muito difícil, e que desagradou os parceiros que não foram escolhidos... Um dos parceiros chegou a inscrever, sem saber da limitação, e escrevi aos organizadores, com antecedência, para que fosse retirada e assim não ferir o regulamento.
Aí, soube que vários compositores acabaram inscrevendo bem mais que três canções, e todas elas participaram da triagem sem nenhum problema, sem que nenhuma fosse excluída!
Uma das pessoas me informou é um dos participantes que inscreveu um número irregular, e foi classificado sem que nenhuma das inscritas tivesse deixado de participar da triagem: a organização optou por ouvir todas as inscritas, fossas quantas fossem por autor, independentemente do que rezava o regulamento.
Ora, a Califórnia é o festival historicamente mais representativo de todos, e vários compositores reservam as melhores canções para Uruguaiana...
O que aconteceu na triagem não foi justo, meu amigos.
Foram punidos os que respeitaram o regulamento, e premiados alguns que, deliberadamente, ignoraram a regra.
Precisamos abanar com atitudes assim, não é mesmo?
Se está no regulamento, a comissão tem que triar apenas o número previamente acertado, por autor!
Com meu abraço a todos, fica aqui a reclamação.
Também fica meu desejo sincero de uma Califórnia com muito êxito aos organizadores e participantes.
Jaime Vaz Brasil

32º PONCHE VERDE - RESULTADO

Ita Cunha e grupo, atuando na música vencedora
O 32º Ponche Verde da Canção Gaúcha, aconteceu no último final de semana, na cidade de Dom Pedrito. O resultado é o seguinte: 
PRIMEIRO LUGAR: MEU VERSO ACORDOU ESCRITO
Ritmo:  Milonga
Letra: Gujo Teixeira
Melodia: Juliano Gomes
Interpretação: Ita Cunha
SEGUNDO LUGAR: OLHOS NEGROS DE POESIA
Ritmo:  Milonga
Letra: Diego Muller/Osmar Proença
Melodia: Maykel Paiva
Interpretação: Marcelo Oliveira 
TERCEIRO LUGAR MEU LENÇO ENCARNADO
Ritmo: Milonga
Letra: Edilberto Teixeira (in memorian)
Melodia: Gustavo Teixeira
Interpretação: Gustavo Teixeira
MELHOR MELODIA: OLHOS NEGROS DE POESIA
Autor: Maykel Paiva
MELHOR POESIA: MEU VERSO ACORDOU ESCRITO 

Autor: Gujo Teixeira
MELHOR INTÉRPRETE: MARCELO OLIVEIRA
Música: Olhos Negros da Poesia
MELHOR INSTRUMENTISTA: RICARDO COMASSETO
Instrumento: Gaita Botoneira
Música:  Meu Verso Acordou Escrito
MELHOR TEMA CAMPEIRO: DEPOIS DE ENTREGAR A TROPA
Ritmo:  Chamarra
Letra: Leonardo Barreto
Melodia: Marcelo Holmos
Interpretação: Alex Har
MAIS POPULAR: CARNICERÍA DE FRONTERA
Ritmo: Chamamé
Letra: Leonardo Borges
Melodia: Daniel Cavalheiro
Interpretação: Daniel Cavalheiro

16ª MOSTRA DO CANTO CAMPEIRO
Primeiro Lugar: OUTRO DIA TRAGO FLORES
Ritmo: Milonga
Letra: Matheus Costa
Melodia: José Augusto Ferreira
Interpretação: Alexandre Brose
Segundo Lugar:  VANEIRA DE ALMA GAUDÉRIA
Ritmo: Vaneira
Letra: Julio César Garcez
Melodia: Leandro Marques
Interpretação: Leandro Marques
Terceiro Lugar:  O MOURO, A LUA E A FLOR
Ritmo: Milonga
Letra: Leandro Marques
Melodia: Getúlio Santana Silva
Interpretação: Eduardo Souza
Melhor Melodia: OUTRO DIA TRAGO FLORES   
Autor: José Augusto Ferreira
Melhor Poesia: OUTRO DIA TRAGO FLORES
Autor: Matheus Costa
Melhor Intérprete: ALEXANDRE BROSE
Música: Outro Dia Trago Flores
Melhor Instrumentista:  JOSÉ AUGUSTO FERREIRA
Instrumento: Teclado
Música: Outro Dia Trago Flores
Música Mais Popular: UMA VANEIRA PRO SAMBA  
Ritmo: Vaneira
Letra: Rafael Corrêa
Melodia: Rafael Corrêa
Interpretação: Rafael Corrêa
Melhor Tema Campeiro:  ADEUS DOMERO
Ritmo: Chamarra
Letra: Igor Silva
Melodia: Igor Silva
Interpretação: Igor Silva

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

MÚSICAS CLASSIFICADAS PARA A 40ª CALIFÓRNIA DE URUGUAIANA

Na tarde desta quarta-feira, 08/11, foram definidas as musicas que subirão ao palco da 40ª Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana.  O festival pioneiro do Nativismo gaúcho, retorna ao calendário de eventos do RS nos dias 08, 09 e 10 de dezembro.
As classificadas:

NOVA ALTERAÇÃO NAS CONCORRENTES DA ALDEIA

Na tarde desta quarta-feira, 08 de novembro, foi promovida mais uma alteração na relação de músicas classificadas para a 4ª Aldeia da Canção Gaúcha.  
Atendendo pedido do seus autores, Kiko Goulart e Francisco Brasil, a milonga "Ano Redondo", não mais integra a relação de trabalhos classificados para o festival, programado para os dias 23 e 24 de novembro, em Gravataí/RS. Para ocupar o lugar da referida obra, foi  convidada a agora primeira suplente,  "Na Estrada do Meu Canto", chamamé de  autoria de Mario Amaral/Mauro Nardes/Severino Rudes Moreira e Marcio Correa.

Após este ajuste, a Ordem de Apresentação Oficial da 4ª Aldeia da Canção Gaúcha ficou assim definida:


ORDEM DE APRESENTAÇÃO:  
01. A Força Que Há Na Poesia
Ritmo: Milonga
Letra: Caine Garcia
Melodia: Zulmar Benitez
02. De Sueño Y Lucha
Ritmo: Chamamé
Letra: Fernanda Irrazábal
Melodia: Fernanda Irrazábal
Interpretação: 
03. Só Faltava o Potro Mouro
Ritmo: Milonga
Letra: Alvandy Rodrigues
Melodia: Adair de Freitas
04. Galpão a Dentro
Ritmo: Chamarra
Letra: Tadeu Martins
Melodia: João Bosco Ayala
05. Canção De Acordar Manhãs
Ritmo: Zamba
Letra: Moisés Menezes
Melodia: João Chagas Leite
06. Desde Então Pelos Caminhos
Ritmo: Milonga
Letra: Adriano Alves
Melodia:  Jari Terres
07. Num Retrato Amarelado
Ritmo: Chamamé
Letra: Igor Silveira
Melodia: Igor Silveira
08. É Tradição
Ritmo: Chamarra
Letra: Érlon Péricles
Melodia: Érlon Péricles
09. Pele Clara, Olhos De Sanga
Ritmo: Milonga
Letra: Diego Muller/Eron Carvalho
Melodia: Zulmar Benitez
10. Amigo
Ritmo: Chamamé
Letra: Juca Moraes
Melodia: Duca Duarte
11. A Praça
Ritmo: Mazurca
Letra: Cezar Gomes
Melodia: Samuca do Acordeon
12. Copo Vazio
Ritmo: Milonga
Letra: Rômulo Chaves
Melodia: Tuny Brum
13. A Minha Maneira
Ritmo: Vaneira
Letra: Marcelo Dávila
Melodia: Tuny Brum
14. Na Estrada do Meu Canto
Ritmo: Chamamé
Letra: Mario Amaral/Mauro Nardes/Severino Rudes Moreira
Melodia: Marcio Correa