quinta-feira, 17 de março de 2011

9ª SENTINELA - CLASSIFICADAS - GERAL E LOCAL

Érlon Péricles classificou duas obras.
Foram divulgadas nesta quinta-feira, as canções concorrentes na 9ª Sentinela da Canção Nativa que acontece nos dias 8, 9 e 10 de abril de 2011, em Caçapava do Sul. Estão incluidas as classificadas para a Fase Local do evento.
FASE GERAL:
01 - A ÚLTIMA RECORRIDA – Milonga
LETRA: Joel Freitas Paulo e Othelo Caiaffo
MÚSICA: Volmir Coelho e Adriano Gomez
CIDADE:  Rosário do Sul e Livramento
02 - BOIADA DE PENAS - Chamarra
LETRA: Valdir Desconsi
MÚSICA: Zulmar Benitez
CIDADE:  Santiago e Bagé
03 - CONSCIÊNCIA GALPONEIRA - Chamarra
LETRA: Joel Freitas Paulo
MÚSICA: Fábio Prates
CIDADE: Rosário do Sul e Santa Maria
04 - ESTE MEU VERSO A MODA ANTIGA – Chamarra
LETRA: Gujo Teixeira
MÚSICA: Érlon Péricles / Duca Duarte
CIDADE: Porto Alegre
05 - FUDUNÇO - Tango
LETRA: Juca Moraes
MÚSICA: Frutuoso Araújo
CIDADE: Pelotas e Cruz Alta
06 - NOS RUMOS DO SALADEIRO – Chamamé
LETRA: Diego Muller
MÚSICA: Rui Carlos Ávila
CIDADE: Pelotas e Canoas
07 - PELAS MÃOS - Milonga
LETRA: Severino Rudes Moreira, José Mauro Ribeiro Nardes
MÚSICA: Nelcy Vargas
CIDADE: Candiota - D. Pedrito e Entre Ijuis
08 - POR UM FIO – Milonga
LETRA: Zeca Alves
MÚSICA: Glademir Escobar
CIDADE: Itaqui, Val de Serra e Julio de Castilhos
09 - PRA GENTE DO MEU RINCÃO – Milonga
LETRA: Gujo Teixeira
MÚSICA: Paulo Ricardo Saavedra
CIDADE: Lavras do Sul e S. Gabriel
10 - QUEM ME DERA – Milonga
LETRA: Manoel Oribe ( Manolo )
MÚSICA: Luiz Cardoso
CIDADE: Livramento e Rivera
11 - QUANDO A GUITARRA PERDE A ALMA – Milonga
LETRA: Paulo Ricardo Costa
MÚSICA: Regis Reis e Dartanham Portella
CIDADE: Santa Maria
12 - SOPRANDO AS BRASAS DA AUSÊNCIA 
LETRA: Martim César Gonçalves
MÚSICA: Alessandro Ferreira e Paulo Timm
CIDADE: Pelotas
13 - TEMPORAIS – Milonga
LETRA: Beth Rodrigues, Ethiele Silveira e Rui Carlos Àvila
MÚSICA: Rui Carlos Ávila
CIDADE: Pelotas
14 - UMA CARREIRA DAS BUENAS - Chamamé
LETRA: João Sampaio , Odenir dos Santos
MÚSICA: Érlon Péricles
CIDADE:Itaqui e Porto Alegre

FASE  LOCAL
01 - ALMA ENCHARCADA – MILONGA
LETRA: Zauri Tiaraju de Castro
MÚSICA: Rogério Silva
02 - CAMPEIROS – Chamamé
LETRA: Eder Lima
MÚSICA: Felipe Lima
03 - COM A ALMA NA GARGANTA – Chamamé
LETRA: César Tiaraju Machado de Souza
MÚSICA: Pedro Raimundo Porto da Silva
04 - DE TEMPO E VIDA - Chacarera
LETRA: César Tiaraju Machado de Souza
MÚSICA: Renata Bairros
05 - DIFERENÇAS ENTRE GÁUCHOS – Rancheira
LETRA E MÚSICA: Felipe Xavier de Lima
06 - EXILIO CAMPEIRO – Chamarra
LETRA e MUSICA:  Arlindo Carvalho Jr.
07 - IRMÃOS DE ALMA E DE CAMPO – Chamarra
LETRA : Jorge Freitas
MÚSICA: Derli Trindade
08 - NA HORA DO ENTARDECER – Milonga
LETRA e MÚSICA:Orlando Mazzini
09 - O QUE O CAMPO FALA – Milonga Canção
LETRA: Marilaine Pereira
MUSICA: Derli Trindade
10 - POR SER DA TERRA – Chamamé
LETRAS: Mauro Dias
MÚSICA: Cleber Brito

11 comentários:

  1. Novidade nenhuma,com aqueles que trocam favores,era tão certa a classificação das musicas do Erlom que até a fotinho dela já estava pronta.porque não colocar dos outros.Que palhaçada.

    ResponderExcluir
  2. Comentário do Blog:
    O Érlon Péricles é um dos mais competentes compositores dos últimos tempos no nativismo gaúcho, com inúmeras vitórias e diversos sucessos nas vozes dos mais variados cantores. Ele classificar músicas em festivais não é nenhuma novidade, mas não em função de compadrios ou conchavos, mas por seu talento e capacidade de criação.
    A "fotinho" do Érlon está pronta, pois ele está sempre em evidência e a opção de colocar a imagem deste ou daquele artista é uma decisão exclusiva do blog, além do que, não poderia colocar de todos os classificados.
    Quanto a expressão "palhaçada", não entendemos a quem foi dirigida. Caso seja ao blog, não podemos aceitar como justa pois apenas divulgamos a listagem das música classificadas, nao tendo ingerência nenhuma sobre ela.
    E por último. É muito fácil criticar e agredir protegido pela alcunha de "Anônimo". Tenha, por favor, a coragem de identificar-se, sob pena de nao mais ver seus comentários publicados aqui no blog.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Buenas Jairo Reis!
    Não entrarei no questionamento dos comentários anteriores, mas sendo eu Caçapavano Nato e estando longe da Mãe Pátria Sentinela, gostaria de saber porquê ninguém divulgou as outras 10 canções classificadas para a fase local? Não foram divulgadas pela equipe organizadora ainda?

    Carlos Magno Vivian
    Petrópolis, RJ

    ResponderExcluir
  4. QUERIA SABER AS CLASSIFICADAS LOCAIS??

    ResponderExcluir
  5. Caros amigos. Não recebemos a relação das músicas classificadas para a Etapa Local da 9ª Sentinela. A comissão nos informou tão somente as da Etapa Estadual. Mas vamos atrás desta informação e tão logo a tenhamos, divulgaremos aqui.
    Grato pela atenção.

    ResponderExcluir
  6. Compreendo e concordo em parte com a crítica do "anônimo". Tenho vários pessoas que classificaram música que tenho um respeito bárbaro, Joel, compositor do qual já defendi várias músicas lá na Querência do Bugio, Nelcy, um dos melhores músicos do RS e uma figura humana sem igual, Fábio, Rosariense peleador dos festivais e o próprio Erlon, que não conheço pessoalmente mas sei da sua importância dentro dos festivais e da importância dos festivais para ele. O que se discute são os meios como são feita as triagens. 800 músicas triadas em no máximo 20 hs de trabalho, jurados que tem vínculo com aqueles que classificam música, além de outros detalhes que poderiam ser corrigidos, para que tantos, assim como eu, pudessem acreditar e confiar na licitude dos festvais. Que estamos desmotivados, estamos, porém, ainda não a ponto de desistir, e olha que tenho visto vários, assim como eu, que não são tão medíocres e de pouca inteligência a ponto de crer que não existem parcerias e conivências. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Pois com certeza vou me identificar sabendo que poderei sofrer represalia,mas como disse o Marco em seu comentario anterior com certeza não somos nem um pouco medíocres,minha critica com certeza não é ao blog,pois com certeza ele nos informa precisamente tudo o que é decidido pelos jurados.Mas já trabalhei como secretario de triagem e já conheci através dos studios muitas obras que foram inscritas aí e com certeza ficaram muitas pérolas maravilhosas de fora,bom agora vamos esperar pelo resultado.Gostaria que alguma cidade tivesse a coragem de realizar um festival onde os jurados dessem oportunidade a novos poetas talentosos que muitas vezes ficam de fora,por não estarem em parcerias.

    ResponderExcluir
  8. Mui bem Dom Jairo!
    Parabéns pelo interesse e correção de publicar TAMBÉM as classificadas locais que, ao meu ver, ao não serem divulgadas já estão sendo DISCRIMINADAS. Afinal elas concorrerão de igual para igual com as músicas dos artistas RECONHECIDOS (e que um dia também foram DESCONHECIDOS). Informo com tristeza que este erro não foi somente deste blog, mas sim de no mínimo mais 15 fontes de informações entre sites, blog's e até jornais.
    Desculpe a franqueza, mas não me conformo que até a divulgação de uma das forças culturais do RIO GRANDE entre no esquema vicioso das grandes redes de mídia e informações. O erro foi GRAVE pois quem lia entendia que só haviam as 15 primeiras músicas classificadas.
    Abraço e MUITO OBRIGADO pela INFORMAÇÃO. Fostes o primeiro a efetivar a correção.
    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Carlos.
    Como falei anteriormente, o blog não havia recebido até então a informação completa. Solicitamos num segundo momento e a comissão organizadora da Sentinela nos enviou. Daí publicamos.

    ResponderExcluir
  10. Quando fizemos alguma crítica a respeito de triagem de festivais, estas nunca são direcionadas aos que classificam suas obras e sim ao processo como são realizadas estas triagens. O próprio Jairo que já foi jurado várias vezes há de convir que o tempo é ínfimo. 20 hs de triagem = 1200 minutos. 500 obras x 3 minutos = 1500 minutos. Só neste exemplo temos uma defasagem de 5 hs, contando 20 hs de triagem que é muito difícil e um número de obras que muitas vezes é bem superior. Vai dai o nosso custo de gravação, envio e outros, além da dedicação, do esmero, do carinho com que fizemos nossos trabalhos, para que muitas vezes seja lido o título ou ouvida a introdução e nossa músicas sejam desqualificadas, e o pior, até mesmo em público, como ocorreu na triagem da Tertúlia, onde um dos jurados comentou na RBS TV que a triagem havia sido difícil porque as músicas eram muito ruins. O processo precisa ser revisto, sob pena do descrédito total dos Festivais Nativistas, sem contar que estes, na grande maioria são realizados com dinheiro público (nosso dinheiro). Para quem, assim como eu, participa por gosto, por vício, por parceria, é frustante. Mas não ta morto quem peleia. Abraços

    ResponderExcluir
  11. Não descordo em nada com o Marco. Participei de festivais nos anos 90 e acabei por desacreditá-los após ouvir, pessoalmente, vários absurdos...
    Tal como um músico que iria se apresentar, antes de subir ao palco, perguntar ao outro, que era jurado, se este íria enviar música ao outro próximo festival (que ocorreria um mês depois) o jurado disse que sim e o tal músico falou: - Eu serei o jurado lá, viu chê!?
    estas e outras me levaram a nunca mais enviar nenhum trabalho ao palco de festivais. Me sentia melhor apresentando meus trabalhos no boteco do bairro... Felizmente, mais de dez anos depois, sinto que está existindo uma força pela descência e integridade moral neste meio. Tomara que o patrão lá de cima siga iluminando as cabeças deste rodeio para que nossa cultura não seja lesada pela vaidade e ganância de alguns Riograndenses que se dizem gaúchos.

    ResponderExcluir

Deixa teu comentário, mas por favor, te identifica. Grato e um baita abraço.