segunda-feira, 11 de agosto de 2014

PREMIADOS NO 23º RONCO DO BUGIO

Zezinho, Gabriel e Grupo Floreio exibem os troféus conquistados
De 8 a 10 de agosto, São Francisco de Paula, um dos municípios mais “gaúchos” do Rio Grande, realizou com sucesso o 23º Ronco do Bugio, festival que prima pela autenticidade por acolher exclusivamente o ritmo Bugio, o único genuinamente rio-grandense. Também aconteceu por lá, o 2º Ronco do Bugiozinho, concurso dirigido à gurizada. A comissão avaliadora de ambos os festivais contou com as atuações de  Léo Ribeiro De Souza, Marinês Siqueira, Mário Tressoldi,  Oscar dos Reis e  Paulo Siqueira. 
O Troféu Origens, oferecido pela RBS TV, através do programa Galpão Crioulo, foi merecidamente entregue ao compositor e acordeonista José Claro, o  Zézinho do Grupo Floreio.
O CTG Rodeio Serrano foi o cenário para o festival cujos destaques são os seguintes:

23º Ronco do Bugio

Primeiro Lugar:  Serrano de São Chico
Autor: José Claro "Zézinho"
Interpretação:  Zezinho e Floreio

Segundo Lugar: Um Livro de Campo Aberto
Autores: Éder Nativo/Volnei Gomes
Interpretação:  Volnei Gomes e Eder Nativo

Terceiro Lugar: Rota dos Tropeiros
Autores: Paulo Trentin/Cristiano Martins/Lucas Ferreira
Interpretação Cristiano Martins

Melhor Intérprete: Jean Kirchoff
Música: No Batismo Do Bugio
Autores: Caine T. Garcia/Zulmar Benites


Melhor Instrumentista: Gabriel Claro - Acordeonista
Música Tropeadas da Serra
Autores: Luiz Ernando dos Reis/Gabriel Claro


Melhor Arranjo: Nos Dedos Deste Gaiteiro - Jones Andrei Vieira 

Música Mais Popular: Campeando Festa
Interpretação: Jardel Borba e Grupo Brasil de Bombacha
Autores: Éder Nativo/Volnei Gomes


2º Ronco do Bugiozinho

Primeiro Lugar: Thomas e Eduardo Machado
Música: Bugio Macho (Leonardo)


Segundo Lugar: Gabriel Müller Da Rosa
Música: Das Mãos Do Gaiteiro (Zezinho/Paulo Ricardo Costa)

Terceiro Lugar: Luis Fernando Da Silva
Música: Sem Marca e Sinal (Jardel Borba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica. Grato e um baita abraço.