segunda-feira, 30 de novembro de 2015

39ª CALIFÓRNIA - ESPECIAL E EM NOITE ÚNICA

Reunido com o Patrão do CTG Sinuelo do Pago, Ivoné Colpo, e o Secretário de Cultura, Rubens Montardo, o prefeito de Uruguaiana, Luiz Augusto Schneider, confirmou o apoio do Poder Executivo visando a realização da 39ª Califórnia da Canção Nativa 2015 – Edição Especial.
O mais tradicional festival de música nativista do sul do Brasil estava correndo sério risco de não ser realizado este ano devido à dificuldade financeira enfrentadas pelo Município (principal apoiador do evento) e por outras entidades empresariais que também ajudam na realização do festival.  Porém, através de um esforço mutuo para que o movimento cultural nativista se mantenha firme, O CTG Sinuelo do Pago e Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura,  irão realizar uma edição especial da Califórnia no palco do Teatro Rosalina Pandolfo Lisboa, no sábado, dia 13 de dezembro de 2015, as 20horas, com apresentação da Orquestra de Câmara da Ulbra relembrando os temas históricos do festival. “Essa readequação do formato da Califórnia da Canção tem, antes de mais nada, o objetivo de garantir a manutenção do festival mantendo vivo este, que é o festival mãe da música nativista gaúcho”, definiu Ivoné Colpo,  patrão do CTG Sinuelo do Pago.

Em contraponto aos preparativos oficiais, alguns boatos dão conta de que um grupo de músicos da região da fronteira se mobiliza para promover, ainda nesta semana, uma manifestação de protesto contra a realização da 39ª Califórnia, motivados pelo fato de que muitos deles ainda não receberam o valor referente a premiação obtida da edição anterior do festival.

Entreveros e polêmicas a parte, espera-se que seja um bom evento.



2 comentários:

  1. Por ocasião da 20 califórnia da canção nativa que foi uma retrospectiva, muitos defendiam que era o momento ideal para o fim do festival. Fechar com chave de ouro, parte da história registrados num álbum triplo, escolher a melhor canção, premiar com a calhandra de ouro e criar um novo festival.
    Fato não compartilhado pelo presidente do festival.
    Danilo Ucha escreveu no jornal zero hora do dia 07.12.1990 "OUTRO ASPECTO DO DEBATE ENVOLVE O MEDO DE QUE A CALIFÓRNIA TERMINE. MAS SEUS DIRIGENTES GARANTEM QUE NÃO "É ÓBVIO QUE A CALIFÓRNIA VAI CONTINUAR",AFIRMA O PRESIDENTE MARIO DUARTE LOPEZ"SE JÁ FIZEMOS MUITO, NÃO FIZEMOS TUDO".
    Depois de várias edições canceladas, sem apoio da prefeitura, sem patrocinadores e com dividas da edição anterior chego a triste conclusão que a califórnia perdeu o melhor momento de parar.

    Claudio Roberto Kubaszeiski

    ResponderExcluir
  2. Minha primeira califórnia foi a 5ª, em 1975 - "cordas de Espinho" - Luiz Coronel e Marco Aurélio Vasconcelos. Depois participei de uma outras tantas: "O Tempo e o Vento", O Tempo e o Vento II; CAMINHADA, Colmar Duarte e Sergio Rojas; Se eu me chamasse Lourenço, M. Barbará e APARICIO SILVA RILLO; Coração de Potro - minha memória me trai, agora, mas foi uma das melhores obras que tive o privilégio interpretar; depois veio a faze JAIME VAZ BRASIL & Ricardo Freire - "Na face Oculta da Lua", "Nau dos Loucos", se a memória não me falha, e alguma outra que já não lembro, e a da minha última Califórnia 33ª - "Milonga de Osório Mendes". Nesta edição, a 33ª, dava para sentir a grande diferença ocorrida no "espírito" e na "alma" da Califórnia - ela respirava muito mal; nem sombra daquela jovem de 1975 a 1983, mais ou menos. Então decidi encerrar minha participação nas "Califórnias". Não quis acompanhá-la até a sua derrocada - ela tinha me proporcionado muitas alegrias, amizades, reconhecimento, enfim, muitas coisas boas. Lamento muito pelo Colmar Duarte, meu amigo que não o esqueço. Lamento também pelo povo de Uruguaiana que, desde a 5ª califórnia, me recebi de braços abertos e prontos para um afetuoso abraço. Foi uma honra ter vivido o que vivi, participando deste festival mãe, fonte, origem, farol. Agora me entristece saber que ficou só na lembrança aquilo tudo de bom. E que "nada será como antes" hoje e "amanhã". Envio meu melhor abraço de agradecimento a todos quantos curtiram Califórnias. Ivo Fraga.

    ResponderExcluir

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica. Grato e um baita abraço.